Capoulas acusa Cristas de “manipulação grosseira”

Manuel de Almeida / Lusa

O ministro da Agricultura, Capoulas Santos

O Ministério da Agricultura acusou hoje Assunção Cristas de “manipulação grosseira” dos números do Programa de Desenvolvimento Rural (PDR), garantindo que a taxa de decisão das candidaturas é de 81,7% e que Portugal está no pódio da execução.

“O PDR entrou em vigor em 01.01.2014. Dois anos depois, em final de 2015, quando o atual Governo entrou em funções, estavam por decidir 90,9% das candidaturas entradas durante o mandato de Assunção Cristas como ministra da Agricultura”, apontou, em comunicado, o Governo.

O ministério tutelado por Capoulas Santos acusou assim a líder do CDS-PP de “manipulação grosseira”, lembrando que a taxa de decisão de candidaturas deste programa é de 81,7%, acima dos 9,1% alcançados por Cristas enquanto ministra, deixando por aprovar 12.614 projetos.

Até ao momento, foram já decididas 46.656 candidaturas de projetos de investimento, de um total de 57.112 candidaturas validadas.

Das 10.456 candidaturas em processo de análise, “a maioria” corresponde a concursos que foram, recentemente, abertos, decorrendo assim os prazos dentro do estabelecido. O Governo sublinhou ainda que Portugal é o quarto Estado-membro com melhor execução do PDR 2020 (54%).

“O ritmo de execução imprimido pelo Governo determinou que se verifique, neste momento, um avanço de cerca de um ano sob o desempenho do programa gerido por Assunção Cristas, o PRODER, cuja execução estava em 41% no período homólogo”, lê-se no documento.

O Governo vincou ainda que, embora a líder do CDS-PP “não tenha participado numa única reunião da Comissão Parlamentar de Agricultura e Mar, à qual pertence […] tem obrigação de conhecer os números que respeitam à execução do programa”.

A presidente do CDS aconselhou hoje o ministro da Agricultura a “olhar para o país” e a utilizar os números oficiais do PDR.

“O senhor ministro deve andar mais pelo país para confirmar os números que tem com a realidade. O que vemos – e nós utilizámos números oficiais – é um país agrícola a desesperar pelo atraso na aprovação das candidaturas para o investimento”, disse Assunção Cristas, à margem de uma reunião com a UGT.

No domingo, a líder centrista tinha considerado “inaceitável que o Governo tenha 22.000 candidaturas aos fundos para a agricultura à espera de serem aprovadas”.

O Programa de Desenvolvimento Rural de Portugal foi aprovado na sequência da decisão da Comissão Europeia em dezembro de 2014 e visa o apoio às atividades do setor agrícola assente numa gestão eficiente dos recursos.

// Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Reembolso do IVA, novo apoio e "afinação" no sucessor do lay-off. Governo anuncia novas medidas

O Governo anunciou esta segunda-feira através do seu ministro da Economia e de Estado, Pedro Siza Vieira, uma série de medidas para estimular a procura interna e apoiar a liquidez das empresas no período de …

"É uma tolice continuar a usar gás natural", diz ministro do Ambiente

O ministro do Ambiente e da Ação Climática, João Pedro Matos Fernandes, afirmou que a aposta no hidrogénio verde é a melhor opção para descarbonizar a indústria nacional e que "é uma tolice continuar a …

Condições desumanas no centro de Lisboa: Moradores sem água despejam dejetos na rua

Na Quinta do Ferro, no coração de Lisboa, o cenário é descrito pelos moradores como “assustador” e “uma miséria”. Neste bairro, há quem viva sem luz e ainda despeje os dejetos na rua como em …

Governo vai criminalizar graffiti que custam um milhão de euros à CP

O Ministério da Justiça prepara-se para endurecer a lei contra o graffiti, que tinha sido descriminalizado, em 2013, durante o Governo de Pedro Passos Coelho. De acordo com o jornal Público, o Governo está a preparar …

Matos Fernandes diz que há "pressa" em explorar lítio, mas garante que Portugal não o fará a todo o custo

O ministro do Ambiente, Matos Fernandes, afirmou esta segunda-feira que Portugal não vai explorar o lítio “a todo o custo”, mas que este é “absolutamente fundamental" para a descarbonização, razão pela qual o Governo vai …

Governo vai reembolsar parte do IVA das compras no turismo e restauração

O Governo prepara uma flexibilização da medida de apoio à retoma, que veio substituir o ‘lay-off’ simplificado, bem como uma iniciativa que permitirá reaver parte do IVA dos serviços de turismo e restauração, adiantou o …

97,3% dos doentes com covid-19 estão a recuperar em casa

A grande maioria dos doentes (97,3%) com covid-19 está a recuperar em casa, estando os restantes internados em enfermarias e nos cuidados intensivos, disse hoje o secretário de Estado Adjunto e da Saúde. Segundo os dados …

Restauração quer esplanadas cobertas no inverno e “mordomo” a fiscalizar regras

A associação nacional de restaurantes PRO.VAR – Promover e Inovar a Restauração Nacional pediu este domingo ao Governo a criação da figura de “mordomo” no programa Adaptar 2.0 para ajudar na manutenção das regras de …

De cinco para zero: a formação do Benfica no 11 inicial

O regresso de Jorge Jesus já fazia prever a diminuição do número de futebolistas locais na equipa do Benfica. Rúben Dias saiu e, em menos de um ano, o Seixal desaparece dos titulares. 5 de novembro …

Comissão Europeia avalia fim das moedas de um e dois cêntimos em 2021

A Comissão Europeia lançou uma consulta pública para avaliar o impacto sobre a utilização das moedas de um e dois cêntimos, admitindo a sua descontinuação até final de 2021 devido a “critérios de custo e …