“Cansado da insolência dos europeus”, Irão renuncia a dois compromissos do acordo nuclear

rouhani.ir

O presidente do Irão, Hassan Rohani

O Irão libertar-se-á “resolutamente” de dois outros dos seus compromissos no quadro do acordo internacional sobre o seu programa nuclear “a partir de 7 de julho”, noticiou esta terça-feira a agência iraniana Fars, citando um alto responsável iraniano.

O responsável disse estar cansado da “insolência” dos europeus, segundo a Fars. Teerão anunciou a 8 de maio que deixaria de respeitar dois dos seus compromissos no âmbito do acordo, renunciando a limitar as suas reservas de água pesada e de urânio enriquecido.

O presidente Hassan Rohani fez ainda um ultimato, dando 60 dias aos Estados ainda parte do acordo para que eles o ajudem a contornar as sanções norte-americanas. Os Estados Unidos retiraram-se unilateralmente do pacto em maio de 2018 e restabeleceram sanções ao Irão, que arruínam a sua economia.

Rohani disse que o Irão deixará de respeitar as restrições sobre o grau de enriquecimento de urânio (limitado a 3,67% pelo acordo) e retomará o seu projeto de construção de um reator de água pesada em Arak (centro) se os signatários do acordo não cumprirem os seus compromissos.

A agência Fars indicou ter recebido esta terça-feira uma “nota exclusiva” do almirante Ali Shamkhani, secretário-geral do Conselho Supremo da Segurança Nacional (CSSN), na qual ele se queixa dos europeus por exercerem uma “pressão crescente” para forçar o Irão “a continuar a respeitar” os seus compromissos “sem que as outras partes” cumpram os seus.

Consequentemente, refere a nota, “tendo por base a decisão do CSSN” anunciada a 8 de maio, “a segunda etapa do plano de redução dos compromissos assumidos pelo Irão (…) começará resolutamente a partir de 7 de julho”.

Deste modo, “os países que tomaram a paciência da República Islâmica por fraqueza e letargia” verão que “a resposta do Irão à agressão do drone norte-americano (abatido a 20 de junho) não será diferente daquela” que se oporá aos seus “esforços políticos dissimulados para restringir os direitos inalienáveis do povo iraniano”, adianta a Fars citando a nota.

O pacto assinado em Viena em 2015 entre o Irão e os 5+1 (os cinco membros permanentes do Conselho de Segurança — Estados Unidos, França, Reino Unido, Rússia e China — mais a Alemanha) limita o programa nuclear iraniano em troca do levantamento das sanções internacionais. A Europa adotou uma série de medidas de contraponto em relação às sanções impostas pelos Estados Unidos desde maio de 2018, mas estas não têm sido eficazes.

Santos Silva pede ao Irão que continue a cumprir acordo

O ministro dos Negócios Estrangeiros português reforçou esta terça-feira o apelo ao Irão para que continue a cumprir o acordo nuclear e evite “erros de cálculo” que possam fazer com que a situação saia de controlo.

“A União Europeia (UE) tem dito que não se verifica até ao momento nenhum incumprimento do lado do Irão e, por isso mesmo, temos apelado às autoridades iranianas para não incumprirem agora”, disse Augusto Santos Silva à imprensa à margem de uma conferência em Lisboa.

Questionado sobre a proximidade da data dada pelo Irão às potências que se mantêm no acordo para que encontrem forma de contornar as sanções dos Estados Unidos, que se retiraram unilateralmente do acordo, o ministro advertiu todas as partes para o risco de atitudes precipitadas.

“A UE criou um mecanismo que está em implementação. É preciso todas as partes no Golfo terem a consciência de que, em muitas das situações criticas, a História mostra-nos que houve erros de cálculo no começo que depois desencadearam processos que as partes deixaram de poder controlar”, afirmou, sublinhando que “é preciso evitar a todo o custo essa situação”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Casaco e guitarra de Kurt Cobain vão a leilão (e valem milhares de euros)

O casaco que o líder dos Nirvana usou no lendário concerto MTV Unplugged in New York vai ser leiloado, com um preço de venda estimado em 270 mil euros. Uma guitarra de Cobain pode ficar …

"50 sombras" da Idade Média. Páginas censuradas de um livro francês encontradas nos EUA

As páginas de um romance medieval foram descobertas nos arquivos da Diocese de Worcester, no estado norte-americano de Massachusetts.  Investigadores descobriram uma versão perdida de um romance medieval, que contém cenas eróticas. O poema francês - …

A tecnologia usada na Bitcoin também está a ser usada para encontrar o amor

Várias dating apps (aplicações de encontros) estão a recorrer ao blockchain para que os seus utilizadores possam encontrar a cara-metade de uma forma mais segura e transparente. O Tinder é provavelmente a dating app mais usada …

Elon Musk quer enviar passageiros para o Espaço já no próximo ano

O bilionário Elon Musk, também fundador da fabricante de automóveis elétricos Tesla, fez um anúncio surpreendente: quer que pôr passageiros no Espaço já em 2020. “Isto pode soar totalmente louco, mas queremos tentar entrar em órbita …

Cientistas reverteram principal sintoma da esquizofrenia em camundongos

Um medicamento que está atualmente a ser desenvolvido para tratar a leucemia reverteu (em camundongos) um sintoma de esquizofrenia anteriormente intratável: o enfraquecimento da memória de trabalho. A memória de trabalho é um processo cerebral fundamental usado …

Para as criaturas marinhas, as doenças infecciosas são a sentinela da mudança

Uma recente investigação analisou as mudanças nas doenças relatadas em espécies submarinas num período de 44 anos. A conclusão não surpreende: a saúde dos oceanos está a piorar a passos largos. A compreensão das tendências oceânicas …

Solidariedade e ambiente. Nos EUA, já é possível doar as suas peças Lego

Nunca somos demasiado velhos para brincar com peças Lego. No entanto, se estiver a ficar sem espaço para as arrumar e estiver à procura de uma forma de garantir que os seus blocos acabam em …

Eis os primeiros smartphones pensados e fabricados em África

https://vimeo.com/365789486 No Ruanda nasceram os primeiros rebentos do grupo Mara, que anunciou o lançamento dos seus dois primeiros smartphones. São os primeiros a serem totalmente fabricados em África. Estes são os dois primeiros smartphones totalmente fabricados em …

Siza Vieira recebe Grande Prémio da Academia de Belas-Artes francesa

O arquitecto Álvaro Siza Vieira recebeu o Grande Prémio de Arquitetura da Académie des Beaux-Arts, pelo conjunto do seu percurso, no valor de 35 mil euros. “É uma grande honra, porque é um prémio importante. É …

Para os jovens refugiados, um telemóvel pode ser tão importante quanto comida ou água

Entre 2015 e 2018, mais de 200.000 jovens não acompanhados reivindicaram asilo na Europa. Muitos deles, agora na União Europeia, têm uma coisa em comum: os seus smartphones. Não são apenas ferramentas para entretenimento nem uma …