Canelas faz história e está nos quartos de final da Taça de Portugal

CF Canelas 2010 / Facebook

O Canelas 2010 assegurou esta quarta-feira a passagem aos quartos de final da Taça de Portugal em futebol, ao vencer o Sertanense por 1-0, com Zacari a marcar o golo decisivo ainda na primeira parte.

Numa primeira parte com muitas faltas e em que se jogou muito a meio campo, não houve espaço para muitas oportunidades claras de golo, com os primeiros 45 minutos a evidenciarem algumas cautelas por parte das duas equipas do Campeonato de Portugal.

O primeiro lance de perigo para a equipa da Sertã surgiu aos 12 minutos, com um cruzamento rasteiro a atravessar a área da equipa nortenha, mas com Sevivas a chegar um pouco atrasado à solicitação. Não marcou a equipa da casa, que se apresentou limitada nas suas opções devido a três expulsões da eliminatória anterior e três atletas lesionados, marcou o Canelas 2010, à passagem dos 15 minutos.

Numa rápida incursão pelo lado direito, apanhando a equipa da Sertã em contrapé, um cruzamento rasteiro para o coração da área encontrou Zacari, que encostou para o golo, apesar do esforço do guarda-redes e do defesa para o tentar impedir.

O Canelas assentou o seu jogo e ganhou algum ascendente no meio campo tendo criado mais uma ocasião de perigo, à passagem do minuto 26, com sucessivos remates dentro da pequena área, mas com a defesa da casa a conseguir afastar o perigo.

Até final do primeiro tempo, o Sertanense assumiu as despesas do jogo e fez mais pressão junto da área adversária, construindo algumas oportunidades de relativo perigo para a equipa visitante. Numa delas chegou mesmo a meter a bola na baliza do Canelas, num centro ao segundo poste que encontrou a cabeça de Duarte Cordeiro, mas o lance seria invalidado por fora de jogo.

A segunda parte decorreu nos mesmos moldes, com poucas oportunidades de golo e jogo a ser muito disputado a meio campo. Registo para um lance de perigo para o Sertanense. Chico, avançado do Canelas 2010, efetuou um remate de fora da área que esbarrou na trave da baliza à guarda de Léo Turossi, que estava batido.

A equipa de Vila Nova de Gaia, que nunca tinha passados dos quartos de final, mostrou mais argumentos e carimbou a passagem à fase seguinte da Taça de Portugal, perante um Sertanense muito desfalcado e que criou poucos lances de perigo.

  // Lusa

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.