Cancro do colo do útero pode ser extinto até 2100

Todos os anos, o cancro do colo do útero é a causa de morte de mais de 300 mil mulheres em todo o mundo – mas pode ser extinto até 2100.

No ano passado, o diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS) sublinhou que é necessária uma maior atenção para a eliminação da doença. Agora, um estudo publicado na revista científica Lancet Oncology mostra que o problema pode mesmo ser erradicado até ao ano 2100 com o aumento da aplicação de vacinas.

Aliás, de acordo com o jornal The Guardian, a Austrália pode ser o primeiro país a ver este tipo de cancro extinto, já em 2035, com taxas anuais abaixo dos quatro casos por cem mil mulheres, nos próximos anos.

Mas tudo depende da vacinação, alertam os especialistas. “Dependerá da sustentação das taxas de participação nos programas de vacinação contra o HPV e das iniciativas de rastreio do colo do útero, a nível local”, explicou a coordenadora da investigação, Karen Canfell, do Conselho de Prevenção para o Cancro do País de Gales.

A vacina HPV (do vírus do papiloma humano), que protege contra o vírus que está na origem da maioria dos casos de cancro do colo do útero, já conseguiu reduzir algumas estatísticas ao longo dos anos.

Se o programa de vacinação for seguido, a doença pode deixar de existir dentro de 81 anos – mas apenas em alguns países. Os mais desenvolvidos conseguiriam ver eliminada a doença até ao final do século, enquanto aqueles menos desenvolvidos ainda teriam entre quatro e 14 casos por cem mil. Países como Inglaterra, Finlândia, EUA e Canadá, por exemplo, conseguiriam a extinção do problema entre 2055 e 2059.

Apesar das estimativas da investigação, o desafio pode ser mais difícil do que se imagina, recorda o Diário de Notícias. As campanhas dos programas de vacinação contra o HPV têm sido bem recebidas na generalidade dos países da Europa, mas não são bem-vindas em muitas outras zonas do mundo.

Na Dinamarca e na Irlanda as taxas de vacinação sofreram um decréscimo acentuado depois da publicação de documentários que davam a conhecer casos de raparigas que terão adoecido após a vacina, causando fadiga crónica e dores intensas. Mais tarde, uma investigação da Agência Europeia de Medicamentos revelou que as vacinas não eram responsáveis por estes sintomas específicos.

Também no Japão, a decisão de suspender a recomendação da vacinação contra este vírus levou a uma queda drástica na taxa de aceitação, descendo de mais de 75% para menos de 1%, de acordo com os dados do projeto The Vaccine Confidence, da escola de Higiene e Medicina Tropical de Londres.

A diretora da iniciativa, Heidi Larson, admitiu que há um longo caminho a percorrer na consciencialização para estes programas, uma vez que sempre que os pais procuram mais informação sobre a vacina, deparam-se com histórias negativas. “É um desafio. É preciso muito trabalho e muito envolvimento. No entanto, é uma das melhores vacinas que temos”, disse.

A cientista Karen Canfell assegura que a vacina contra o HPV foi várias vezes confirmada pelo Comité Global sobre Segurança das Vacinas. Em 2017, foram administradas “mais de 270 milhões de doses de vacinas” contra este vírus. Em Portugal, a vacina contra o HPV arrancou em outubro de 2008, incluída no Programa Nacional de Vacinação.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Champions à portuguesa. FC Porto soma primeira vitória, João Félix e Jota brilham

O FC Porto arrecadou esta quarta-feira a primeira vitória na Liga dos Campeões de futebol, na receção ao Olympiacos (2-0), numa segunda jornada em que João Félix e Diogo Jota brilharam por Atlético de Madrid …

Uso de máscara na rua já é obrigatório. Saiba tudo o que muda nos próximos dias

O uso de máscara na rua passa a ser obrigatório a partir de hoje, com exceções, e o não cumprimento desta imposição é punido com multas que vão até aos 500 euros. Conheça tudo o …

Ronaldo volta a testar positivo (e falha reencontro com Messi na Champions)

O internacional português Cristiano Ronaldo voltou a testar positivo ao novo coronavírus e vai por isso falhar o jogo entre a Juventus e o Barcelona de Lionel Messi a contar para a Liga dos Campeões. …

Costa convoca partidos e Conselho de Ministros extraordinário para "ações imediatas"

O primeiro-ministro marcou reuniões com os partidos na sexta-feira e convocou para sábado um Conselho de Ministros extraordinário para definir novas "ações imediatas" para o controlo da pandemia de covid-19 em Portugal. Fonte do Governo disse, esta …

De Jong: "O treinador avisou-me: cuidado com a boa vida em Barcelona"

O jovem médio contou a conversa que teve com Ronald Koeman, quando Koeman não era treinador do Barcelona. Messi é o "melhor do mundo". Frenkie de Jong chegou a Barcelona no verão de 2019 mas, antes …

Produtos de limpeza perfumados podem ser prejudiciais para a saúde

Os produtos de limpeza perfumados podem ser prejudiciais para a saúde, causando problemas que vão desde dores de cabeça e erupções cutâneas até asma, disfunção do sistema imunitário e problemas cardíacos. A pandemia de covid-19 fez …

Parlamento tem dois deputados infetados, um inconclusivo e quatro isolados

O parlamento informou esta terça-feira ter sido notificado da existência de dois deputados com teste positivo ao novo coronavírus, um com teste inconclusivo, que será repetido, e ainda outros quatro em isolamento profilático por determinação …

Proibição de circulação. Governo rejeita ter "vários pesos e várias medidas"

O ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, rejeitou esta terça-feira que o Governo tenha “vários pesos e várias medidas” tendo em conta as exceções à circulação dos cidadãos entre concelhos entre 30 de outubro e …

Pfizer pode ter vacina ainda neste ano. Guterres exige que esteja “disponível e acessível” para todos

A farmacêutica Pfizer está otimista em relação à perspetiva de fornecer uma vacina contra a covid-19 ainda em 2020. O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, exigiu que esteja “disponível” e “acessível” para todos. Albert Bourla, …

Nem um carro consegue esmagar este besouro indestrutível

O diabólico besouro de ferro tem um dos mais resistentes exoesqueletos naturais. A forma como este animal consegue sobreviver pode inspirar o desenvolvimento de novos materiais com a mesma dureza. Engenheiros da Universidade da Califórnia e …