/

Canadá. Carteiros suspensos por recusarem entregar jornal com teorias da conspiração pró-Trump

Michael Reynolds / EPA

O primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau

Carteiros canadianos foram suspensos após recusarem entregar cópias gratuitas do jornal Epoch Times, que inclui teorias da conspiração de extrema direita e mensagens pró-Trump.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

“Cópias gratuitas do Epoch Times, um jornal internacional famoso por promover teorias da conspiração de extrema direita e mensagens pró-Trump, apareceram nas portas dos canadianos no mês passado, levando a inúmeras reclamações do público e criando polémica” no serviço postal do Canadá, relatou na segunda-feira o Vice.

“No início deste mês, Ramiro Sepulveda, um funcionário dos correios em Regina, Saskatchewan, recusou-se a entregar uma edição gratuita do Epoch Times e foi suspenso por três dias, sem remuneração”, continuou.

Esta não é a primeira vez que isso acontece. “Em abril passado, o Ministério de Serviços Públicos e Compras, que supervisiona os Correios do Canadá, rejeitou uma reclamação de trabalhadores em Toronto que não quiseram entregar o jornal, alegando [que este continha] discurso de ódio” sobre a China “durante os primeiros meses da pandemia”.

O Epoch Times tem ligações ao movimento espiritual Falun Gong chinês, um grupo religioso que acredita que o ex-Presidente Donald Trump traria o “dia do julgamento” e puniria o Partido Comunista Chinês por persegui-los.

Numa das publicações, avançou que o CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, manipulou as eleições presidenciais nos Estados Unidos e que a covid-19 é uma “ofensiva geopolítica” do governo chinês.

  Taísa Pagno //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.