Uma caminhada de 10 minutos por dia é um dos segredos para uma vida mais longa

1

Mais de 111 mil mortes anuais nos Estados Unidos poderiam ser prevenidas com mais 10 minutos de caminha todos os dias.

Um novo estudo publicado na JAMA Internal Medicine avaliou os dados sobre a atividade física e a taxa de mortalidade de milhares de adultos nos Estados Unidos para estimar quantas mortes anuais podiam ser prevenidas se todos praticassem mais exercício.

A pesquisa concluiu que mais de 111 mil mortes anuais poderiam ser evitadas se cada norte-americano caminhasse mais 10 minutos por dia, aponta o The New York Times.

Um estudo anterior de 2019 já tinha mostrado que mais de 8% de todas as mortes nos Estados Unidos estavam relacionadas com “níveis desadequados de actividade”. Em 2015, uma investigação britânica mostrou que homens e mulheres que façam 150 minutos de exercício por semana — a recomendação na Europa, nos EUA e no Reino Unido — reduziam o risco de morte prematura em pelo menos 25%.

Nesta nova pesquisa, os especialistas do Instituto Nacional de Cancro e do Centro de Controlo e Prevenção de Doenças exploraram o que aconteceria às taxas de mortalidade se as pessoas fossem mais activas, mesmo que não cumprissem as metas recomendadas de exercício.

Antes disto, a equipa teve de prever quantas mortes estão relacionadas com o sedentarismo recorrendo aos dados do Inquérito Nacional de Exame à Nutrição e Saúde, que periodicamente inquere uma amostra representativa da população sobre os seus hábitos e usa rastreadores de movimentos.

A amostra era de 4840 participantes de diferentes etnias, homens e mulheres, com idades entre os 40 e os 85 anos. O inquérito foi feito entre 2003 e 2006 e as pessoas usaram um monitorizador da sua actividade durante uma semana.

Com esses dados, os investigadores agruparam as pessoas de acordo com o seu nível de actividade e também comparara os nomes com os registos de óbitos nacionais para estabelecerem os riscos de mortalidade de acordo com os valores de exercício.

Os investigadores começaram a criar suposições estatísticas sobre o impacto que 10, 20 ou 30 minutos extra de caminhada todos os dias teria na saúde, tendo em conta factores como a idade, a educação, se se é ou não fumador, a dieta, o índice de massa corporal e outros indicadores de saúde.

No caso dos 10 minutos extra, o número de mortes que se podia evitar todos os anos é de 111 174, sendo que o valor sobe para 209 459 com caminhadas de 20 minutos. Já mais meia hora de exercício preveniria 272 297 mortes prematuras, quase 17% do total anual pré-pandemia.

  ZAP //

1 Comment

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.