Câmaras escondidas em hotéis filmavam hóspedes sem consentimento

O escândalo foi revelado na Coreia do Sul, onde dois homens foram presos por esconder câmaras em hotéis, que transmitiam as imagens em direto para um site, onde havia quem pagasse dinheiro para ver as imagens.

As câmaras estavam escondidas em suportes para secadores, boxes de televisão ou tomadas, de uma forma bastante discreta, de acordo com a CNN.

Em declarações à BBC, a polícia sul-coreana revelou que os homens montaram as câmaras com lentes de um milímetro, em agosto do ano passado, em 30 hotéis distribuídos por 10 cidades. As filmagens secretas de relações sexuais e nudez são consideradas uma “epidemia” no país e têm provocado vários protestos.

Além dos dois homens, já foram também detidos outros dois que podem estar ligados ao esquema, que terá gravado mais de 1600 hóspedes. As câmaras estavam instaladas em 42 quartos de 30 unidades hoteleiras, em dez cidades na Coreia do Sul.

Segundo as autoridades sul-coreanas, ainda não há provas suficientes que indiquem que os responsáveis pelos hotéis sabiam da existência deste esquema de vigilância.

Após a instalação das câmaras foi criado o site, permitindo que os utilizadores vissem clips de 30 segundos gratuitamente ou pagassem para terem acesso aos vídeos completos. Mais de 800 vídeos terão sido colocados online.

Com as imagens a serem transmitidas para um site, composto por uma comunidade de mais de quatro mil membros. Deste número, pelo menos 97 utilizadores pagavam cerca de 45 dólares por mês (39 euros) para ter acesso a funcionalidades extra – poder, por exemplo, repetir momentos específicos de algumas transmissões.

As autoridades estimam que, desde novembro do ano passado, este site possa ter rendido mais de seis mil dólares – 5290 euros.

Não é a primeira vez que é revelada uma atividade deste género na Coreia do Sul. Recentemente, a polícia encontrou um caso semelhante, com a diferença de que as imagens não eram transmitidas em direto na Internet Em 2017, foram detetados mais de 6400 casos de filmagens ilegais na Coreia do Sul.

Este tipo de situações tem estado em crescimento na Coreia, já que em 2012 o número de casos rondava os 2400. A produção e divulgação de pornografia são práticas ilegais na Coreia do Sul. A proibição e a rapidez de acesso à Internet no país têm sido apontadas como causas para a proliferação das filmagens ocultas.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Estão a precisar de uma bofetada do vizinho do lado! Desse lado impera a ditadura e uma certa ordem e deste a liberdade que escorrega na libertinagem, como diz o ditado, de mal a pior!

RESPONDER

Cientista revela por que os mosquitos só picam a algumas pessoas

O cientista Joop van Loon revelou o motivo pelo qual os mosquitos costumam picar mais algumas pessoas do que outras. De acordo com o especialista, são os compostos químicos presentes na pele dos humanos que …

ESA prepara-se para intercetar pela primeira vez um cometa puro

A Agência Espacial Europeia (ESA) desenvolveu um projeto que visa intercetar um cometa puro - um corpo celeste que nunca passou pelo Sistema Solar -, quando este se aproximar da órbita da Terra em meados …

Astrónomos encontraram uma nova (e surpreendente) cratera em Marte

Marte não se "magoa" facilmente mas, quando acontece, o resultado pode ser quase comparado a uma obra de arte. Uma cratera, descoberta em abril pela sonda Mars Reconnaissance Orbiter (MRO), é a prova disso. Notável não só …

Elon Musk alerta: Civilização pode colapsar daqui a 30 anos

De acordo com Elon Musk, uma "bomba populacional" vai surgir nas próximas décadas, quando uma população mundial cada vez mais idosa chocar com a queda das taxas de natalidade em todo o mundo. Esta não é …

O mundo árabe está menos religioso. Mas continua homofóbico

Há cada vez mais árabes que dizem não ter religião. Esta é a principal conclusão de uma grande sondagem feita a mais de 25 mil cidadãos de países árabes pelo centro de pesquisa Arab Network …

Tina morreu durante 27 minutos e foi ressuscitada 8 vezes. Quando acordou, escreveu "é real"

Uma mulher norte-americana entrou em paragem cardíaca em fevereiro de 2018 quando se preparava para fazer uma caminhada com o seu marido Brian. Depois de desmaiar, Brian ressuscitando-a duas vezes antes de os paramédicos chegarem para …

"Homem-árvore" pede que as suas mãos sejam amputadas

Abul Bajandar, um homem de 28 anos do Bangladesh conhecido como "Homem-árvore" devido às incomuns verrugas que nascem nos seus membros, pediu que as suas mãos fossem amputadas para aliviar as dores insuportáveis.  Bajandar sofre de …

EUA. Senadores republicanos do Oregon fogem para não aprovar lei ambiental

Senadores estaduais do Oregon, nos Estados Unidos (EUA), encontram-se a monte desde quinta-feira para não votarem uma lei ambiental. Procurados pela polícia, voltaram este domingo a faltar a uma sessão legislativa, impedindo que haja quórum …

O planeta enfrenta um "apartheid climático"

O planeta está confrontado com um “'apartheid' climático”. De um lado, os ricos que se podem adaptar melhor às alterações climáticas, e do outro, os pobres que vão sofrer mais, disse esta segunda-feira um especialista …

Governo repõe 40 horas semanais para trabalhadores do CNB. Greve mantém-se

A partir de 1 de julho, os trabalhadores da Companhia Nacional de Bailado (CNB) voltarão às 40 horas semanais, numa uniformização laboral com os trabalhadores do Teatro Nacional de São Carlos. A decisão foi comunicada, esta …