Câmara de Estremoz tem meio milhão de euros de faturas de água por cobrar

ivoanastacio / Flickr

Câmara Municipal de Estremoz

O presidente da Câmara Municipal de Estremoz tem sido acusado pelos vereadores do Partido Socialista de ter deixado acumular dívidas, no valor de mais de meio milhão de euros.

Luís Mourinha, presidente da Câmara Municipal de Estremoz, eleito nas últimas eleições numa lista do Movimento Independente por Estremoz (MIETZ), foi acusado pelos vereadores do Partido Socialista de ter deixado “acumular mais de meio milhão de euros de faturas de água e saneamento por pagar ao longo dos últimos oito anos”.

Ao Público, José Sadio, eleito do PS no executivo municipal de Estremoz, explicou que “quem não pagou a água que consumiu continuou, mesmo assim a usufruir do respetivo serviço”, contrariando assim a legislação em vigor e o Regulamento municipal.

No final do mês de abril, o vereador pediu ao presidente que explicasse como se tinha chegado a um montante tão elevado, dado que já supera o meio milhão de euros. Luís Mourinha explica que a dívida se deve a “um acumular de vários anos e de situações” que associou à troika e às dificuldades das famílias, empresas e instituições que tiveram problemas financeiros.

Em circunstâncias de dificuldades – como é o caso complicado de instituições que prestam apoio social – a Câmara “tem feito tudo para que não falte água nas torneiras“. “Quando somos confrontados com estas situações temos de levar este tipo de condicionalismos em linha de conta”, frisa o autarca.

Quando o munícipe falha no pagamento (a maioria das vezes por dificuldades financeiras) “não podemos fazer como faz a EDP que corta a energia”. No entanto, José Sadio não aceita que o presidente tente justificar o montante das dívidas com o argumento que as pessoas têm problemas.

“Então porque chumbou a nossa proposta de aplicação de um tarifário social?”, questiona o vereador. Mas o presidente não aceita as acusações e imputa ao PS (que geriu a autarquia entre 2005 e 2009) a dívida que já ascende o meio milhão.

Quando assumiu funções em 2009, explica o autarca, a gestão socialista deixou por cobrar uma dívida superior a 317 mil euros, montante que já ultrapassa os 500 mil “devido aos juros que se foram acumulando”.

Todavia, o vereador socialista contraria este argumento e acusa Luís Mourinha de ter “montado um esquema que o favoreceu o MIETZ em termos eleitorais”.

Segundo o Público, o presidente e mesa da Assembleia Municipal e todos os deputados municipais do MIETZ, PSD/CDS e do movimento Mais Independência por Arcos (MIPA), faltaram à reunião, escreve o Público. Luís Mourinha, adiantou que “o tema não justificava uma sessão extraordinária da assembleia municipal”.

O autarca criticou ainda o PS, afirmando que os vereadores deveriam ter apresentado um documento “com as razões para a marcação da assembleia para que as outras forças políticas o pudessem discutir” e acrescentou não ter qualquer problema em debater o assunto.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Descoberta nova espécie de tubarão pré-histórico que podia chegar aos sete metros

Uma nova espécie de tubarão pré-histórico foi descoberta no Kansas, nos Estados Unidos. Este predador podia crescer até quase sete metros de comprimento. De acordo com a revista Newsweek, Kenshu Shimada, da Universidade DePaul, e Michael …

Conhecido medicamento para diabetes pode conter um carcinógeno

A Food and Drug Administration, agência federal e reguladora do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos, está a testar amostras de metformina, um medicamento para diabetes que pode conter o carcinógeno N-Nitrosodimetilamina …

Nobel da Física diz que o ser humano não está concebido para viver fora da Terra

Didier Queloz disse, este sábado, estar convencido de que o ser humano não está concebido para viver fora da Terra, razão pela qual está "zangado" com alguns argumentos do cofundador da Tesla, Elon Musk. Os suíços …

Ford está a reciclar palha de café do McDonald's. Quer transformá-la em peças de carro

https://vimeo.com/377768195 A Ford está a fabricar peças de carro através de palha de café reciclada do McDonald's. A iniciativa contribui para a redução da pegada ecológica e do desperdício alimentar. O combate às alterações climáticas cabe um …

Comité da ONU preocupado com condições das prisões em Portugal

As condições de detenção, a sobrelotação das prisões, o alegado uso da força e outros abusos contra pessoas pertencentes a grupos raciais e étnicos são as principais preocupações do Comité da ONU contra a Tortura …

Cientistas identificaram organismo que prospera ao comer meteoritos

O micróbio Metallosphaera sedula tem uma propensão para comer minerais. E não estamos a falar de granito ou giz, mas de rochas muito mais especiais como meteoritos. Segundo o Science Alert, uma equipa internacional de cientistas …

Médicos estrangeiros em Portugal atingem o valor mais alto da última década

O número de médicos estrangeiros registados em Portugal atingiu, em 2019, o valor mais elevado da última década, situando-se em 4192, mais 9,1% face a 2009, revelam dados da Ordem dos Médicos (OM). A maioria dos …

O único carro-avião do mundo vai ser vendido em leilão

O Taylor Aerocar, aquele que é o único carro-avião legalizado em todo o mundo, vai a leilão no início do próximo ano. Este modelo da marca data do ano de 1954. Se é um apaixonado por …

Marcha pelo Clima. Polícia espanhola deteve duas pessoas com facas e martelos

A Polícia Nacional de Espanha deteve, na sexta-feira, duas pessoas que pretendiam perturbar a manifestação pelo clima em Madrid, tendo apreendido vários materiais, como facas e martelos. Um homem e uma mulher foram detidos e enviados …

Reflexão, ritual ou mundo idealizado. Um Natal sem filmes, não é Natal

Se é daquelas pessoas que passa a noite da Natal com uma chávena na mão, meias nos pés e um filme na televisão, saiba que não está sozinho. Nesta altura do ano, os filmes tornam-se …