Câmara de Lisboa critica MAI por falta de informação sobre causadores dos incidentes no Marquês

José Sena Goulão / Lusa

-

O presidente da Câmara de Lisboa lamentou que uma semana após os incidentes na festa do Benfica no Marquês de Pombal não tenha havido informação do Ministério da Administração Interna sobre as diligências para identificar os responsáveis.

“Quase uma semana depois dos eventos, não houve, por parte do Ministério da Administração Interna [MAI], qualquer informação sobre as diligências tidas quanto à identificação e responsabilização dos causadores dos incidentes“, disse Fernando Medina, que falava nos Paços do Concelho.

Na terça-feira, uma fonte ligada ao processo confirmou à Lusa que a Polícia de Segurança Pública (PSP) deu parecer negativo aos festejos do Benfica no Marquês de Pombal, alegando que o modelo concebido não era adequado em termos de segurança.

A Direção Nacional da PSP esclareceu na quinta-feira que o dispositivo de segurança destacado para os festejos benfiquistas de domingo, em Lisboa, estava “ajustado”, tendo sido reorganizado quando se registaram confrontos entre adeptos e a força policial.

Também na quinta-feira, a Associação Sindical dos Profissionais da Polícia (ASPP) pediu ao comandante do Corpo de Intervenção da PSP para esclarecer a ordem dada aos elementos para não usarem equipamentos de proteção nos festejos dos adeptos benfiquistas em Lisboa.

Hoje, a ASPP questionou o facto de o Corpo de Intervenção da PSP ter sido destacado para os festejos dos adeptos benfiquistas sem equipamento de proteção, colocando em risco a sua segurança.

Nos incidentes ficaram feridos 16 polícias com escoriações devido ao arremesso de pedras, garrafas de vidro e material pirotécnico.

À 1h20 da madrugada de segunda-feira, nas imediações do Parque Eduardo VII, alguns adeptos começaram a arremessar vários objetos, como garrafas de vidro, o que levou a uma intervenção policial localizada para acabar com o incidente e evitar que se alastrasse e ganhasse maior dimensão.

/Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Como se podem distorcer realidades num só parágrafo… Para além do dos peixinhos, nos discurso de alguns políticos tb o fazem a cada intervenção:
    1- Não ter vergonha dos crimes praticados por desconhecidos
    2- Não evocar “vergonhas” por, à 2 ou 3ª sem mácula, meio milhão de pessoas não contar que era preciso lá estar a PSP, eventualmente tendas pronto-socorro do Inem
    3- Os poucos ‘PSP’ que supostamente nem lá deviam estar, aliás como em ocasiões anteriores, em ambiente de comemoração, de festa de um clube da cidade, viram-se subitamente agredidos com o arremesso de garrafas (munição única no início dos confrontos com aquela
    4- A coberto de nenhum pretexto, pode ser generalizado a todos os que marcaram presença o comportamento deplorável de alguns, por ventura organizados e especialistas da confusão por confrontos
    5- Acresce que os gangues, são um conjunto mais ou menos organizado de pessoas (normalmente de nº reduzido) com procedimentos de índole duvidosa, tendencialmente discretos uns, outros manifestamente públicos, uma certa maioria deles age ostensivamente contra o ordenamento jurídico vigente…

    Talvez por aquilo, uma suposta intervenção recente de um daqueles, aqui pôde ser qualificada de ‘festa de gangues’ e não acho que tenham participados todos. Eu e centenas de milhares fomos e não somos!

RESPONDER

Espanha pode ficar isenta de cumprir caudais do rio Tejo por causa da falta de chuva

Os caudais do Tejo podem ficar ainda mais baixos dentro de semanas. Com a falta de chuva, Espanha deverá invocar a exceção prevista na Convenção de Albufeira para não libertar os valores mínimos de água …

Haaland tem cinco namoradas e meio mundo atrás dele (mas pode seguir o caminho da Red Bull)

Apesar do interesse de grandes clubes do futebol mundial, Haaland pode seguir o trilho da Red Bull e transferir-se para do Salzburg para o Leipzig. O norueguês é uma das maiores jovens promessas da atualidade. Erling …

PSD pondera propor fim dos debates quinzenais e torná-los mensais

O PSD está a ponderar apresentar uma proposta para acabar com os debates quinzenais com o primeiro-ministro e torná-los mensais. A proposta passa também pela substituição de um desses "duelos" atuais por um debate temático …

Segunda vítima mortal nos protestos de Hong Kong. Xi Jinping condena manifestações

O quarto dia consecutivo de protestos ficou marcado pela morte de um homem de 70 anos. Esta é a segunda vítima mortal desde o início das manifestações em Hong Kong. De acordo com a imprensa internacional, …

Governo prepara dois novos escalões de IRS para a classe média

O primeiro-ministro afirmou esta quinta-feira que o objetivo do Governo no próximo Orçamento é dar “um primeiro passo” para conferir uma maior progressividade no IRS e diminuir o peso deste imposto sobre os vencimentos da …

Dois procuradores do caso Tancos vão sair do DCIAP

Os procuradores Vítor Magalhães e João Valente, da equipa que investigou o caso Tancos, vão sair do Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP) no âmbito do movimento de magistrados do Ministério Público (MP), …

Cerca de 40% dos hospitais têm ruturas diárias de medicamentos

Os preços "excessivamente baixos dos medicamentos genéricos" são a causa mais importante identificada pelos hospitais para as ruturas de fornecimento. Quase 40% dos hospitais do Serviço Nacional de Saúde (SNS) indicam ter diariamente ruturas no fornecimento …

Secretário de Estado: despenalizações como a que absolveu o Benfica vão terminar. "Será inapelável"

João Paulo Rebelo assegurou que a entrada em vigor da lei de combate à violência no desporto evitará situações como a que levou à recente anulação do castigo imposto ao Benfica. O secretário de Estado da …

Morales quis dialogar. Presidente interina da Bolívia mandou-o calar-se

O ex-Presidente Evo Morales ofereceu-se para regressar à Bolívia para "ajudar a pacificar o país, não para ser candidato", mas Jeanine Añez, que assumiu a presidência interina do país, respondeu que Morales não pode participar …

Cientistas reconstruiram a cara mutilada de uma guerreira Viking

Um esqueleto encontrado num cemitério Viking em Solør, na Noruega, tinha sido identificado como sendo de uma mulher há vários anos, mas os especialistas não tinham a certeza se tinha sido verdadeiramente uma guerreira. Agora, a …