Câmara de Cascais disposta a dar casa de férias ao rei Juan Carlos

MartinPutz / wikimedia

Casa de Santa Maria com o Farol Santa Marta ao fundo em Cascais.

Casa de Santa Maria com o Farol Santa Marta ao fundo em Cascais.

O presidente da Câmara de Cascais admitiu que o município está disponível para colaborar com a casa real espanhola na compra ou cedência da Casa de Santa Maria para residência do rei emérito D. Juan Carlos.

A autarquia foi abordada “por pessoas próximas do rei emérito sobre a possibilidade” da utilização da Casa de Santa Maria, propriedade municipal, ao “nível da perspetiva cultural, da perspetiva do registo histórico, relacionado com os condes de Barcelona”, afirmou à Lusa Carlos Carreiras (PSD).

Segundo o autarca, que falava à margem da assinatura da aquisição pelo município do antigo hospital de Cascais, “houve a manifestação de vontade de aquisição”, mas a colaboração também pode passar pela cedência da Casa de Santa Maria para uma utilização de âmbito cultural.

O jornal espanhol ABC avançou, a 3 de outubro, que o município de Cascais tinha “oferecido a Don Juan Carlos uma residência de Verão na costa portuguesa” e que o rei emérito “ainda não tinha aceitado”.

Os condes de Barcelona, pais de Juan Carlos, “tiveram quatro locais de residência no concelho de Cascais”, principalmente no Estoril, mas para além das quatro propriedades privadas, “há uma relação histórica” do rei emérito também com a Casa de Santa Maria, o único património “que é municipal”, explicou o autarca.

“Seria para nós uma grande oportunidade de podermos reforçar esta nossa relação, não só com a família real espanhola, mas muito especialmente também no cumprimento da importância que tiveram os condes de Barcelona na história de Espanha, na história portuguesa e, naquilo que nos diz respeito, também na história do município”, frisou.

Apesar de considerar que a questão “está do lado de Espanha”, Carlos Carreiras notou que a opção da casa real pode passar quer pelos quatro imóveis privados, quer pela Casa de Santa Maria, projetada pelo arquiteto Raul Lino e que foi propriedade da família Espírito Santo, que apoiou os condes de Barcelona durante o seu exílio no Estoril.

O imóvel, que serviu de ponto de encontro das famílias reais europeias refugiadas desde o período da II Guerra Mundial, acabou por ser adquirido pelo município e funciona como espaço para exposições e eventos.

O presidente da autarquia vincou o interesse do município em reforçar a relação cultural e histórica com Espanha, uma das principais origens de turistas que visitam a vila, salientando a ligação já existente com a Fundação Duques de Soria.

“A última coisa que queremos é, de facto, não respeitar o que para nós representa esta relação que é também emocional, sentimental, para além de uma relação histórica com a casa real espanhola”, sublinhou Carlos Carreiras, que disse não querer adiantar mais pormenores para não prejudicar o processo com as autoridades espanholas.

/Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. A estar correcta a notícia, é de perguntar se “dar” tem mesmo o sentido de oferecer gratuitamente. E se tem, é de perguntar também se em Portugal não haverá ninguém com mais legitimidade do que o rei Dom Juan para receber tal prenda.
    É que enquanto se procura ser magnânimo para com a realeza estrangeira, despreza-se a grandeza de portugueses que, voluntariamente ou obrigados, se entregaram à Pátria, defendendo como puderam e souberam, nos fins-do-mundo africanos, aquilo que lhes disseram que era Portugal.
    Mas esses, salvo os que carregam estrelas, passam ao lado do poder snobe, não existem, mesmo que lá por Cascais, ou em qualquer outro lugar cosmopolita, possa ainda haver vestígios deles, sobrevivendo à sombra do desamparo, em alguma soleira de porta condescendente…

RESPONDER

Professor suspenso depois de dizer que se alunos faltassem a Moral não podiam entrar em igrejas

O professor que enviou um documento aos encarregados de educação a avisar que se os seus educandos continuassem a faltar às aulas de Educação Moral e Religiosa Católica "corriam o risco" de não poder entrar …

Cheias já mataram duas pessoas. Veneza vai declarar estado de emergência

Luigi Brugnaro, presidente da câmara de Veneza, vai declarar estado de emergência na cidade que está inundada devido às piores cheias em 50 anos. Esta quarta-feira, é esperada uma nova subida da água na cidade italiana. …

Bolsonaro deixa PSL e cria um novo partido

O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, anunciou esta terça-feira que decidiu abandonar o Partido Social Liberal (PSL) e criar um novo partido chamado Aliança pelo Brasil. A saída de Bolsonaro acontece na sequência de uma série …

Partido Trabalhista britânico sofre dois ciberataques (e suspeita-se que tenham "dedo" russo)

O Partido Trabalhista britânico sofreu dois ataques informáticos em apenas dois dias. Contudo, o partido de Jeremy Corbyn admite que os ataques falharam e que as suas plataformas estão operacionais. Num espaço de apenas dois dias, …

Sterling tentou fazer "mata-leão" a Joe Gomez e foi afastado da convocatória

O estágio da seleção inglesa para os jogos da Qualificação para o Campeonato da Europa, frente ao Montenegro e ao Kosovo, não poderia ter começado da pior forma. Raheem Sterling foi afastado da equipa após …

Alunos com gaguez não terão de fazer exames orais

Os alunos com gaguez podem ser dispensados da realização das provas orais. Há dois anos, estes exames passaram a integrar a avaliação externa em línguas estrangeiras nos exames do ensino secundária e nas provas de …

PSD. Só 15,8% dos militantes poderiam votar se eleições diretas fossem hoje

A dois meses das eleições diretas no PSD, há hoje perto de 17.000 militantes com quotas em dia, que podem ser pagas até 22 de dezembro, de acordo com informação disponibilizada online pelo partido. Se as …

Hong Kong: Reforço policial, Parlamento suspenso e escolas fechadas

O Parlamento de Hong Kong foi suspenso, esta quarta-feira, e a segurança foi reforçada na cidade e nos campus universitários, com as escolas a fecharem num momento em que prosseguem os confrontos entre manifestantes e …

Debate quinzenal: Políticas de rendimento, Rio ao ataque com o lítio e a primeira vitória dos pequenos

Os debates quinzenais com o primeiro-ministro regressam esta quarta-feira. António Costa vai abrir o debate com uma intervenção sobre "políticas de rendimento", mas as atenções estão centradas na primeira vitória dos pequenos partidos. As políticas de …

Governo vai propor 635 euros para salário mínimo em 2020. Proposta não agrada patrões

Ana Mendes Godinho, ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, vai apresentar esta quarta-feira na Concertação Social a proposta de aumento para o salário mínimo nacional para 2020, com uma atualização de 35 euros. Esta quarta-feira, …