Café pode provocar cancro no pulmão

Beber café tem sido associado a uma série de benefícios, como uma vida útil mais longa e uma diminuição do risco de doenças como depressão, ataques cardíacos e certos tipos de cancro.

Porém, segundo um novo estudo, o consumo de duas ou mais chávenas de café ou chá por dia pode aumentar o risco de desenvolver cancro no pulmão.

Os autores deste trabalho fizeram uma avaliação de 17 estudos diferentes realizados nos Estados Unidos e na Ásia, nos quais o consumo das duas bebidas estava relacionado ao cancro do pulmão. Os estudos analisados foram baseadas em pessoas que não fumavam e em fumadores diagnosticados com a doença.

Como o consumo de café e chá está intimamente relacionado aos hábitos dos fumadores, estudos anteriores podem ter produzido resultados inconsistentes, diz o novo estudo, realizada por uma equipa internacional de cientistas apresentada na conferência anual da Associação Americana para Pesquisa do Cancro.

O principal autor desta nova análise, Jingjing Zhu, da Universidade de Vanderbilt (EUA), indicou que nas investigações anteriores não foi distinguido o que causou o desenvolvimento do cancro de pulmão.

A avaliação descobriu que pessoas que não fumavam, mas bebiam duas ou mais chávenas de café por dia, tinham 41% mais probabilidade de desenvolver a doença, em comparação com aquelas que não bebiam a bebida.

Da mesma forma, não-fumadores que consumiram duas ou mais chávenas de chá por dia tinham 37% mais probabilidades de desenvolver cancro do pulmão do que aqueles que não bebiam chá.

O risco foi semelhante para todas as idades e raças e para todos os tipos de café. De faxto, o café descafeinado foi associado 15% mais propenso a causar a doença do que o café com cafeína.

Nesse sentido, os autores do novo trabalho sugerem que a cafeína não é o gatilho para o cancro de pulmão, mas há algo no processo de torrefação de café que impulsiona a ligação entre beber e o risco de sofrer da doença.

Outras conclusões sobre o café apresentados na reunião foram mais reconfortantes: beber café não foi associado a um aumento do risco de glioma ou cancro colo-retal em homens e mulheres nem foi associado com cancro de bexiga ou carcinoma de células renais em fumadores do sexo masculino.

Descobriu-se que o café está associado a um menor risco de cancro de mama em mulheres na pós-menopausa e chá com menor risco de glioma em mulheres. Em homens e mulheres, o café descafeinado foi associado a um menor risco de cancro colo-retal.

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. Este tipo de estudos parece-me coisa de quem não tem nada que fazer.
    E se fossem fazer um trabalho sério em vez de estarem a aterrorizar as pessoas, não era mais útil?
    Eu fiz um estudo que prova que o ser humano, ao nascer, tem 100% de probabilidades de um dia nascer, grande estudo…

  2. Um estudo a tentar desviar as atenções daquilo que realmente provoca uma série de doenças, não só o cancro: o TABACO.
    As tabaqueiras tem realmente um enorme poder e não olham a nada no que toca a defender os LUCROS

  3. Bem de facto estes estudos são uma coisa que nem lembra ao diabo.
    Certamente quem fez este estudo, no preciso momento em que o estava a realizar, aumentou em 100% a probabilidade de desenvolver estupidez crónica do que outros que assim não procederam.
    O vinho, cerveja, água, sumos, peixe, carnes, ovos, quinoa, tofu, arroz integral, pão integral, dieta mediterrânea, vegetariano, vegan, paleolítica … enfim tudo o que por aí há. Se bem esmiuçado aumentam a probabilidade de cancro em 100%.
    Comer e beber de tudo o que gostamos, sem excessos com moderação e principalmente aprender a observar o nosso organismo, penso o mais acertado e sensato.

  4. Deviam fazer estudos para relacionar o cancro do pulmão com o uso de perfumes. Isso sim seria útil. Hoje em dia não há ninguém que não use perfumes sintéticos, desde o sabonete para as mãos, ao detergente para lavar a louça, o chão, ao próprio perfume de marca que é pulverizado para cima do corpo, tudo contém fragrâncias feitas com cocktails de químicos que são bastante prejudicias à saúde. É impossível não serem cancerígenos. Mas toda a gente usa e não pensa nisso. Já sem falar na porcaria dos ambientadores. Cheirinho é que é bom. Agora o café e o chá é que provocam cancro do pulmão? Estes cientistas devem ser pagos para publicar estudos parvos para nos desviar a atenção do que realmente faz mal.

    • A Maria tem toda a razão! As pessoas têm a mania de que “se cheira bem é pq tá limpo e então está tudo bem”… Errado. Perfumes ambientadores e outros cheirinhos são de facto carregados de quimicos para o efeito. Basta pesquisar para achar varios estudos cientificos que o comprovam e caso ainda estejam em duvida usem um medidor de VOCH (quimicos organicos volateis) numa sala onde alguem acabou de por perfume. E para quem pos o perfume, estão a levar com os quimicos mesmo por debaixo do nariz… pior ainda se for de “qualidade” e durar muito tempo: mais tempo de exposição quimica. Haja pulmão.

RESPONDER

Há uma forma de reduzir erros na computação quântica (e já sabemos qual é)

Na computação quântica, assim como no trabalho em equipa, um pouco de diversidade pode ajudar a melhorar o resultado. Esta pode mesmo ser a chave para pôr fim aos erros na computação quântica. Ao contrário dos …

Coimbrões 0-5 FC Porto | Dragões goleiam e seguem em frente na Taça

O FC Porto venceu hoje o Coimbrões, por 5-0, em jogo da terceira eliminatória da Taça de Portugal que os «dragões» resolveram com três golos nos 12 minutos iniciais. Aproveitando a inexperiência e nervosismo da formação …

Produção de filmes em Hollywood é um inimigo silencioso do ambiente

Hollywood é casa para a maioria dos grandes filmes produzidos que estreiam nas salas de cinema espalhadas por todo o mundo. Contudo, consegue ser bastante prejudicial para o meio ambiente e, mais do que nunca, …

O escorbuto era uma doença comum entre piratas, mas pode estar de regresso

O número de casos de escorbuto no Reino Unido mais do que duplicou nos últimos anos. A desnutrição é um dos principais responsáveis pelo regresso desta doença. O escorbuto está em ascensão no Reino Unido e …

Dois veleiros robotizados vão medir alterações climáticas no Atlântico

Dois veleiros de navegação robotizada vão medir, durante os próximos quatro meses, a pegada das mudanças climáticas no oceano Atlântico e irão passar pela Madeira e Cabo Verde. A Plataforma Oceânica das Canárias (PLOCAN) libertou esta …

A educação científica está sob ataque legislativo nos Estados Unidos

São inúmeros os professores de ciências que trabalham diariamente nas escolas públicas dos Estados Unidos para garantir que os alunos estão equipados com o conhecimento teórico e prático necessário para enfrentar o futuro. No entanto, …

João Félix saiu lesionado com gravidade no jogo contra o Valência

João Félix, avançado português do Atlético de Madrid, saiu este sábado lesionado com "forte torção no tornozelo direito", ao minuto 78 do jogo contra o Valência, da nona jornada da Liga espanhola de futebol, disputado …

As traças ficaram mais escuras por causa da Revolução Industrial? Cientistas já sabem a resposta

No virar do século XIX, na Grã-Bretanha, traças de todo o país começaram a ficar gradualmente mais escuras em resposta à forte poluição provocada pela Revolução Industrial. A Revolução Industrial foi um período de grandes transformações …

Mais de mil médicos foram alvo de processos disciplinares. 45 foram condenados, nenhum foi expulso

Mais de 1.070 processos disciplinares a médicos foram abertos no ano passado pelos conselhos disciplinares da Ordem, tendo sido condenados 45, segundo dados este sábado divulgados. Segundo os dados da Ordem dos Médicos, os conselhos disciplinares …

Publicar no Instagram rende mais a Ronaldo do que jogar na Juve

As publicações pagas no Instagram rendem mais a Cristiano Ronaldo do que jogar na Juventus, revela um estudo do Buzz Bingo. O internacional português foi a personalidade mais bem paga neste rede social em 2018. De …