Cada vez menos ricos pagam IRS (e a classe média é que paga a crise)

José Sena Goulão / Lusa

Carlos Moedas, Vítor Gaspar

O enorme aumento de impostos decretado no arranque da austeridade rendeu ao Estado mais de 10,5 mil milhões de euros em contribuições de IRS. A chamada classe média contribui com 46% dos pagamentos e há cada vez menos ricos a pagarem.

Conclusões que se podem retirar do boletim estatístico divulgado pela Autoridade Tributária relativamente aos rendimentos de 2013.

Estes dados permitem avaliar o impacto real das medidas de austeridade, nomeadamente do aumento das taxas de IRS e da redução dos escalões, que começaram por ser implementadas no tempo de Vítor Gaspar como ministro das Finanças.

O “enorme aumento de impostos” de Vítor Gaspar rendeu um total de 10.498 milhões de euros, ou seja, cresceu 27,99% em relação a 2012.

De notar que estes números ainda não incluem a Contribuição Extraordinária, pelo que os ganhos para o Estado são ainda mais elevados.

Classe média suporta 46% do IRS

Outro dado relevante que se pode apurar é o facto de haver menos contribuintes a declarar IRS, mas mais a pagar.

Entre 2012 e 2013, os contribuintes com rendimento colectável caiu 2,26%, mas o número de agregados que pagaram IRS subiu em 12,68%.

Relevante é o número de contribuintes que paga IRS ser superior ao dos que não pagam – facto que se verifica pela primeira vez desde que se procede à publicação dos detalhes da colecta de impostos.

Entre os 5.056 milhões de contribuintes que apresentaram declaração de IRS relativa a rendimentos de 2013, 53,7% pagaram ao Fisco.

Em 2012, pelo contrário, não tinham pago IRS 52,5% dos contribuintes; e em 2011 os não pagadores ascendeu a 56,4%.

De notar também que a dita classe média é a que suporta a maior fatia dos impostos, designadamente 46% do bolo do IRS liquidado em 2013.

57,21% dos 2,717 milhões de contribuintes que pagaram IRS têm rendimentos brutos entre os 13.500 e os 50.000 euros, desembolsando um total de 4.928 milhões de euros.

Os contribuintes com rendimentos até 13.500 euros constituem 34,23% dos pagadores com pagamentos de 631 milhões de euros.

Aqueles que declararam rendimentos anuais entre 50 mil e 100 mil euros significam apenas 7,5% do total de contribuintes que pagaram IRS, com um peso de 29,27% no bolo global com 3.073 milhões de euros.

E os mais ricos, os que declararam rendimentos superiores a 100 mil euros, são apenas 1,31% do total de contribuintes pagadores. Estão em causa 35.604 contribuintes que pagaram 1.864 milhões de euros de IRS.

Um número em decrescendo, apurou o Correio da Manhã, que evidencia que “desapareceram 456 famílias que declaravam ganhar mais de 250 mil euros por ano”.

O boletim da Autoridade Tributária ainda evidencia que a factura fiscal disparou em 56,3% nos pensionistas, em 27,57% nos trabalhadores por conta de outrém e em 25,7% nos trabalhadores independentes.

De notar também um aumento de 66,48% nas contribuições fruto de rendimentos prediais.

ZAP

PARTILHAR

18 COMENTÁRIOS

  1. Os ricos devem ser acarinhados e trazidos ao colo para bem do equilíbrio das contas públicas.
    Deixá-los lá manter os offshores. Pois se são eles que conseguem monopolizar o dinheiro é porque são os iluminados, classe a preservar…
    O povo é a escumalha que lhe deve render vassalagem.
    Ao povo deve-se dar umas migalhas com uma mão e tirar com a outra em forma de impostos ou qualquer outro meio.

  2. Outra forma de dar esta notícia:
    1,31% (os mais ricos) pagam uma média de 52 353,67 euro de IRS;
    7,5% (o escalão seguinte) pagam uma média de 15 080,36 euro de IRS;
    57,21% (a classe média) pagam uma média de 3 170,36 euro de IRS;
    34,23% (os mais baixos) pagam uma média de 678,47 euro de IRS.

    1.31% pagaram 17,75% do bolo de IRS;
    7,50% pagaram 29,27% do bolo de IRS;
    57,21% pagaram 46,94% do bolo de IRS;
    34,23% pagaram 6,04% do bolo de IRS;

    • E daí?
      Acha que os mais pobres, sendo mais e tendo menos, deveriam pagar mais?
      Em que é que mudar a forma da notícia iria modificar o facto de os ricos cada vez pagarem menos IRS?
      Estão a ser protegidos pela classe política e ponto final!

      • Minha cara, a matemática não engana e logo o seu comentário faz pouco sentido. Os números mostram que, em média, os mais ricos pagam 50mil e a classe média paga 3mil. Ora 50 é maior que 3 logo os ricos pagam mais.
        Como há menos ricos que classe média, juntando o dinheiro de todos, 17% é dos ricos e 57% é da classe média.

        Agora, vou-lhe dizer sobre o que realmente devia estar indignada 🙂
        Se dividir 50 por 3 dá-lhe 16. Os ricos pagam 16x mais que a classe média. Se um salário da classe média for 2000mil, esses ricos do 1% tem um salário de 100-500mil, ou seja, ganham 50x-250x a mais que a classe média e não 16x mais. Dito de outra maneira, quem ganha 2000, paga prestação da casa e carro e trata dos filhos, no fim do ano tem que pagar 3000 e sente-se. Quem chega ao fim do ano com milhões no bolso e tem que pagar 50000….rídiculo não? 🙂
        Os ricos deviam pagar muito muito mais.

        E só para dar mais um exemplo, ainda há pouco tempo saiu a notícia sobre a moradia de luxo do dono da pt que paga 257€ anuais de IMI. Isto pra dizer que quem tem muito dinheiro, para além de pagar menos legalmente, ainda conseguem ter advogados e afins a explorar formas de contribuir o mínimo possível.

        http://zap.aeiou.pt/moradia-de-luxo-dono-da-pt-paga-257-euros-anuais-de-imi-82795

  3. E se olharmos para o IVA, então faz se luz em absoluto, sobre quem é que realmente aguenta as sucessivas crises em Portugal, enfim !!!! O que é certo é que o capitalismo só dura enquanto há classe média para roubar e espoliar até ao osso, depois os tubarões, começam a comer se uns aos outros.

  4. Eu acho que devíamos correr com os ricos todos deste pais… espera, se calhar já estamos a fazer isso…
    Então está bem. Ficam só os pobres e os malandros. Esses é que geram riqueza no pais, geram emprego e valor acrescentado… espera, Se corrermos com os ricos e a riqueza ficamos com o quê? Os pobres, os que não querem trabalhar pois recebem o rendimento minimo, os politicos com grandes ordenados e reformas… e quem paga isto tudo?… os pobres, claro. Claro. está bem pensado…

  5. Não é de estranhar que um governo de direita neo-liberal aumente a carga fiscal aos rendimentos de trabalho, aumente dias de trabalho (suspensão de quatro feriados) e nalguns casos aumente também a horário de trabalho em deterimento dos rendimentos de capitais e mais- valias que viram a tributação ser reduzida e facilitada a sua saida para os paraisos fiscais.
    Mas parece que a malta gosta assim, portanto cá vamos “cantando e rindo”.

    • Sim, porque os ricos preferem ficar em portugal e pagar mais impostos do que noutros países da união europeia (nomeadamente os nossos vizinhos).
      Como se fosse possível “prendê-los” em portugal aumentando-lhe os impostos…

      Mas há pessoas que eu acho que não pensam bem antes de dizer asneiras…

      • Sempre podem imigrar, ou julga que não a gente capaz em Portugal de começar com novos negócios, se por exemplo uma empresa de telecomunicações fechar e deixar lugar aberto a outra nova sempre foi assim e se o rico não está bem emigre amigo, também não faz falta se só mamar.
        O desconfiado é como o admirado de certeza devem fazer parte de elites senão não falavam assim, e então já que falam de impostos mais altos que os nossos vizinhos porque não falam também das diferenças de ordenados entre tantas outras coisas, Europa para umas coisas mas Europa para outras não parece ser a vossa politica.

        • acrescento só poucas palavras ao seu texto, o facto de deterem tanto dá-lhes demasiado poder sobre as entidades que decidem o que leva á corrupção chegando mesmo ao ponto de inibirem “gente capaz em Portugal de começar com novos negócio”.

  6. Realmente existem pessoas a fazer comentários não entendendo nada daquilo que se passa à sua volta: com certeza acham que quem tem capacidade para gerar riqueza e para construir riqueza vai ficar sentadinho à espera que um governo de iluminados lhes tribute os seus depósitos, ou o seu capital. Não percebem também o que são medidas para meninos de 5 anos e medidas para serem tomadas a sério. Alguém já se deu ao trabalho de pensar como será a cobrança destes impostos sobre fortunas ou capitais ou ativos imobiliários?? Ninguém se dá ao trabalho de perceber que este imposto acabou há anos pois era de difícil aplicação e cobrança para os rendimentos que gerava??
    Mas o melhor mesmo é acabar com essa corja dos ricos, pois assim passamos todos a probrezinhos, ninguém paga impostos pois é pobrezinho e o estado vive de ar e vento, os hospitais vivem de ar e vento, os professores são pagos com ar e vento, etc, etc
    Até a União Soviética passou a Rússia e compreendeu há muito anos o que era o Socialismo e o Comunismo e o que lhes ia acontecer se continuassem a aplicar essas ideologias.
    Mas aqui temos o PC, o proletariado, os pobrezinhos e os desgraçados!!! Todos a viver de ar e vento pois quem tem dinheiro vai fazer a única coisa inteligente: pô-lo daqui para fora!

    • Não Amigo eu acho é que tudo deve ser justo, eu recebo o meu ordenado e pago todos os impostos sobre ele ou seja sobre todo o dinheirito que recebo, só acho que todos os dinheiros devem pagar a sua parte como eu, muito simples e estava o Pais bem, o mal é que cada vez se vê mais fortunas a fugir sem pagar os devidos impostos sobre esses dinheiros, ainda tenho outra opinião quando dizem pobres pois muitos são simples mamões de subsídios e afins que ajudam também o Pais a afundar, e o SPLASH tem muita razão quando diz que não deixam novos negócios nascer então se forem negócios que lhes vai dar luta matam logo antes de existir, exemplos não faltam pelo mundo de uma boa ideia ser logo vendida a uma grande capitalista.

RESPONDER

Guardas e familiares das vítimas pediram clemência. Mas Nicholas Sutton foi executado

O norte-americano foi executado, esta quinta-feira, no Tennessee, devido ao assassinato de quatro pessoas, apesar de alguns pedidos de clemência por parte de guardas prisionais e familiares das vítimas. De acordo com a CNN, Nicholas Sutton, …

O primeiro drone acrobático tripulado de sempre é testado a fazer piruetas

Um novo vídeo mostra que o "Big Drone", da Drone Champions AG, é capaz de fazer acrobacias alucinantes com um passageiro dentro. A tecnologia dos drones melhora de vento em popa com o passar dos anos …

Fenómeno extremo ameaça corais na Grande Barreira na Austrália. E já matou quase metade

A Grande Barreira de Coral da Austrália pode estar a enfrentar a terceira "descoloração" no espaço de cinco anos, fenómeno provocado por um aumento da temperatura das águas do mar. Como avançou o Expresso, este fenómeno …

Trump critica cerimónia dos Óscares, "Parasitas" e Brad Pitt

O Presidente norte-americano criticou a cerimónia dos Óscares, esta quinta-feira, nomeadamente a atribuição do prémio de Melhor Filme para o sul-coreano "Parasitas" e ainda o ator Brad Pitt. Na noite desta quinta-feira, num comício em Colorado …

Paris lança número de emergência para fazer frente à crise de percevejos

O Governo francês lançou uma campanha, esta quinta-feira, para fazer frente à crise de percevejos que se instalou em Paris. Segundo a agência France-Press, citada pelo The Guardian, casas e hotéis da capital francesa estão a …

"Radical chique" e "ressentido". Filho de Paulo Branco pode ter sido o pivot do escândalo sexual em França

Juan Branco, o filho do produtor de cinema Paulo Branco, é o homem do momento em França. O advogado de 30 anos saltou para as luzes dos média no âmbito da divulgação do vídeo sexual …

Alcochete. "Se Mustafá estivesse lá aquilo não tinha acontecido"

O arguido Emanuel Calças disse, esta sexta-feira, em tribunal que, se Mustafá estivesse com o grupo que invadiu a academia do Sporting, "aquilo não tinha acontecido". "Tenho a certeza de que se o Mustafá estivesse presente …

Coronavírus ameaça o têxtil português (mas também é uma "oportunidade")

O sector têxtil nacional está ameaçado e pode parar a produção já em Março. Tudo devido à falta de matéria-prima que vem da China e que se deve à epidemia do novo coronavírus. A "situação …

Governo diz que prejuízo da TAP "não foi um desvio qualquer" e que já devia ter tido lucro em 2018 e 2019

O ministro das Infraestruturas disse, esta sexta-feira, que o orçamento que a comissão executiva da TAP apresentou ao Conselho de Administração para 2018 e 2019 previa lucro e que o prejuízo de 105,6 milhões "não …

João Lourenço duplica valor de subsídio de antigos Presidentes de Angola

O Presidente angolano, João Lourenço, duplicou o valor do subsídio de fim de mandato pago a antigos chefes de Estado, mas cortou outras regalias, nomeadamente a nível da segurança e quadro de pessoal. O decreto-presidencial 32/20, …