Caçador furtivo de rinocerontes morto por elefantes e comido por leões

Um suposto caçador furtivo de rinocerontes foi morto por um elefante e os seus restos mortais foram provavelmente devorados por um grupo de leões, revelaram as autoridades do Parque Nacional Kruger, na África do Sul.

Segundo avançou no domingo a NPR, os guardas florestais receberam, na semana passada, um telefonema da família do suspeito caçador, informando que os cúmplices do seu parente disseram que o mesmo foi morto por um elefante na terça-feira passada, enquanto caçavam rinocerontes no parque nacional.

De acordo com o agente da polícia Leonard Hlathi, o elefante atacou o suposto caçador “de repente” e os seus cúmplices alegaram ter levado o seu corpo para uma estrada, antes de deixarem o parque.

As autoridades começaram as buscas para encontrar os restos mortais do homem, mas ainda não conseguiram localizar o corpo. “Indicações encontradas na cena sugerem que um grupo de leões devorou os restos mortais, deixando apenas um crânio humano e um par de calças”, indica um comunicado emitido pelos responsáveis do parque nacional.

Desde que a notícia foi divulgada, os comentários não tardaram. “É o Círculo da Vida”, comentou um utilizador no Twitter.

Glenn Phillips, diretor do parque, emitiu condolências à família do falecido. “Entrar no Kruger National Park ilegalmente e a pé não é sábio, tem muitos perigos e este incidente é prova disso”, disse num comunicado.

A polícia está a investigar o incidente. Os outros quatro supostos caçadores furtivos foram presos e comparecerão ao tribunal.

Esta não é a primeira vez que animais matam um caçador na África do Sul. No ano passado, outro foi atacado e devorado por leões, na província de Limpopo.

O número de rinocerontes explorados na África do Sul tem diminuído desde 2014, mas a demanda pelo chifre do animal, no entanto, permanece forte, de acordo com a Reuters. Mais de 500 rinocerontes foram caçados devido aos seus chifres nos primeiros oito meses do ano passado.

O Parque Nacional Kruger, a maior reserva de caça da África do Sul, cobre milhares de quilómetros quadrados ao longo da fronteira nordeste do país. Até o final do ano passado, o parque tinha cerca de cinco mil rinocerontes, menos quatro mil que em 2014, segundo estimativas do governo. A caça furtiva e a seca contribuíram para essa diminuição.

Em 2018, a ministra de Assuntos Ambientais da África do Sul, Edna Molewa, classificou a caça de rinocerontes como “um crime nacional prioritário”. Em comunicado, disse que mais de 500 caçadores furtivos e traficantes foram presos em 2017, com a maioria das detenções a ocorrer dentro ou ao redor do Parque Nacional Kruger.

TP, ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Uma excelente notícia para variar um pouco!Menos um inútil numa sociedade cheia de inúteis é sempre uma boa notícia!

RESPONDER

"Infortúnios" vão chegar "mais cedo do que o esperado". Marcelo pede mais crescimento económico

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, diz que o país precisa de mais crescimento económico. "Este que temos não chega", porque "os infortúnios" vão chegar mais cedo do que o previsto. Esta terça-feira, o …

Arqueólogo encontra dezenas de sítios maia graças a um mapa online gratuito

Um arqueólogo norte-americano descobriu 27 sítios maias com 3.000 anos graças a um mapa online gratuito, escreve o jornal The New York Times. Takeshi Inomata, arqueólogo da Universidade do Arizona, nos Estado Unidos, utilizou um mapa …

39 pessoas encontradas mortas dentro de um camião no Reino Unido

Um camião foi encontrado, esta quarta-feira, em Essex, no Reino Unido, com 39 pessoas sem vida no seu interior. O condutor já foi detido. Segundo o The Guardian, as autoridades britânicas já iniciaram uma investigação, depois …

Hospital das Forças Armadas não operou um único doente do SNS

O Hospital das Forças Armadas (HFAR) ainda não apresentou qualquer candidatura para ser “convencionado pelo Serviço Nacional de Saúde”. No ano passado, os ministérios da Defesa e da Saúde assinaram um acordo para que o Hospital …

Chuvas torrenciais fazem um morto em Espanha e inundações em França

Em Espanha, uma pessoa morreu e pelo menos outras duas estão desaparecidas. No sul de França, a tempestade Dana também já causou várias inundações. Segundo o jornal La Vanguardia, as chuvas torrenciais registadas, esta madrugada, na …

Falta de condições para emergência médica obriga INEM a transferir helicóptero para Viseu

A falta de condições para operações de emergência médica no heliporto de Santa Comba Dão obrigou o Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) a transferir o seu helicóptero para o aeródromo de Viseu, foi anunciado …

Macacos "arrasaram" humanos num simples jogo de computador

Quando se trata de ganhar jogos e resolver quebra-cabeças, às vezes os macacos fazem-no de forma mais inteligente do que os humanos. Para além das suas incríveis capacidades físicas, os macacos também mostram uma incrível "flexibilidade …

Morreu Marieke Vervoort, a campeã paralímpica belga que recorreu à eutanásia

Morreu Marieke Vervoort, de 40 anos, que sofria de uma doença muscular degenerativa sem cura. Decidiu pôr termo à vida com recurso à morte assistida. A belga era campeã paralímpica com conquistas de medalhas de ouro …

China pode substituir chefe de governo de Hong Kong face aos recentes protestos

A China estará a equacionar substituir Carrie Lam, chefe do governo de Hong Kong, por um líder interino, na sequência dos protestos violentos que decorrem na cidade há cinco meses. De acordo com o Financial Times, …

Presidente do Chile anuncia pacote de medidas sociais para travar protestos

O Presidente chileno anunciou na terça-feira um pacote de medidas sociais para travar os protestos que duram há cinco dias e que já causaram 15 mortos, após o anúncio de um aumento nos preços do …