Já há mais britânicos contra o Brexit do que a favor

Sean Dempsey / EPA

A três meses da data prevista para a saída do Reino Unido da União Europeia, uma nova sondagem conclui que a maioria da população britânica é a favor da permanência na UE.

De acordo com a sondagem realizada pela empresa YouGov junto de 25 mil eleitores, se agora fosse realizado um referendo, 46% votariam a favor da permanência, 39% a favor da saída e os restantes não saberiam, não votariam ou simplesmente não quiseram responder a essa questão.

Quando estes últimos são retirados da amostra, a proporção passa para 54% a favor da permanência na UE e 46% a defender o Brexit, adianta a agência Reuters.

O inquérito, encomendado pela campanha People’s Vote – que defende um novo referendo -, mostra a polarização dos eleitores britânicos em relação ao Brexit, já visível em outras sondagens realizados nos últimos meses, com uma tendência ténue a favor da permanência na UE – ao contrário do referendo de 2016, que deu a vitória à saída do Reino Unido da UE, com 52% dos votos.

Embora a primeira-ministra Theresa May seja contra um novo referendo, 41% dos britânicos não concordam e querem ter uma nova palavra a dizer. Apenas 36% acreditam que o Brexit deve ser votado no Parlamento e, se os indecisos forem removidos da amostra, a divisão é de 53% contra 47%.

Theresa May não tem conseguido obter a aprovação dos deputados para aprovar o acordo sobre o Brexit no Parlamento, o que levanta questões sobre a possibilidade de fechar um acordo e sobre as consequências e riscos que isso poderá trazer.

May alerta para “território desconhecido”

A primeira-ministra britânica advertiu no domingo que o Reino Unido entrará num “território desconhecido” se o parlamento recusar este mês o acordo do Brexit a que chegou com a União Europeia.

A chefe do Governo confirmou numa entrevista que tenciona submeter o acordo a votação durante a terceira semana de janeiro, uma votação que em dezembro tinha adiado devido à falta de maioria parlamentar que o apoie.

“Se o acordo não for aprovado vamos entrar num território desconhecido. Não acredito que alguém possa dizer exatamente o que ocorreria, em termos da reação que veríamos no parlamento”, defendeu a primeira-ministra.

May insistiu que espera nos próximos dias obter novas garantias pela parte da UE que outorguem “confiança” aos críticos do pacto de que o mecanismo de salvaguarda para evitar uma fronteira da Irlanda do Norte não se converta em permanente.

A primeira-ministra britânica insistiu que é contrária à convocatória de um segundo referendo, defendendo que seria uma “falta de respeito” face ao resultado da consulta de junho de 2016, na qual 51,9% dos votantes optaram pela saída da UE.

May também sublinhou que não há tempo para organizar um referendo antes de 29 de março e que por isso essa opção obrigaria a adiar o Brexit.

ZAP // Lusa

 

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Empresa portuguesa quer produzir alface em câmaras frigoríficas (e podem ser levadas para Marte)

A empresa Grow to Green promete que vai produzir alimentos indoor. É possível gastar menos 98% de água na produção de alface, o que permite cultivá-lo diretamente no supermercado, no deserto ou, quem sabe um …

May rejeita novo referendo, apresenta Plano B do Brexit e pede ajuda à oposição

A primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, rejeitou esta segunda-feira convocar um segundo referendo sobre o Brexit e afirmou que espera voltar a debater com a União Europeia o controverso plano de salvaguarda elaborado para …

Porto vende 35 mil francesinhas por dia (e os turistas adoram)

O Porto vende pelo menos 35 mil francesinhas por dia nos mais de 700 cafés e restaurantes da cidade, o que significa que por mês há cerca de um milhão daquelas sanduíches especiais a serem …

China limita número de alpinistas autorizados a escalar Everest

O número total de alpinistas que tentam alcançar o topo do Everest, a 8.850 metros de altitude, a partir do norte, serão limitados a menos de 300, e a temporada de escalada será restringida à …

Rede francesa de solidariedade acolhe brasileiros que queiram fugir de Bolsonaro

Solidarité Brésil é o nome da iniciativa, lançada esta sexta-feira, em Paris, que tem como objetivo ajudar estudantes, artistas ou intelectuais que se sintam ameaçados no Brasil de Jair Bolsonaro. Podem ser estudantes, investigadores, artistas, professores, …

Todos os dias cinco portugueses tornam-se britânicos

Todos os dias, em média, cinco emigrantes portugueses tornam-se britânicos. Só entre janeiro de 2017 e setembro de 2018, 2.655 emigrantes no Reino Unido conseguiram obter cidadania britânica, número que supera o total de autorizações …

O maior encontro religioso do mundo leva 150 milhões de pessoas à Índia

Até 04 de março, são esperados na cidade indiana Allahabad cerca de 150 milhões de peregrinos, que buscam proteção e purificação nas águas que cruzam os rios sagrados Ganges, Yamuna e Saraswati, durante aquele que é …

Ciclistas indignados com anúncio que mostra bicicleta a ser abalroada

Um anúncio de publicidade do Continente em que um ciclista é abalroado por um automóvel está a gerar indignação. A Federação Portuguesa de Ciclismo já pediu a retirada do anúncio e apresentou queixa à Entidade …

Hoje, Wall Street parou. É dia de Martin Luther King Jr

Desde 1986 que se realiza, nos EUA, na terceira segunda-feira de janeiro, o dia de Martin Luther King Jr., um feriado federal. A bolsa de Nova York estará encerrada, assim como a maior parte das …

Vaticano acusado de conhecer má conduta de bispo argentino desde 2015

O Vaticano recebeu informações entre 2015 e 2017 de que um bispo argentino próximo do papa exibia um comportamento "obsceno" e foi acusado de má conduta com seminaristas, segundo um religioso citado pela Associated Press. As …