Brexit vai começar. Ministros britânicos proibidos de sair do país

O Partido Conservador do Reino Unido proibiu os membros do governo de sair do país devido ao início do Brexit, o processo de saída do país da União Europeia.

De acordo com o The Daily Telegraph, pelo menos dois ministros foram obrigados a mudar seus planos para visitar o estrangeiro em ligação com a situação. O jornal não especifica os nomes dos políticos.

“É impossível sair do país neste momento. Se isto continua, haverá um aumento da pressão para fazer eleições antecipadas”, diz um dos governantes, citado pelo Telegraph.

A limitação de sair para estrangeiro, segundo o jornal britânico, estará ligada ao facto de os conservadores terem uma margem mínima de vantagem no Parlamento britânico.

O partido no poder receia que a saída de ministros na véspera da votação do projeto de lei que lança o processo do Brexit poderia vir a mudar o equilíbrio de forças, e que alguns conservadores possam juntar-se aos apoiantes da UE, aprovando as mudanças ao documento propostas pela Câmara dos Lordes.

Na passada sexta-feira, o jornal tinha adiantado que a primeira-ministra Theresa May poderia activar Artigo 50 já na próxima terça-feira, 14 de março, depois de ambas as câmaras do Parlamento aprovarem o projecto de lei respectivo, no dia 13.

Os pares já introduziram duas emendas ao documento – uma das quais contempla a protecção dos direitos dos cidadãos comunitários que residem no Reino Unido, enquanto a outra concede poder ao parlamento para vetar os termos finais do acordo sobre o “Brexit”.

Segundo fontes do governo citadas pelo “The Guardian”, parlamentares conservadores “rebeldes” pediram ao ministro para a saída da União Europeia, David Davis, que se comprometa com “promessas firmes” em ambos os temas quando estes forem debatidos na Câmara dos Comuns.

“É completamente inaceitável que, caso não haja acordo, os britânicos, e seus representantes eleitos, os deputados, não tenham voz sobre o que vai acontecer em seguida”, diz a deputada Anna Soubry, um dos conservadores rebeldes.

Está no entanto previsto que o gabinete de Theresa May rejeite ambas as emendas.

O referendo sobre a saída do Reino Unido da UE foi realizado em 23 de junho de 2016 e foi aprovado por mais de metade dos votantes. Após o referendo, o então premiê britânico David Cameron renunciou ao mandato e foi substituído no posto pela chefe do Ministério do Interior Theresa May.

ZAP // Sputnik News / EFE

PARTILHAR

RESPONDER

Rio pede a António Costa para encerrar escolas já na quinta-feira

O presidente do PSD, Rui Rio, pediu esta quarta-feira ao primeiro-ministro, António Costa, que encerre as escolas, já a partir desta quinta-feira, como forma de conter a epidemia de covid-19. “Faço-lhe um apelo público para que …

PGR alega papel clarificador e transparente de diretiva sobre poderes hierárquicos no MP

A Procuradora-geral da República (PGR) garantiu esta terça-feira no parlamento que a recente diretiva sobre subordinação hierárquica teve unicamente um "propósito clarificador e de transparência" sobre aquilo que já era o relacionamento entre os escalões …

"A democracia prevaleceu". Joe Biden apela à união na tomada de posse como 46º Presidente dos Estados Unidos

O democrata Joe Biden tomou esta quarta-feira posse como 46.º Presidente dos Estados Unidos, após ter feito o juramento de funções perante o presidente do Supremo Tribunal, John Roberts, nas escadas do Capitólio, em Washington. Joe …

Presidente da Suíça no topo dos salários. Marcelo no fim da lista

Uma lista elaborada com dados da IG - consultora britânica de mercados financeiros - revelou que quanto mais rico o país, em regra, mais alto é o ordenado do chefe de Estado, com o Presidente …

Novo estudo reitera eficácia da vacina da Pfizer contra variante britânica do coronavírus

Um novo estudo da empresa alemã BioNTech sugere que a vacina desenvolvida por esta e pela farmacêutica norte-americana Pfizer contra a covid-19 é também eficaz na variante do coronavírus que surgiu no Reino Unido. O estudo, …

Governo reúne-se com especialistas ainda esta quarta-feira

O Governo vai reunir-se ainda nesta quarta-feira com epidemiologistas. A informação foi inicialmente avançada pela TSF, sendo posteriormente confirmada pelo primeiro-ministro, António Costa, em Bruxelas. O encontro será presidido pela ministra da Saúde, Marta Temido, …

Charles Michel propõe "pacto fundador" para tornar Europa e EUA "mais fortes"

O presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, propôs esta quarta-feira ao novo Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, a criação de um “pacto fundador” para tornar a Europa e a América “mais fortes”. “No primeiro dia …

Mayan faz visita "surreal" a hospital fechado em Miranda do Corvo (e adverte para destruição económica e social)

O candidato presidencial apoiado pelo Iniciativa, Liberal Tiago Mayan Gonçalves, esteve na terça-feira em campanha nas instalações do hospital fechado de Miranda do Corvo, tendo-o apontado como um cenário “surreal” num dos períodos mais difíceis …

Parlamento prepara renovação do estado de emergência até ao fim de fevereiro

O parlamento agendou para dia 11 de fevereiro um debate e votação sobre o eventual decreto presidencial para a prorrogação do estado de emergência em Portugal, por novo período de 15 dias, para fazer face …

Trump já deixou a Casa Branca. "Tenham uma boa vida, voltaremos a ver-nos”

O Presidente cessante dos Estados Unidos já deixou a Casa Branca. A poucas horas da tomada de posse do democrata Joe Biden, Donald Trump afirmou ter sido uma “grande honra” ter desempenhado este cargo. “Foi …