Brasileira casada com americano foi presa durante entrevista para “green card”

Elza Fiuza/ABr

-

Uma mulher brasileira foi presa na semana passada na cidade de Lawrence, em Massachusetts, nos Estados Unidos, enquanto estava numa entrevista para legalizar a sua situação no país e obter o visto de residência permanente.

À BBC, o advogado da mulher afirmou que, após 45 minutos de entrevista no departamento de imigração as autoridades entraram na sala com uma ordem de deportação.

A mulher, que tem 40 anos e vive ilegalmente nos EUA há 16 anos, foi levada para uma cadeia local, onde está presa desde a semana passada.

“Eles namoravam há 8 anos e casaram-se no ano passado. Ela tinha um trabalho fixo e nenhum histórico de criminalidade. Estamos a tentar conseguir uma reabertura do processo de deportação”, disse o advogado Brian Doyle.

Segundo a imprensa local, a brasileira já tinha recebido uma ordem de deportação e não compareceu em tribunal. Apesar das autoridades não considerarem essa atitude como ato criminoso, o não comparecimento à audiência é uma irregularidade passível de prisão.

A lei americana permite que pessoas em situação ilegal se regularizem dentro do território americano, especialmente em casos sem antecedentes criminais e de casamento com cidadãos locais.

Por outro lado, também permite que as pessoas em situação irregular sejam detidas através de deportação expedidas por juízes, como foi o caso da mulher brasileira.

“Nunca vi algo parecido em toda a minha vida. Normalmente isto acontece com pessoas que causam alguma ameaça à segurança nacional. Ela tem marido, três filhos e trabalho. Ao mesmo tempo, os polícias estavam no direito de prendê-la e não podem ser acusados de abuso”, disse Doyle à BBC.

Susan Church, diretora do escritório local da Associação Americana de Advogados de Imigração, disse à radio W-Bur FM que a detenção reforça a mudança de postura implementada por Donald Trump na relação do governo americano com imigrantes.

“A detenção de um indivíduo nestas circunstâncias é algo definitivamente novo. O governo Obama tinha dito aos polícias para não prenderem indivíduos em processo de legalização, sem antecedentes criminais”, afirma Susan.

Segundo Susan, as novas ações de Trump poderão estimular pessoas que pretendem a legalização a continuar ilegais. “As pessoas que são elegíveis ao green card [visto americano de residência e trabalho] e que estão a fazer tudo o que o governo recomenda, vão ficar com medo e vão esconder-se“, disse.

Segundo o advogado da brasileira, não há previsão para a deportação nem para um eventual reinício do processo de naturalização da mulher.

Esta situação provocou debates entre os cidadãos americanos. Muitos indivíduos expressaram uma opinião a favor da detenção e deportação, enquanto outros disseram que, apesar de estar ilegal no país, a brasileira pretendia obter o visto americano de residência e trabalho.

ZAP // BBC

PARTILHAR

RESPONDER

Vídeo de criança vítima de bullying gera onda de apoio global

Internautas de todo o mundo, inclusive celebridades, uniram-se para dar apoio ao menino australiano, de nove anos, que sofre de bullying por causa da sua aparência. De acordo com a BBC, Yarraka Bayles partilhou o vídeo …

Descoberta nova quasipartícula: o π-ton

Foi descoberta uma nova quasipartícula no Instituto de Tecnologia de Viena. Os cientistas batizaram-na de π-ton, uma quasipartícula que contém dois eletrões e duas lacunas. Existem diferentes tipos de partículas. Um deles, as quasipartículas, são excitações …

É oficial. Friends está de volta para um episódio especial

As preces dos fãs foram finalmente ouvidas. O elenco de Friends vai reunir-se para um episódio especial exclusivo na HBO Max. Jennifer Aniston, Courteney Cox, Lisa Kudrow, Matt LeBlanc, Matthew Perry e David Schwimmer voltarão ao …

Dieta ocidental está a deixar as pessoas menos inteligentes

Uma dieta pouco saudável, à base de hambúrgueres e doces está literalmente a deixar as pessoas menos inteligentes apenas no espaço de uma semana. Esta foi a conclusão de um estudo de investigadores da Universidade …

Pedro Proença: Sociedade deve atuar no combate ao racismo

O presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) disse, esta sexta-feira, que a sociedade portuguesa deve atuar no combate ao racismo, violência, xenofobia e intolerância. A Liga vai lançar, durante este fim-de-semana, uma campanha com …

Na última década, Coreia do Norte gastou mais de meio milhão de dólares em cavalos russos

A Coreia do Norte gastou recentemente dezenas de milhares de dólares na aquisição de 12 cavalos provenientes da Rússia, de acordo com os dados alfandegários. A Coreia do Norte gastou quase meio milhão de dólares (584.302 …

O caranguejo "supervilão" do Canadá vai ser transformado em plástico biodegradável

Uma equipa de cientistas no Canadá desenvolveu um plano para transformar uma espécie invasora de crustáceo - conhecida como como caranguejo supervilão - em copos e talheres  de "plástico", usando as suas carapaças para criar …

Covid-19. Tripulante de navio japonês pode ser o primeiro português infetado

Um português que é tripulante do navio Princess Cruises, atracado no porto de Yokohama, no Japão, pode ter sido diagnosticado "positivo" com o novo coronavírus. Contactada pela agência Lusa, a diretora-geral de Saúde, Graça Freitas, afirma …

Harry e Meghan vão deixar de poder usar a marca Sussex Royal

O duque e a duquesa de Sussex vão deixar de poder usar a marca Sussex Royal, anunciou, esta sexta-feira, um porta-voz da casa real. "Estando o duque e a duquesa focados nos seus planos de estabelecer …

Messi marca quatro e embala Barcelona para o topo da La Liga

Um póquer de Lionel Messi embalou o FC Barcelona, este sábado, para a liderança da Liga espanhola, com uma "mão cheia" de golos na receção ao Eibar (5-0). Os catalães subiram ao topo de La Liga …