Brasil investiga mais quatro navios gregos por suspeitas de derrame de petróleo

As autoridades brasileiras investigam mais quatro navios de bandeira grega suspeitos de derrame de petróleo no litoral nordeste do país, além do Bouboulina, da empresa Delta Tankers, que já se encontrava em investigação, avançou na quarta-feira a imprensa local.

Apesar de a Marinha brasileira não ter revelado os nomes das embarcações investigadas, a companhia Delta Tankers informou, na sua página oficial, tratar-se dos navios-tanques Maran Apolo e Maran Libra, da empresa Maran Tankers, Minerva Alexandra, da Minerva Marine, e do Cap Pembroke, da companhia Euronav, além do Bouboulina.

A Delta Tankers afirmou ainda no comunicado que apenas recebeu na terça-feira um aviso oficial do Ministério de Assuntos Marítimos da Grécia, no qual foi pedido, pela Marinha do Brasil, o fornecimento de documentação sobre a sua embarcação.

A empresa reiterou que não está envolvida no derrame de petróleo que desde 02 de setembro polui centenas de praias dos nove estados da região nordeste do Brasil.

“A Delta Tankers realizou uma pesquisa completa do material a partir de câmaras, dados e registos, e não há provas de que a embarcação tenha parado, realizado operações navio-a-navio, carga perdida ou derramada, desacelerou ou desviou-se do rumo, na sua viagem da Venezuela para Melaka, na Malásia”, argumentou a companhia grega, acrescentando que cumpre “rigorosas políticas ambientais e regulamentos internacionais”.

A Marinha brasileira disse que identificou 30 navios-tanque de várias nacionalidades que navegaram próximo à costa brasileira onde ocorreu o derrame, mas notou que o Bouboulina é o principal suspeito.

O Laboratório de Análise e Processamento de Imagens de Satélites (LAPIS) da Universidade Federal de Alagoas, no Brasil, encontrou uma fotografia que revela uma mancha escura no litoral nordeste, numa trajetória similar à do petroleiro Bouboulina. Contudo, a data da mancha de 85 quilómetros é anterior à passagem do navio grego pela rota, segundo o Globo.

A mancha apareceu parcialmente numa imagem de 24 de julho, mas o Bouboulina só passou naquela área dois dias depois.

A imagem de satélite exibe um ponto branco, que “claramente se trata de um navio”, segundo disse ao Globo o cientista Humberto Barbosa, referindo ser impossível identificar a embarcação devido à baixa resolução do sensor que fez a captação.

Em declarações aos jornalistas, o ministro do Meio Ambiente do Brasil, Ricardo Salles, disse na quarta-feira que tentou evitar alarmismos ao divulgar informações relativas ao avanço da mancha de petróleo, de forma a não prejudicar o turismo na região nordeste.

“A nossa preocupação, desde o começo, foi não criar informações que encorajassem um impacto ainda maior no turismo da região, que precisa dos turistas”, declarou o ministro, citado pela agência Brasil, indicando que foram tomadas todas as medidas de identificação e monitorização do petróleo quando o Governo teve noção da dimensão do problema.

“Tivemos cuidado para não criar uma falsa sensação de que todo o nordeste está a ser atingido pelas manchas, ao mesmo tempo. (…) Fizemos o esforço de deixar claro que, uma vez retirado o petróleo das praias, pode restabelecer-se o trânsito de turistas. Porque esta é, justamente, a região que depende do turismo”, concluiu o governante.

Desde 02 de setembro, cerca de quatro mil toneladas de petróleo chegaram a 314 praias dos nove estados do nordeste brasileiro. Investigações indicaram que o derrame de petróleo bruto ocorreu a cerca de 700 quilómetros da costa brasileira entre os dias 28 e 29 de julho.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

"Fez a Amadora e uma parte de Luanda". Amigo de Salgado nega "qualquer perdão de dívida" do Montepio

O construtor civil José Guilherme, que está no centro das investigações ao Banco Montepio, assegura que não recebeu qualquer empréstimo sem garantias, nem "qualquer perdão da dívida", garantindo ainda que sempre cumpriu todas as suas …

Entre Rui Rio e Luís Montenegro, há quem vote no regresso de Passos Coelho

O presidente do PSD, Rui Rio, e o antigo líder parlamentar Luís Montenegro voltam hoje a disputar eleições directas, numa inédita segunda volta em que podem votar 40.604 militantes com as quotas em dia. Nos …

Vírus detetado na China pode já ter infetado mais de mil pessoas

O número de pessoas infetadas com um vírus que matou duas pessoas na China ultrapassa provavelmente o milhar de casos e é muito superior àquele avançado pelas autoridades locais, segundo investigadores britânicos. Num artigo publicado, esta …

Joacine Katar Moreira não vai renunciar ao cargo de deputada

O IX Congresso para eleger os novos órgãos do Livre começa, este sábado, em Lisboa. A única deputada do partido na Assembleia da República já disse que não vai renunciar ao cargo. À chegada ao IX …

Cabeceamentos no futebol podem ser proibidos ou limitados. O problema é o risco de demência

A Federação escocesa de futebol prepara-se para proibir os cabeceamentos nos escalões com menores de 12 anos.  Em Inglaterra, fala-se em limitar este gesto futebolístico que foi associado a doenças neuro-degenerativas em vários estudos científicos. …

Fenómeno cerebral desvenda enigma sobre as casas do Neolítico

O comportamento humano está influenciado por aspetos inconscientes. Um deles é um fenómeno da perceção conhecido entre psicólogos como a negligência espacial cerebral. Este fenómeno refere-se à observação de que as pessoas saudáveis preferem o seu …

Justiça do Mónaco investiga José Eduardo dos Santos e Isabel dos Santos

As autoridades do Mónaco estarão a investigar a empresária angolana, assim como o seu pai e o seu marido, pelo crime de branqueamento de capitais. De acordo com o semanário Expresso, as autoridades judiciais do Mónaco …

Depressão Glória atinge Portugal continental com vento forte

A depressão Glória está a caminho. Segundo o Instituto Português do Mar e Atmosfera, no domingo, esperam-se rajadas de vento que podem atingir os 110 quilómetros por hora nas terras altas. A depressão Glória vai passar …

Governo não renova PPP do Hospital de Loures

O Estado não vai renovar a atual parceria público-privada (PPP) do Hospital Beatriz Ângelo, em Loures, que é gerido pelo grupo Luz Saúde, anunciou a Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo …

Cientistas podem ter descoberto por que Beethoven ficou surdo

Ludwig van Beethoven começou a notar dificuldades de audição em 1798, com 28 anos. Com 44 ou 45, estava totalmente surdo. Aos 56 anos, o músico morreu e, até hoje, ainda não se sabe …