Boris “não hesitará” em suspender acordo por causa da Irlanda do Norte

Olivier Hoslet / EPA

Primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, e Presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen

O primeiro-ministro britânico afirmou, este sábado, que “não hesitará” em suspender o acordo do Brexit se a União Europeia (UE) não mostrar flexibilidade e aceitar aplicá-lo de forma “sensata”.

“Se o protocolo continua a ser aplicado desta maneira, não hesitaremos em invocar o artigo 16.º, como disse antes”, disse Boris Johnson numa entrevista à estação Sky News, argumentando que os países europeus “precisam de meter na cabeça” que o Reino Unido é indivisível.

O artigo 16.º do Protocolo da Irlanda do Norte do Acordo de Saída do Reino Unido permite a sua suspensão caso a sua aplicação “origine graves dificuldades económicas, societais ou ambientais”.

UE e Reino Unido estão em conflito aberto porque este último tomou medidas unilaterais para mitigar o impacto da introdução de controlos aduaneiros na circulação de algumas mercadorias, como produtos alimentares frescos, o que levou a Comissão Europeia a levantar um processo de infração em março.

Ao abrigo do Protocolo, a Irlanda do Norte manteve-se na prática no mercado único, tendo sido introduzidos controlos alfandegários nas mercadorias que chegam da Grã-Bretanha (Inglaterra, País de Gales e Escócia) para evitar uma fronteira física com a vizinha Irlanda.

Uma fronteira aberta é uma das condições dos acordos de paz de 1998 que colocaram fim a décadas de violência sectária entre católicos, republicanos favoráveis à reunificação da ilha inteira, e protestantes, ‘unionistas’ que querem que o território permaneça sob a coroa britânica.

Foi esta questão que atrasou um entendimento no processo de saída do Reino unido da UE, desencadeado em 2017 mas só concluído em 2020 graças a este Protocolo, que os críticos consideram criar uma fronteira na Irlanda do Norte.

“Penso que o acordo que assinamos é perfeitamente razoável, mas não penso que a aplicação ou interpretação da UE do protocolo seja sensata ou pragmática“, vincou à Sky News o líder britânico.

Hoje, à margem da cimeira do G7 em Carbis Bay, sudoeste de Inglaterra, Boris Johnson reuniu-se com a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, e o presidente do Conselho Europeu, Charles Michel.

O encontro centrou-se exclusivamente neste tema e Bruxelas pediu para que o tom fosse moderado, ao mesmo tempo que aceitou a necessidade de encontrar soluções, adiantaram fontes do executivo comunitário. Porém, também reiteraram que o Protocolo foi assinado pelas duas partes e deve ser implementado.

“Há total unidade da UE nesta questão”, escreveram Von der Leyen e Michel na rede social Twitter de forma idêntica.

O tema também foi abordado esta manhã em encontros bilaterais de Boris Johnson com a chanceler alemã, Angela Merkel, e o Presidente francês, Emmanuel Macron.

Nas últimas semanas, a UE sugeriu que o Reino Unido aceitasse um acordo em que se comprometeria a cumprir as normas europeias para as questões sanitárias e fitossanitárias, tal como a Suíça.

Porém, o Governo britânico não quer um “alinhamento dinâmico” e prefere um sistema de reconhecimento mútuo dos respetivos sistemas, que estavam integrados até à saída do Reino Unido do mercado único.

A UE ameaçou reagir “com rapidez” e “firmeza” caso o Governo britânico tome novas decisões unilaterais, nomeadamente uma extensão do período de adaptação para carne refrigerada, que deveria terminar em 30 de junho, ameaçando criar, segundo a imprensa britânica, uma “guerra de salsichas”.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Pizza para Itália e salmão para a Noruega. Emissora pede desculpa por imagens usadas nos Jogos Olímpicos

O canal de televisão sul-coreano MBC pediu desculpa publicamente após usar imagens para representar países durante a cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Fotos de pizza para a comitiva italiana, de salmão para a …

"Quanto mais cedo, melhor". A dona da Marlboro apoia a proibição dos cigarros até 2030

O CEO da Philip Morris Internacional, dona da Marlboro, apoia a proibição da venda de cigarros, mas os activistas anti-tabaco já acusaram a empresa de hipocrisia por tentar comprar uma farmacêutica enquanto lucra com o …

Bezos e Branson não são astronautas, clarifica Administração da Aviação norte-americana

Dúvida instalou-se depois dos voos que levaram os dois bilionários ao espaço. Novas diretrizes da Administração Federal de Aviação vêm esclarecer.  Após os voos que os tornaram nos primeiros turistas espaciais, Jeff Bezos e Richard Branson …

Soldados afegãos buscam refúgio no Paquistão após perderem postos na fronteira

Quase meia centena de soldados afegãos buscaram asilo no Paquistão após perderem para os Talibãs o controle das posições militares na fronteira, informou o exército paquistanês esta segunda-feira. Centenas de soldados do exército afegão e oficiais …

Portugal ultrapassa Estados Unidos em população com vacinação completa

EUA vivem atualmente um planalto no seu processo de vacinação, com pouco mais de meio milhão de cidadãos a serem vacinados diariamente. Desaceleração no ritmo de inoculações é atribuída a motivações pessoais da população e …

Mulher que vestia camisola com capa do Charlie Hebdo ferida em Londres

Uma mulher que vestia uma camisola estampada com uma capa da revista satírica francesa Charlie Hebdo foi ferida levemente com arma branca no domingo em Hyde Park, em Londres, informou a polícia, que pediu colaboração …

Novo Banco. Comissão de inquérito aprova que resolução do BES foi "fraude política"

A comissão de inquérito ao Novo Banco aprovou uma proposta do PCP de alteração ao relatório referindo que a resolução do BES e a sua capitalização inicial, de 4.900 milhões de euros, foi "uma fraude …

BCP prevê saída de mais de 800 trabalhadores e admite despedimento coletivo

O presidente do BCP disse esta segunda-feira que deverão sair do banco mais de 800 trabalhadores, abaixo da meta inicial de 1.000, mas que depende dos funcionários que aceitarem rescindir e mantém a possibilidade de …

Jogos Olímpicos. Ouro e prata para atletas de...13 anos

Pódio muito jovem na estreia do skate feminino. A espreitar o pódio ficou uma norte-americana com quase o triplo da idade. O skate está a "viver" os seus primeiros dias na história dos Jogos Olímpicos. Inserido …

SEF e PSP reforçam fiscalização às regras aplicáveis nas viagens de avião

O SEF e a PSP reforçaram a fiscalização nos aeroportos às regras do tráfego aéreo devido às variantes de covid-19 e ao aumento do número de voos previsto para as próximas semanas, segundo um despacho …