Boris Johnson acusado de fazer promessas contraditórias sobre Brexit

O candidato favorito a líder do Partido Conservador e a primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, tem sido acusado de fazer promessas contraditórias sobre o Brexit aos deputados tories para conseguir o apoio destes.

Esta terça-feira, os deputados votam nos seus candidatos favoritos e os que restarem na corrida defrontam-se às 20h00 na BBC, no segundo debate televisivo da campanha, o primeiro em que Johnson marcará presença.

Entre os apoiantes de Johnson encontra-se a maioria dos deputados eurocéticos de linha dura, mas também moderados como o ministro da Saúde, Matt Hancock, o secretário de Estado para as Prisões, Robert Buckland, e o presidente da comissão do Digital, Cultura, Media e Desporto, Damian Collins. O espectro alargado de apoios levanta questões sobre as promessas que Johnson tem feito aos tories, de acordo com o The Guardian.

O ex-ministro dos Negócios Estrangeiros terá dito aos eurocéticos de primeira linha, num encontro privado, que o plano para o Brexit da primeira-ministra interina, Theresa May, estava “morto”.

Mas, ao mesmo tempo, Johnson tem afirmado publicamente que, consigo na liderança, haveria apenas uma muito pequena possibilidade de um Brexit sem acordo, reforçando essas garantias em reuniões com conservadores moderados.

Johnson tem conseguido evitar perguntas sobre os seus planos para a saída do Reino Unido da União Europeia, apesar de já ter assegurado publicamente que, com ele, o Brexit acontecerá, com ou sem acordo, no novo prazo, 31 de outubro. No domingo, foi o único ausente no primeiro debate entre os candidatos que se mantêm na corrida.

“Onde está o Boris? Se a sua equipa não lhe permite discutir com cinco colegas bastante amigáveis, como lidará com 27 países europeus?”, perguntou, em tom de crítica, o ministro dos Negócios Estrangeiros, Jeremy Hunt.

Na primeira votação, realizada na semana passada, Johnson conseguiu os votos de 114 deputados, mais de um terço da bancada parlamentar conservadora. O seu rival mais próximo é Hunt, que ficou num recuado segundo lugar, com 43 votos.

Na votação desta terça-feira, Johnson deverá reforçar a sua posição como favorito, enquanto o ministro do Interior, Sajid Javid, o ministro para o Desenvolvimento Internacional, Rory Stewart, e Dominic Raab, que foi ministro do Brexit durante quatro meses no ano passado, lutam para conseguir os 33 votos necessários para permanecerem na contenda.

As três candidaturas afirmam-se confiantes de que atingirão esse número mínimo de votos, de acordo com o Expresso. O que for menos votado entre os três será eliminado. Jeremy Hunt e o ministro Ambiente, Michael Gove, já ultrapassaram essa marca, pelo que deverão manter-se na corrida.

Na quarta-feira, segue-se uma nova ronda de votações – e possivelmente uma outra na quinta – até que a disputa fique reduzida a dois candidatos. O par de finalistas será sujeito à votação de todos os membros do Partido Conservador (cerca de 150 mil), devendo o vencedor ser anunciado na semana de 22 de julho.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

A radiação de Chernobyl está a deixar as vespas esfomeadas (e isso é má notícia)

A Zona de Exclusão de Chernobyl é a área em torno da cidade ucraniana de Pripyat, onde a Central Nuclear de Chernobyl entrou em colapso em 1986. Apesar de não haver humanos na região, e …

Beethoven deixou a 10.ª sinfonia inacabada (e a IA vai completá-la)

Um dos maiores dilemas da história da música é a obra inacabada de Ludwig van Beethoven (1770-1827), a "10ª sinfonia", com muitos músicos a esforçar-se para finalizá-la, utilizando alguns dos fragmentos disponíveis, mas sem sucesso. Desta …

Orcas bebé têm maior probabilidade de sobreviver se viverem com a avó

Crias de orca que vivam com a avó têm uma maior probabilidade de sobreviver quando comparadas às outras orcas. A experiência destas espécimes mais velhas é essencial para o grupo. Tal como nos humanos, as avós …

A "capital mundial das pessoas feias" mora na Itália

Piobbico, na Itália, é uma cidade medieval repleta de grandes edifícios de pedra cercados por florestas exuberantes. No entanto, a cidade é conhecida pela feiura dos seus habitantes. Esta cidade, com cerca de 2.000 habitantes, alberga …

Jovem norte-americano despistou-se e caiu ao rio. Siri chamou os bombeiros

Um jovem norte-americano estava a caminho da universidade quando perdeu o controlo do carro, que derrapou sobre gelo, e foi parar ao rio Winnebago. Como não conseguiu encontrar o seu telemóvel, recorreu à Siri para …

Basta uma máscara impressa para enganar os sistemas de reconhecimento facial

Especialistas da empresa de inteligência artificial Kneron testaram sistemas em três continentes e vários falharam. O reconhecimento facial é, cada vez mais, um método de controlo e de segurança encarado como credível e, inclusivamente, usado …

Pandit olha para as vacas como família e quer produzir "leite ético" para vegans

Um agricultor nos Estados Unidos quer produzir "leite ético" para vegans, mantendo como prioridade o bem-estar e a saúde das vacas. Ultimamente, o consumo de leite tem sido posto cada vez mais em causa. Não só …

Jogadores do Arsenal doam um dia de salário para ações solidárias

Os futebolistas e a equipa técnica do Arsenal vão doar um dia de salário para ações solidárias de Natal. Os elementos técnicos também entraram na iniciativa, que prevê, ainda, a doação da receita do próximo …

Turismo, indústria e energia fazem do Norte região que mais cresceu em 2018

O Norte foi a região portuguesa que mais cresceu em 2018, com um aumento do Produto Interno Bruto (PIB) de 2,9%, impulsionado pelo turismo, indústria e energia, segundo dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística …

Um milhão de assinaturas contra sátira de Natal da Porta dos Fundos

A petição online contra o filme “Especial de Natal: A Primeira Tentação de Cristo”, uma sátira da produtora brasileira Porta dos Fundos, exibido na Netflix, conta com mais de um milhão de assinaturas. Lançada na semana …