Bombeiros na rua. Reforma “coloca em risco de vida” quem devem salvar

Paulo Cunha / Lusa

Bombeiros profissionais de todo o país manifestam-se esta quarta-feira em Lisboa contra as novas regras de aposentação e para mostrarem um “cartão vermelho” à proposta aprovada pelo Governo que coloca “em risco a integridade física” desta classe.

Organizada pela Associação Nacional de Bombeiros Profissionais e Sindicato Nacional de Bombeiros Profissionais (ANBP/SNBP), a manifestação tem como lema a “luta por uma aposentação justa e digna”.

O protesto acontece depois do Governo ter aprovado, a 9 de maio, o decreto-lei referente à aposentação dos bombeiros sapadores e dos bombeiros municipais, que segundo a ANBP/SNBP, aumenta para os 60 anos a idade de reforma.

De acordo com a ANBP/SNBP, os bombeiros profissionais não aceitam esta intenção e querem a pré-reforma aos 55 anos, como acontece com as forças de segurança.

Fernando Curto, presidente da ANBP, afirmou à Sábado que os bombeiros consideram “legítimo a proposta da aposentação aos 50/55 anos, sendo contemplada a pré-aposentação e a reserva. Porque um bombeiro com 50 anos já tem alguma dificuldade relativamente à destreza física. Portanto, se tiverem de trabalhar até aos 60 anos, essa dificuldade vai aumentar significativamente“.

A idade proposta pelo Governo para a aposentação coloca em risco de vida tanto os bombeiros como as pessoas que estes devem salvar, defende a ANBP. “Achamos que devemos ter a pré-reforma aos 55 anos, como acontece com as forças de segurança.”

A concentração, que está marcada para as 16h00, decorre entre Santos e a Assembleia da República, onde uma delegação de ANBP/SNBP vai entregar um memorando ao presidente da Assembleia da República.

A organização estima que estejam presentes na manifestação algumas centenas de bombeiros, entre municipais e sapadores, bem como elementos da Força Especial de Bombeiros, operadores de comunicações do centro nacional de operações e socorro e dos comandos distritais e bombeiros profissionais das associações humanitárias.

O Governo também aprovou, a 9 de maio, o estatuto dos bombeiros profissionais, que vai permitir uma carreira única e ordenados iguais para sapadores e municipais.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Um em cada quatro russos acredita que a pandemia é uma invenção

Um em cada quatro russos acredita que a pandemia de coronavírus é uma invenção, de acordo com uma pesquisa realizada pela Escola Superior de Economia de Moscou (HSE). Segundo avançou o site de notícias RBC, citado …

"Botellón" está de volta a Lisboa. Ajuntamentos sem controle podem estar a espalhar o vírus

Há cada vez mais ajuntamentos de jovens em Lisboa, nomeadamente nos bairros típicos, mas também em locais como bombas de gasolina, para o convívio e o consumo de álcool. Um tipo de comportamento que está …

Trump negou ter-se abrigado num bunker da Casa Branca por causa dos protestos

O Presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, negou esta quarta-feira ter sido escoltado para um 'bunker' na Casa Branca, devido aos protestos pela morte de George Floyd, alegando ter ido lá apenas para inspecionar …

Itália. Manifestantes desviam as máscaras e protestam contra medidas para conter pandemia

Centenas de manifestantes se reuniram em Roma, desviando as suas máscaras dos rostos, para protestar contra as medidas do Governo italiano para impedir a propagação do coronavírus. Segundo avançou na terça-feira a Time, os manifestantes, que …

Brasil pagou anúncios em sites investigados por publicar notícias falsas, avança O Globo

O Governo brasileiro publicou milhões de anúncios oficiais em sites investigados por divulgar notícias falsas, avança o jornal O Globo. O Governo do Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, publicou milhões de anúncios oficiais em sites investigados por …

A covid-19 foi o balde de água fria de muitos países, mas pode ser uma oportunidade para a Nigéria

O mundo está a braços com uma pandemia e a Nigéria não é exceção. Agora que o país está a aliviar as restrições impostas para conter a disseminação do novo coronavírus, já se olha para …

Cidade japonesa propõe nova lei que proíbe uso do telemóvel enquanto se caminha

O Governo da cidade de Yamato, no Japão, propôs uma nova lei para proibir os pedestres de olhar para os seus telemóveis enquanto caminham nas ruas. Caso seja aprovada, entra em vigor a partir de …

Só 2% dos portugueses contam passar férias fora do país

Segundo uma sondagem da Pitagórica, a maioria dos portugueses está a evitar marcar férias a longo prazo, devido à pandemia de covid-19. A pandemia de covid-19 veio alterar os planos da grande maioria dos portugueses. De …

"O medo vai sempre existir". Um dos poucos países sem covid-19 autoriza regresso de 143 cidadãos

Palau, que tem mais de 500 ilhas e cerca de 18 mil habitantes, é um dos poucos lugares do mundo onde não foram registados casos de covid-19. Agora, o país vai permitir que 143 cidadãos …

Questionado sobre atuação de Trump, Trudeau respondeu com 21 segundos de silêncio

Questionado sobre atuação de Donald Trump durante os protestos por George Floyd, o primeiro-ministro canadiano, Justin Trudeau, respondeu com 21 segundos de silêncio. Justin Trudeau, primeiro-ministro do Canadá, precisou de 21 segundos de silêncio para responder a …