Os bombardeios da Segunda Guerra Mundial chegaram até ao Espaço

U.S. Air Force / Public Domain

As poderosas bombas lançadas durante a Segunda Grande Guerra deixaram profundas e claras cicatrizes em terra. Agora, um novo estudo sugere que estas consequências podem ter chegado mais longe – até ao Espaço.

De acordo com um novo estudo, publicado esta terça-feira na Annales Geophysicae, os bombardeamentos causaram ondas de choque que atingiram a borda do Espaço. Como resultado, estas ondas enfraqueceram a atmosfera superior da Terra, a ionosfera.

A investigação, levada a cabo por uma equipa de investigadores da Universidade de Reading, no Reino Unido, focou-se essencialmente nos grandes bombardeios das cidades alemãs que foram atingidas pelas forças aliadas.

Segundo a pesquisa, as ondas de choque produzidas pelas bombas lançadas sobre as cidades europeias há quase 80 anos foram fortes o suficiente para enfraquecer a atmosfera superior eletrizada – a ionosfera – acima do Reino Unido – a 1000 quilómetros de distância.

Os investigadores estão a utilizar estes dados para melhor compreender de que forma é que as forças naturais – como raios, erupções vulcânicas e terramotos – também afetam a atmosfera superior da Terra, nota a Europa Press.

“As imagens das cidades da Europa reduzidas a escombros devido a ataques aéreos em tempo de guerra são um lembrete duradouro do tipo de destruição que as explosões artificias podem causar”, explicou Chris Scott, professor de Física do Espaço.

Contudo, frisa o investigador, “o impacto dessas bombas na atmosfera da Terra nunca tinha sido analisado até agora”. “O que não perceberam na época [da Guerra] é que os registos ionesféricos realmente contêm as assinaturas da guerra em si”.

É assombroso ver como é que as ondas causadas por explosões provocadas pelo Homem podem afetar a borda do Espaço. Cada ataque libertou uma energia de, pelo menos, 300 raios. E a enorme energia envolvida permitiu-nos identificar como é que os eventos na superfície da Terra podem também afetar a ionosfera”, continuou em comunicado.

Para o estudo, os investigadores observaram e analisaram os registos diários no Radio Research Center em Slough, Reino Unido, coletados entre 1943-45.

A ionosfera afeta várias tecnologias modernas, como comunicações de rádio, sistemas de GPS, radiotelescópios e alguns radares de alerta, no entanto, a extensão do impacto sobre as comunicações de rádio durante a Segunda Guerra Mundial não é ainda clara.

ZAP //

PARTILHAR

11 COMENTÁRIOS

  1. Culpado disso é Bolsonaro,que apoiou na época os bombardeios a Alemanha e o Japão.
    E incitou o bombardeio atômico a Hiroshima e Nagasaki, embora Dilma e Lula houvessem alertado aos japo eses sobre o espírito bicista do capitão Jair.

RESPONDER

Numa verdadeira cena à James Bond, homem foge do FBI numa scooter subaquática

Um americano que estava a ser procurado por um suposto envolvimento num esquema de fraude, foi preso na passada segunda-feira, dia 16, após usar uma "scooter marítima" subaquática para tentar fugir do FBI. Quem assistiu ao …

Após quase terem sido extintas, baleias azuis estão a voltar à Geórgia do Sul

A baleia azul regressou às águas em torno da ilha Geórgia do Sul, quase um século depois de este animal ter sido quase extinto pela caça industrial. A remota ilha Geórgia do Sul, perto da Antártida, era …

Manuscritos de "A Origem das Espécies" divulgados online pela primeira vez

Duas páginas originais do rascunho manuscrito de "A Origem das Espécies", de Charles Darwin, foram divulgadas online pela primeira vez. Além disso, foram ainda publicadas cartas e notas de leitura nunca antes vistas. Os documentos foram …

Os videojogos podem ser bons para o bem-estar pessoal, sugere estudo

De acordo com um novo estudo que analisou o comportamento de jogadores e dados fornecidos por empresas de videojogos, o tempo gasto a jogar pode ser bom para o bem-estar pessoal. A Electronic Arts e a …

A MINI criou uma van perfeita que foi pensada para relaxar, usufruir e conviver

A marca de automóveis MINI apresentou o projeto do Vision Urbanaut. Este veículo é uma van completamente moderna e sustentável, pois oferece mais espaço interior e versatilidade, e ainda deixa uma pegada ecológica mínima. Esta van …

Covid-19. Angela Merkel alerta sobre plano de vacinação para países mais pobres

A chanceler alemã, Angela Merkel, alertou os líderes dos países mais desenvolvidos que o progresso no desenvolvimento de um sistema de distribuição de vacinas para nações mais necessitadas tem sido lento e que essa questão …

Explosão em Beirute. Danos segurados rondam mil milhões

As vítimas da explosão que destruiu o porto de Beirute e área circundante, em agosto, apresentaram um total de 14.921 reclamações de seguro, totalizando danos segurados estimados em perto de 1,62 biliões de libras libanesas …

Centenas de pessoas que morreram de covid-19 em Nova Iorque continuam em camiões frigoríficos

Muitos destes cadáveres, que continuam em camiões frigoríficos, são de pessoas cujas famílias não puderam ser localizadas ou que não podem cobrir os custos do enterro. De acordo com o The Wall Street Journal, cerca de …

Bolsonaro responsabiliza estados e municípios por não usarem testes

Mais de 6,8 milhões de testes RT-PCR, adquiridos pelo Ministério da Saúde brasileiro, perderão a validade entre dezembro deste ano e janeiro de 2021. O Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, direcionou para estados e municípios a responsabilidade …

Médico presente na sala de emergência revela detalhes da morte de John F. Kennedy

Um médico que estava presente na emergência do Parkland Memorial Hospital, para onde John F. Kennedy (1917-1963) foi transferido depois de ser baleado numa visita política ao estado do Texas, revelou novos detalhes sobre a …