Encontrada bolsa milenar de xamã. Estava cheia de alucinogénios

(dr) Juan V. Albarracin-Jordan e José M. Capriles

Uma bolsa de couro, com cerca de mil anos, foi encontrada na Bolívia. No interior guardava vestígios de múltiplas plantas psicotrópicas, assim como uma impressionante parafernália para as utilizar.

Uma equipa de investigadores da Universidade da Pensilvânia, nos Estados Unidos, encontrou uma bolsa de couro com aproximadamente mil anos, usada em rituais indígenas nos Andes, que continha resíduos orgânicos de plantas psicoativas.

“As análises fornecem evidências do uso de múltiplas plantas psicotrópicas associadas a um sofisticado sistema botânico de conhecimento entre especialistas em ritual (xamãs) durante o período pré-colombiano”, revela o estudo, publicado recentemente na Proceedings of the National Academy of Sciences (PNAS).

Além de uma sacola costurada a partir de três focinhos de raposa, que continha as substâncias, a bolsa tinha ainda várias ferramentas, como duas tábuas de madeira para triturar as plantas, duas espátulas ósseas, uma faixa de cabelo e um tubo com duas tranças de cabelo anexadas para fumar as plantas alucinogénias. Os cientistas suspeitam de que o objeto encontrado pertencia a um xamã.

É sabido que, ao longo da história, os seres humanos usaram substâncias à base de plantas para alterar a perceção, muitas vezes em contextos religiosos. Discernir o que significam esses rituais e como eram usadas as plantas pode dizer-nos muito quer sobre seres humanos antigos, quer sobre a sua cultura.

Os xamãs que viviam na América do Sul há mil anos sabiam, aparentemente, como manusear e usar estas substâncias. “Já sabíamos que os psicotrópicos eram importantes nas atividades espirituais e religiosas das sociedades dos Andes centro-sul, mas não sabíamos que essas pessoas usavam tantos compostos diferentes, muito provavelmente combinando-os”, explica o antropólogo José Capriles.

“Este é o maior número de substâncias psicoativas já encontradas num único agrupamento arqueológico da América do Sul”, sustenta, citado pelo HypeScience.

Em comunicado, Capriles adiantou ainda que os xamãs tinham conhecimentos vastos de botânica e eram responsáveis pelos rituais que tinham como missão venerar ancestrais e por técnicas de cura. “O xamã que possuía esta bolsa consumiu, muito provavelmente, várias plantas diferentes para estender as suas alucinações.”

O local da descoberta está localizado a uma altitude de 3.900 metros acima do nível do mar e contém evidências de ocupações humanas intermitentes durante os últimos 4.000 anos.

Foram encontrados vestígios químicos de harmina, composto do Ayahusca; cocaína; bufotenina, droga alucinogénia inalatória e dimetiltriptamina, que dá origem ao DMT. Estes compostos faziam parte do aparato ritualístico dos xamãs, escrevera os investigadores.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Era marketing. Fortnite voltou (e está diferente)

Depois de 10 temporadas, um buraco negro engoliu a ilha na qual diariamente milhões de jogadores tentavam sobreviver, matando-se uns aos outros. Durante um dia e meio, ninguém podia jogar. O susto acabou esta terça-feira, …

Cientistas determinam o que diminui a fertilidade das mulheres com o avanço da idade

Investigadores da Universidade de Copenhaga mapearam alguns dos mecanismos que podem afetar a fertilidade das mulheres desde a adolescência até a menopausa. A fertilidade natural das mulheres flutua entre altos e baixos na forma de uma …

Dono do Paris Saint-Germain quer comprar o Leeds (e torná-lo no novo Manchester City)

A Qatar Sports Investments (QSI), empresa que é detida por Nasser Al Khelaifi, quer dar o salto para o mercado inglês e adquirir o Leeds United, emblema que milita atualmente no segundo escalão. Na semana em …

Município italiano proíbe Google Maps. App faz com que muitas pessoas se "percam"

O autarca do município italiano de Baunei, na Sardenha, proibiu o uso do Google Maps na região, argumentando que "muitas" pessoas se perderam por causa de "sugestões enganosas" do serviço de localização. A informação é …

Pedalar mais dá direito a prémios. Tecnologia portuguesa desperta interesse de Copenhaga

Depois de se ter estreado em Matosinhos e de ter despertado interesse em Nova Iorque, um programa português que premeia comportamentos de mobilidade ambientalmente sustentáveis chamou a atenção em Copenhaga. O AYR, desenvolvido pela empresa CEiiA …

Associação de Armas americana editou artigos da Wikipédia para desacreditar o Holocausto

A National Rifle Association (Associação Nacional de Armas) dos Estados Unidos tem estado a editar artigos da Wikipédia de forma a desacreditar o Holocausto. Um trabalho de investigação da Splinter identificou pelo menos 150 edições em …

Bebé recém-nascida encontrada enterrada viva numa sepultura na Índia

Uma bebé recém-nascida enterrada viva foi encontrada na Índia por um pai que estava a enterrar a filha, que morreu após o parto, revelou o chefe da polícia local, Abhinandan Singh. A menina foi encontrada dentro …

Reutilização é a verdadeira alternativa a plástico descartável

A alternativa aos produtos de plástico descartáveis tem sido outros produtos também descartáveis, mas a melhor solução passa pela reutilização, indica um relatório divulgado esta terça-feira, que dá exemplos de sucesso. O documento, “The Reusable solutions: …

Booking abandona a criptomoeda do Facebook

  Booking junta-se ao Mastercard, eBay, Visa, PayPal, Stripe e Mercado Pago e desiste do projeto da Associação Libra, promovida por Mark Zuckerberg, fundador do Facebook, para a desenvolver a infraestrutura financeira que está na base …

Michael Jackson era "doente mental" e uma pessoa "perturbadora", diz Elton John

Elton John defende na sua autobiografia que Michael Jackson era "verdadeiramente doente mental" e uma pessoa "perturbadora", recordando os encontros que teve com o rei da pop, falecido em junho de 2009. O músico britânico escreveu …