“Um nome que o país vai reconhecer”. A Blue Origin de Jeff Bezos vai levar o primeiro português ao Espaço

(cv) Blue Origin / YouTube

New Shepard, o lançador reutilizável da Blue Origin de Jeff Bezos

A Blue Origin vai levar o primeiro português ao Espaço. Ainda não se sabe quem é o contemplado, mas o astronauta Richard Garriott garante que é “alguém que os portugueses conhecem bem”.

Ainda não se sabe quem é, mas um português vai em breve ao Espaço a bordo do New Shepard da Blue Origin, a empresa aeroespacial que faz voos turísticos detida por Jeff Bezos, CEO da Amazon. Recorde-se que o bilionário esteve no primeiro voo tripulado da Blue Origin, que teve lugar a 20 de Julho de 2021.

O anúncio foi feito na GlexSummit 2022, uma conferência científica organizada pelos portugueses da Expanding World e pelo Explorers Club de Nova Iorque que decorreu em Ponta Delgada, e saiu da boca do astronauta Richard Garriott, que também é presidente do Explorers Club. O contemplado é “alguém que os portugueses conhecem bem, um nome que o país vai reconhecer“, promete Garriott.

Será um turista espacial que pagou para reservar um dos seis lugares disponíveis num voo suborbital com 11 minutos de duração, a 100 quilómetros de altitude e já acima da linha de Kármán — considerada a fronteira entre a atmosfera terrestre e o Espaço —, o que já confere aos tripulantes o estatuto de astronautas (apesar de haver peritos que disputam esta ideia).

“É um anúncio que nos enche de grande satisfação porque ao terceiro ano a Glex é já um dos principais encontros da indústria aeroespacial, mais nesta lógica de exploração espacial. E ter um player desta natureza a escolher a Glex para este anúncio de um português no espaço enche-me obviamente de grande satisfação“, afirmou, Manuel Vaz, da Expanding World.

Até hoje, e tendo a linha Kerman como critério, só dois falantes de português foram ao espaço: os brasileiros Marco Pontes, que em 2006 passou dez dias na Estação Espacial Internacional, e Victor Hespanha, que foi recentemente num foguetão da Blue Origin, recorda o DN.

No início do ano foram noticiados 13 candidatos portugueses que estavam na lista da Agência Espacial Europeia para continuarem o processo de seleção de astronautas. Já sobre astronautas que podem ir por iniciativa privada, já há mais de 10 anos que se especula que Mário Ferreira, dono da TVI que esta semana foi constituído arguido na Operação Ferry por suspeitas de evasão fiscal, terá comprado uma viagem na Virgin Galactic, concorrente da Blue Origin detida pelo bilionário Richard Branson.

  Adriana Peixoto, ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.