Bloco quer “imposto Google” para apoiar a comunicação social

O Bloco de Esquerda (BE) propôs esta terça-feira a criação de um novo imposto sobre serviços digitais, taxando as grandes multinacionais, cuja receita, em parte, será aplicada num fundo para a imprensa que disponibiliza aos jovens uma assinatura de revista ou jornal.

No encerramento das jornadas parlamentares do BE, em Aveiro, uma das iniciativas anunciadas pelo líder da bancada, Pedro Filipe Soares, foi um agendamento potestativo para 20 de março do projeto de lei que cria de um imposto sobre determinados serviços digitais, uma novidade na legislação portuguesa, que segundo os cálculos apresentados pode gerar receitas entre os 60 e os 100 milhões de euros.

“Sabemos que este imposto é meritório e vale por si só porque responde a uma erosão da riqueza criada no nosso país em benefício de grandes multinacionais, mas sabemos também que a economia digital levanta novos desafios à nossa sociedade”, explicou o líder parlamentar bloquista, sendo um deles as dificuldades geradas na valorização das democracias através, por exemplo, das fake news.

Assim, o Bloco de Esquerda pretende que parte das receitas deste imposto que taxa as grandes multinacionais, e exige “delas aquilo que é devido ao país”, seja canalizada para criação do “FILM, Fundo para a Imprensa e Literacia para os Media”. O objetivo, segundo Pedro Filipe Soares, é garantir “a todos os estudantes do 12.º ano ou do ensino superior o acesso a uma assinatura anual por eles escolhida, de uma revista ou de um jornal”.

“E que garanta também que um dos aspetos mais importantes para a comunicação social, que é o serviço de porte pago, possa ser reinscrito”, acrescentou.

Pedro Filipe Soares aproveitou para lançar um desafio: “estamos disponíveis para, nesta matéria, sendo ela tão relevante, abarcar neste nosso agendamento potestativo de 20 de março também iniciativas de outros partidos e do Governo”.

“No dia 20, ainda em tempo útil, o nosso primeiro-ministro podia ir ao Conselho Europeu dizer que em Portugal já estamos a fazer, é preciso que se faça na Europa, da mesma forma que espanhóis e franceses dirão o mesmo”, desafiou.

Na proposta do BE é proposto que seja realizado um acordo comercial entre o Estado e a imprensa para estas assinaturas anuais dos jovens, sendo a estimativa dos bloquistas que as duas medidas custem entre os 20 a 25 milhões de euros.

A comunicação social, justificou o líder bloquista, “tem um valor importantíssimo na criação de uma cidadania que seja qualificada”, lembrando que é “na distribuição das receitas de publicidade onde a comunicação social vai buscar a sua garantia de sobrevivência”, sendo “a imprensa escrita os lesados principais desta fuga de dinheiro” para o negócio do digital.

A proposta do BE – que bebe dos exemplos de Espanha e de França, países que foram buscar à Comissão Europeia os estudos técnicos – pretende reverter o facto de as grandes multinacionais da economia digital, exemplos da Google, Facebook, Amazon, Apple ou Microsoft, quase não pagarem impostos, num “novo negócio criado com as mais-valia que os próprios utilizadores dão a estas empresas”.

“A exemplo do que se passa na proposta da Comissão Europeia e que Espanha está a implementar propomos que as empresas, que são o contribuinte deste imposto, sejam empresas com volume de negócio mundial acima dos 750 milhões de euros e com uma base tributável, decorrente destas atividades no nosso país, acima de um milhão e meio de euros”, detalhou.

// Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Mais uma ideia abençoada de alguns iluminados………

    Velha de lá o artigo 13 do P. E. que faz cá falta uns trocados nesta miseria de Estado.

    Só uma pergunta deste ignorante: com esta nova lei quando vou ter que pagar para ver as noticias do ZAP?
    Como burro velho já aprendi que não existem refeições gratis………..

RESPONDER

Centeno atira-se ao CDS e acusa-o de "aproveitamento político"

O Ministro das Finanças, Mário Centeno, respondeu ao pedido de audição do CDS a propósito dos impostos europeus e aproveitou a oportunidade para atacar os centristas. Mário Centeno enviou uma carta ao Parlamento, nomeadamente à Secretaria …

PSD acusa Governo de apresentar redução do preço dos passes mas sem transportes

O PSD acusou hoje o Governo de apresentar a redução dos preços dos passes apenas para Lisboa e Porto e sem aumentar os transportes, com o primeiro-ministro a responder que os sociais-democratas são simplesmente contra …

Venezuela, promessas e (muitos) elogios: Trump e Bolsonaro foram feitos um para o outro

Não faltaram sorrisos, elogios nem promessas de cooperação. Os Presidentes das duas maiores economias da América concentraram as atenções na Venezuela. Enquanto Trump prometeu dar apoio à entrada do Brasil na OCDE e na NATO, …

Proposta do PS sobre propaganda política só tem efeitos em 2020

O PS apresentou esta terça-feira um projeto de lei no Parlamento para "clarificar" qual a propaganda política que se pode fazer no período pré-eleições. No entanto, no que toca a 2019, as novas regras - a …

Abertura de barragens pode agravar tragédia em Moçambique. Búzi a horas de ser engolida

Depois do ciclone Idai, há duas novas ameaças na zona da Beira: a abertura das comportas de barragens no Zimbabué e as fortes chuvas que se aproximam. O Zimbabué admite vir a abrir as comportas das …

Ordem dos Médicos contra consultas por telemóvel

O bastonário da Ordem dos Médicos, Miguel Guimarães, afirma ter reservas em relação a consultas por telemóvel, a começar pelo facto de lhe chamarem consultas. Esta terça-feira, arrancou em Lisboa a maior cimeira nacional de tecnologia …

Vítimas de esterilização forçada no Japão vão ser indemnizadas

Estima-se que mais de 16 mil pessoas foram vítimas de esterilização forçada no Japão, devido a uma lei que esteve em vigor entre 1948 e 1996. Só agora haverá direito a indemnizações e a um …

Brexit. Theresa May enviou uma carta ao Presidente do Conselho Europeu a pedir mais tempo

Theresa May terá pedido à União Europeia apenas um pequeno adiamento, de cerca de três meses, para fechar o acordo do Brexit. Segundo a Sky News, a primeira-ministra britânica terá enviado uma carta a Donald …

Detido quarto suspeito do tiroteio na Holanda. Outros dois já foram libertados

Um homem de 40 anos foi detido na tarde desta terça-feira por suspeitas de estar envolvido no tiroteio em Utrecht, na Holanda, na passada segunda-feira. O ataque provocou a morte três pessoas e deixou cinco feridas, …

Divulgar notícias que "desrespeitem" o Governo russo vai dar cadeia

A nova lei de Moscovo criminaliza a divulgação das chamadas "fake news" e de notícias que "desrespeitem" o Governo russo. Muitos críticos olham para esta medida de Putin como uma forma de censura disfarçada. O presidente …