Bielorrússia. Televisão estatal transmite “confissão” de jornalista opositor do regime

Toms Kalnins / EPA

Retratos de Roman Protasevich e Sofia Sapega durante um protesto em Minsk, Bielorrússia

A televisão estatal bielorrussa transmitiu na quinta-feira declarações do jornalista opositor do regime Roman Protasevich, em que este se confessa culpado das acusações e diz que quer corrigir os erros, uma confissão “sob ameaça” segundo ativistas dos direitos humanos.

Roman Protasevich foi preso em 23 de maio depois de as autoridades bielorrussas terem forçado o desvio para o aeroporto de Minsk de um voo da companhia aérea irlandesa Ryanair, que fazia a rota Atenas-Vílnius. No avião viajava o jornalista opositor ao regime com a sua companheira, Sofia Sapega. Os dois foram detidos, após aterragem em Minsk.

Na televisão, antigo editor da NEXTA, meio de comunicação de oposição ao regime, que teve um papel importante na contestação histórica ao regime no ano passado, admitiu ser culpado da organização de ações contra as autoridades, de ter organizado os protestos que ocorreram no país após as eleições presidenciais de agosto de 2020 e disse mesmo que reconhecia “abertamente” que foi uma das pessoas que divulgou apelos para que a população fosse para as ruas protestar.

Nas imagens transmitidas na quinta-feira, o jornalista, assumiu, visivelmente desconfortável, que tinha apelado aos protestos contra o regime e afirmou o seu respeito pelo Presidente, Alexandre Lukashenko, noticiou a agência Lusa. O jornalista, de 26 anos, disse ainda que quer corrigir os seus erros e levar uma vida tranquila, longe da política.

A organização não-governamental dos direitos humanos Viasna, algumas horas antes da transmissão na televisão, considerou que os comentários foram obtidos sob ameaça.

“Tudo o que disser [Roman] Protasevitch terá sido obtido através de ameaças, psicológicas no mínimo, e sob a ameaça de acusações injustas, mas graves de que é alvo”, disse o diretor da organização, Ales Beliatski, citado pela agência AFP. E assegurou que tudo o que o jornalista possa dizer agora é “pura propaganda” sem qualquer verdade.

Na altura do desvio do avião, que sobrevoava o território bielorrusso, as autoridades bielorrussas justificaram a decisão por haver, disseram, uma ameaça de bomba. O caso provocou um protesto internacional e o anúncio de novas sanções contra a Bielorrússia.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Youtubers denunciam campanha de fake news contra vacina da Pfizer

De acordo com a imprensa brasileira, uma agência de marketing terá tentado que influenciadores digitais de todo o mundo partilhassem desinformação sobre as vacinas contra a covid-19. A denúncia foi feita por alguns dos influenciadores …

Na Tailândia, a legalização do aborto enfrenta "resistência espiritual"

Desde fevereiro, qualquer pessoa que procure fazer um aborto na Tailândia consegue fazê-lo legalmente, pelo menos no primeiro trimestre. Ainda assim, muitos médicos e enfermeiros recusam-se a levar a cabo o procedimento. A advogada Supecha Baotip …

Haiti. Viúva do presidente assassinado implica seguranças no crime

Martine Moise, a viúva do presidente haitiano Jovenel Moise — assassinado na sua residência por um comando armado no início de julho — descreveu abertamente o ataque e partilhou as suas suspeitas sobre o crime …

Covid-19. Portugal regista 2.306 novos casos e aumento nos internados

Portugal registou este domingo 2.306 novos casos de infeção por covid-19 e mais oito mortes, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).  Portugal regista este domingo oito mortes atribuídas à covid-19, 2.306 novos casos …

Birmânia. Líder da junta volta a prometer eleições até 2023, seis meses depois do golpe militar

O líder da junta militar birmanesa, no poder desde o golpe de 1 de fevereiro, comprometeu-se novamente a realizar eleições "até agosto de 2023". “Estamos a trabalhar para estabelecer um sistema multipartidário democrático”, disse, este domingo, …

Tóquio2020. Patrícia Mamona conquista medalha de prata no triplo salto (e melhora recorde nacional)

Patrícia Mamona conquistou este domingo a medalha de prata no triplo salto dos Jogos Olímpicos Tóquio2020, ao conseguir 15,01 metros, novo recorde nacional, arrebatando a segunda medalha por atletas portugueses depois do bronze do judoca …

Trabalhadores da CP e IP iniciam hoje greve ao trabalho extraordinário e feriados

Os trabalhadores da CP - Comboios de Portugal e da Infraestruturas de Portugal (IP) entram este domingo em greve ao trabalho extraordinário e feriados, até 31 de agosto, por aumentos salariais. A greve, convocada pelo Sindicato …

Mesmo longe da Casa Branca, Trump foi o político republicano que mais arrecadou dinheiro em 2021

O ex-Presidente dos Estados Unidos Donald Trump é o político do Partido Republicano que mais arrecadou dinheiro este ano, apesar de ter deixado o cargo a 20 de janeiro, segundo a imprensa local. Os comités políticos …

Marcelo satisfeito com reabertura “sensata”. Alívio das restrições arranca hoje

O levantamento gradual das restrições em função da vacinação contra a covid-19 arranca este domingo com regras aplicáveis em todo o território continental, inclusive o limite de horário de encerramento até às 2h00 para restauração …

Restos mortais de morcego-vampiro podem desvendar mistérios sobre a espécie extinta

A descoberta da mandíbula de um morcego que viveu há 100 mil anos pode ajudar a responder a algumas incógnitas sobre a espécie extinta. Os restos mortais foram encontrados numa caverna na Argentina. De acordo com …