Biden ultrapassa Trump na Pensilvânia e fica mais perto de vencer as eleições

O candidato democrata à Casa Branca ultrapassou, esta sexta-feira, o rival republicano no número de votos no estado da Pensilvânia, liderando com mais quase seis mil votos numa contagem ainda por terminar.

Segundo o jornal Público, Joe Biden ultrapassou Donald Trump no estado da Pensilvânia. O candidato democrata (49,4%) tem agora uma vantagem de 0,1 pontos em relação ao Presidente (49,3%), quando estão contados 95% dos votos neste estado. Biden lidera com 5587 votos, numa contagem ainda por terminar.

Segundo as últimas projeções, o candidato democrata conta com 264 delegados no Colégio Eleitoral (embora alguns meios questionem os 11 delegados no Arizona) e precisa de 270 para se proclamar vencedor, tendo também consumado hoje de manhã uma reviravolta no estado da Geórgia, que o coloca na dianteira, o que lhe pode garantir a vitória.

Se conseguir os 20 votos da Pensilvânia, Joe Biden assegura esta eleição. No caso de Trump, o ainda chefe de Estado precisa de vencer este estado para manter viva a ideia de se manter na Casa Branca.

O republicano, que tem 214 delegados assegurados no Colégio Eleitoral, pediu na quarta e quinta-feira para se parar a contagem de votos no estado. Desconhece-se ainda quantos boletins de voto faltam contabilizar. Se a margem de vitória for inferior a 1%, a lei da Pensilvânia obriga a uma recontagem.

Entretanto, o estado da Geórgia anunciou que vai proceder a uma recontagem dos votos. Durante uma conferência de imprensa em Atalanta, o secretário de Estado local, Brad Raffensperger, disse que a corrida “permanece muito apertada”. “Com uma margem tão curta, haverá uma recontagem dos votos na Geórgia”, afirmou.

Esta quinta-feira, num discurso a partir da Casa Branca, Trump insistiu nas denúncias de que é objeto de fraude eleitoral, sem apresentar provas.

Algumas das principais estações de televisão dos Estados Unidos, como ABC, CBS e NBC, cortaram o discurso do Presidente no horário nobre, enquanto a Fox News, referência informativa do Partido Republicano, desmentiu as alegações de Trump.

“Esta eleição não acabou”

De acordo com o jornal online Observador, pouco depois de se saber que Biden ultrapassou Trump na Pensilvânia, foi divulgado um comunicado da campanha do republicano a afirmar que “esta eleição não acabou”.

“A falsa projeção de Joe Biden como vencedor baseia-se em resultados em quatro estados que estão longe de ser finais. A Geórgia está a encaminhar-se para uma recontagem, onde estamos confiantes de que encontraremos boletins recebidos de forma inadequada e onde o Presidente Trump acabará por prevalecer”, lê-se.

Houve muitas irregularidades na Pensilvânia, incluindo funcionários eleitorais que impediram os nossos observadores jurídicos voluntários de terem acesso aos locais de contagem de votos.”

“No Nevada, há milhares de indivíduos que votaram indevidamente pelo correio”, diz a mesma nota, acrescentando que o Presidente “está a caminho de ganhar o Arizona, apesar de ter sido irresponsavelmente declarado para Biden” pela Fox News e Associated Press.

“Biden está a contar com esses estados para a sua falsa reivindicação da Casa Branca, mas assim que a eleição for definitiva, o Presidente Trump será reeleito“, conclui o comunicado, citado por este jornal online.

A vantagem do Presidente cessante diminuiu após o dia da eleição, quando os funcionários estaduais começaram a processar os votos enviados pelo correio, forma de votação que foi fortemente favorável a Biden depois de Trump ter passado meses a afirmar, sem apresentar provas, que tal levaria a uma fraude generalizada.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

O robô Atlas, da Boston Dynamics, faz parkour (e até dá um mortal para trás)

O Atlas é, sobretudo, um projeto de investigação: um robô que ajuda os engenheiros da Boston Dynamics a trabalhar em melhores sistemas de controlo e perceção. O parkour é um verdadeiro desafio para os seres humanos, …

Na Tailândia, um "cemitério" de táxis foi transformado numa horta sobre rodas

Desde pimentos a pepinos, beringelas e até mangericão. Num parque de estacionamento ao ar livre em Banguecoque, os táxis abandonados transformam-se em hortas para alimentar os trabalhadores. A pandemia de covid-19 obrigou os táxis de Banguecoque …

Morreu o "último nazi" canadiano, aos 97 anos

Um ucraniano que serviu como tradutor no regime nazi morreu na quinta-feira na sua casa, em Ontário, no Canadá, encerrando uma luta de décadas para deportá-lo e acusá-lo de cúmplice no assassinato de dezenas de …

No Sri Lanka, elefantes traficados foram resgatados. Mas voltaram às pessoas que os compraram ilegalmente

Um tribunal do Sri Lanka devolveu elefantes resgatados a pessoas influentes que foram acusadas de os terem comprado ilegalmente. Durante alguns anos, elefantes selvagens permaneceram na corda bamba de uma intensa batalha de custódia judicial entre …

Sporting 1-0 Marítimo | Porro volta a decidir de penálti

Que sofrimento! É normal ver os “grandes” dominarem por completo os seus adversários, mas nesta partida entre Sporting e Marítimo, em Alvalade, praticamente só houve uma equipa a atacar e a procurar o golo. Ainda assim, …

A falhar pagamentos e com 260 mil milhões de dívida - como é que a Evergrande chegou até aqui?

A situação da imobiliária chinesa Evergrande, que tem uma dívida maior do que a economia portuguesa, está a deixar o mundo ansioso sobre uma eventual repetição da história da crise de 2008, que começou com …

A lava do vulcão de Las Palmas já destruiu mais de 200 casas, mas uma permanece intacta na devastação

Como se protegida por um manto de invencibilidade, a construção escapou à força da lava que a serpenteou para felicidade dos seus proprietários, um casal de reformados dinamarquês que escolheu fixar-se naquele território precisamente pela …

Talibãs retomam execuções e amputação de mãos como punição

Os Talibãs voltarão às execuções e à amputação de mãos como forma de punição, avançou um dos fundadores do grupo, Nooruddin Turabi, indicando que as represálias nem sempre ocorrerão em público. À Associated Press, Turabi alertou …

EUA e UE precisam "enfrentar juntos" a crise climática, diz Timmermans

O vice-presidente executivo da Comissão, Frans Timmermans, encarregado de supervisionar a acordo, pediu na segunda-feira uma atuação conjunta dos Estados Unidos (EUA) e da União Europeia (UE) para lidar com a crise climática e outras …

Transações com criptomoedas passam a ser ilegais na China

O banco central da China declarou ilegais todas as transações que envolvam a bitcoin e outras moedas virtuais, intensificando uma campanha para bloquear o uso de dinheiro digital não oficial. Após o anúncio, revelou esta sexta-feira …