Biden quer virar a página dos “tempos de escuridão”. Trump diz que será o “pior pesadelo”

DNCC / EPA

Joe Biden, candidato do Partido Democrata na corrida à Casa Branca

O ex-vice-Presidente aceitou oficialmente, esta quinta-feira, representar os democratas na corrida à Casa Branca, prometendo virar a página do “medo” e a ultrapassar os “tempos de escuridão”.

“O atual Presidente mergulhou a América na escuridão demasiado tempo. Demasiada raiva, demasiado medo, demasiada divisão”, acusou Joe Biden, esta quinta-feira, na última noite da Convenção Democrata.

“Aqui e agora, dou-vos a minha palavra: se me confiarem a Presidência, farei sobressair o melhor de nós, não o pior. Serei um aliado da luz, não da escuridão”, acrescentou o candidato democrata. “Unidos, podemos derrotar estes tempos de escuridão“, instou.

O ex-vice-Presidente de Barack Obama salientou que este é “um dos momentos mais difíceis que os Estados Unidos já enfrentaram”, com crises sem precedentes, como a pandemia de covid-19, “a maior crise económica desde a Grande Depressão” e “o maior movimento pelos direitos civis desde os anos 60”.

Biden criticou a gestão da pandemia do seu rival, acusando-o de falhar “no seu dever mais básico para com os Estados Unidos”. “Ele não nos protegeu, e, meus compatriotas americanos, isso é imperdoável”, disse Biden no discurso em que aceitou a nomeação democrata.

“O Presidente continua a dizer-nos que o vírus vai desaparecer. Ainda está à espera de um milagre”, acusou Biden, prometendo lançar uma estratégia nacional para combater a pandemia “no primeiro dia” do seu mandato. “A nossa economia nunca recuperará até lidarmos com este vírus“, defendeu.

O candidato assegurou, ainda, que a sua eleição garantiria os direitos dos desempregados, das vítimas da pandemia e “das comunidades que conheceram a injustiça de um joelho no pescoço”, em alusão ao homicídio do afro-americano George Floyd, que originou protestos em massa no país e no mundo contra o racismo e a violência policial.

A ser eleito, Biden, com 77 anos, seria o Presidente mais velho de sempre. A seu lado nas eleições de 3 de novembro estará a senadora da Califórnia, Kamala Harris, terceira mulher a ser designada como candidata a vice-Presidente nos EUA, depois da democrata Geraldine Ferraro, em 1984, e da republicana Sarah Palin, em 2008, que não foram eleitas.

Depois do discurso de Biden, o Presidente republicano não perdeu tempo a responder ao seu adversário. “Em 47 anos, o Joe não fez nenhuma das coisas de que agora fala. Nunca vai mudar, são só palavras!“, escreveu Trump na sua conta do Twitter.

Donald Trump fez ainda outras críticas a Biden, numa entrevista que coincidiu com o último dia da Convenção Nacional Democrata, transmitida pela Fox. Na entrevista, o Presidente norte-americano previu que, caso o democrata seja eleito, destruirá a economia.

“Os impostos vão duplicar ou triplicar (…), vão aniquilar este país e a economia“, afirmou Trump, pouco antes de Biden fazer o discurso de aceitação.

“Se querem imaginar a vida sob a Presidência de Biden, imaginem as ruínas fumegantes de Minneapolis, a violenta ilegalidade de Portland e as calçadas ensanguentadas de Chicago em todas as cidades da América”, acrescentou o Presidente, citado pela AFP.

Quanto às críticas de que o seu Governo dividiu o país, Trump disse que não teria sido eleito se não tivesse havido má gestão por parte do seu antecessor, Barack Obama. “Ninguém se lembra de como este país estava dividido com Obama”, acusou.

Trump reiterou, também, que haverá uma fraude maciça nas eleições, invocando os votos pelo correio. “É um desastre, estão a enviar 51 milhões de votos pelo correio para pessoas que nem sequer os pediram (…). Podem estar mortos, quem sabe“, acusou o republicano, insistindo que “esta é a eleição mais fraudulenta da história” dos EUA.

Há semanas que Trump tem vindo a fazer campanha contra o voto por correio, uma prática que as autoridades de uma dúzia de estados estão a promover como uma medida extraordinária face à pandemia.

Trump deu a entender que o envio “indiscriminado” de votos é uma estratégia da oposição, dizendo ser uma prática que ocorre “em áreas democráticas e não republicanas”.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Portugal vai comprar cerca de 38 milhões de vacinas, "muito mais" do que as necessárias

Em entrevista à agência Lusa, Marta Temido anunciou que Portugal vai comprar cerca de 38 milhões de vacinas contra a covid-19. Portugal vai comprar cerca de 38 milhões de vacinas contra a covid-19, “muito mais” do …

Governo ainda está a tempo de "reverter" venda de barragens da EDP

A coordenadora do Bloco de Esquerda disse este domingo que o Governo ainda está tempo de reverter o negócio das venda de seis transmontanas, que terá permitido à EDP poupar 110 milhões em imposto de …

Cientistas encontraram abelha australiana que não era vista há 98 anos

Uma espécie de abelha nativa das florestas tropicais do leste da Austrália foi encontrada pela primeira vez em 98 anos. De acordo com o site IFLScience, trata-se da espécie Pharohylaeus lactiferus, abelha nativa do leste da …

Marcelo destaca papel de profissionais de UCI. Costa agradece à Madeira e FPF

O Presidente da República destacou e agradeceu o papel dos profissionais de saúde que estão nos cuidados intensivos, pelo seu papel no combate à pandemia, que considerou uma "saga nacional". "Eu queria, em primeiro lugar, louvar …

Entre farpas a Biden e Fauci, Trump admitiu concorrer à Casa Branca em 2024 (e vencer pela "terceira vez")

No primeiro discurso desde que saiu da Casa Branca, o antigo presidente Donald Trump deu a entender que vai concorrer novamente em 2024 e disse que Joe Biden "perdeu a Casa Branca". O ex-presidente dos Estados …

Cientistas estão a criar um "gémeo digital" da Terra (para prever o futuro)

Uma equipa de cientistas europeus começaram a trabalhar num plano ambicioso para prever o futuro das alterações climáticas: reconstruir uma versão virtual de toda a Terra para representar diferentes cenários. O planeta virtual faz parte de …

Asteróide passará a grande velocidade pela Terra em março. É o maior (e o mais veloz) de 2021

Um asteróide com um diâmetro de até 1,7 quilómetros passará pela Terra a grande velocidade no próximo mês de março, de acordo com dados publicados recentemente pelo Laboratório de Propulsão a Jato da NASA. Apesar de …

Bactérias benéficas do leite materno mudam ao longo do tempo

De acordo com um novo estudo, a mistura de bactérias benéficas transmitidas pelo leite materno muda significativamente com o tempo. Este pode atuar como uma injeção de reforço diário para a imunidade e metabolismo infantil. Os …

Quando um tigre vale mais morto do que vivo: A sórdida realidade das quintas de procriação

Em alguns países asiáticos, quintas de procriação de tigres exploram até ao tutano o valor económico do animal, submetendo-o a condições de vida degradantes. Tigres já foram puderam ser encontrados em grande parte da Ásia, do …

Ana Estrada Ugarte. Em decisão histórica, Peru abre as portas à eutanásia

Numa decisão histórica esta quinta-feira, o 11.º Tribunal Constitucional do Superior Tribunal de Justiça de Lima, no Peru, ordenou ao Ministério da Saúde do país que respeitasse a vontade de Ana Estrada Ugarte de acabar …