Mudaria “a face da guerra”. Biden avisa Putin sobre uso de armas nucleares

3

David Lienemann / White House / Wikimedia

O presidente dos EUA, Joe Biden, com o primeiro-ministro da Rússia, Vladimir Putin

O Presidente dos Estados Unidos (EUA), Joe Biden, disse em entrevista que o seu homólogo russo, Vladimir Putin, não deve usar armas químicas ou nucleares no conflito com a Ucrânia.

“Não, não, não o faça. Irá mudar a face da guerra como nunca antes desde a Segunda Guerra Mundial”, respondeu Biden quando questionado pelo jornalista sobre a possibilidade de Putin usar armas nucleares, numa entrevista ao programa “60 Minutos”, da CBS, citado pelo Público.

Sobre como reagiriam os EUA a esse cenário, referiu: “Acha que eu lhe diria se soubesse exatamente o que seria? Claro que não lhe vou dizer. Seria consequente. Eles tornar-se-iam mais párias do que alguma vez foram e, dependendo do que fizessem, nós determinaríamos que resposta haveria”.

Os contratempos que a Rússia tem sofrido no terreno e as críticas feitas ao país por parte de analistas e comentadores – com alguns a sugerir o uso de armas nucleares táticas no conflito – têm aumentado os rumores sobre uma escalada nuclear.

Michael McFaul, que foi embaixador dos EUA em Moscovo, disse ao Washington Post que considera que Putin “não é louco a esse ponto” e que sabe que uma decisão dessas o tornaria “um pária global”, dinamitando inclusivamente as relações com países que se têm mostrado próximos da Rússia, como a Índia e a China.

No início do conflito, Putin ordenou às chefias militares que pusessem as forças nucleares em alerta máximo, mas até ao momento não as utilizou. Na sexta-feira, acusou a Ucrânia de “atos terroristas” em território russo e prometeu intensificar a retaliação. “Não estamos a lutar com todo o nosso Exército”, sublinhou.

De acordo com o Público, estima-se que a Rússia tenha cerca de 6000 bombas atómicas, das quais umas 1912 serão ogivas nucleares táticas, bombas de curto alcance cuja criação assenta na premissa de que as armas nucleares podem ser controladas e usadas para ataques precisos em campos de batalha.

  ZAP //

3 Comments

  1. “premissa de que as armas nucleares podem ser controladas e usadas para ataques precisos em campos de batalha”

    LOL Como se a Russia fosse capaz de ataques precisos! Nem é capaz nem está interessada nisso!

  2. Por enquanto a guerra nuclear global não nos ameaça. Os discípulos perguntaram a Jesus: “Conte para nós quando é que isso vai acontecer. Que sinal haverá para mostrar quando é que todas essas coisas vão começar?” (Marcos 13:4, NTLH Nova Tradução na Linguagem de Hoje) Jesus disse: “Quando ouvirem falar em guerras e insurreições, que o pânico não se apodere de vocês. De facto, estas coisas têm de acontecer, mas o fim [τελος – neste contexto: cumprimento (do sinal)] não chegará imediatamente.” (Lucas 21:9, O Livro)
    “Vocês ouvirão falar de guerras e ameaças de guerras, mas não entrem em pânico. Sim, é necessário que essas [todas (incluindo anunciado em Daniel 11:29)] coisas ocorram, mas ainda não será o fim [τελος – neste contexto: cumprimento (do sinal)].” (Mateus 24:6, NVT)
    A guerra nuclear global (este será o cumprimento do sinal de Jesus) vai começar com um conflito étnico: “Porquanto se levantará nação contra nação” (como em 2008 na Geórgia). (Mateus 24:7)
    O profeta Daniel escreve: “No tempo designado [o rei do norte] voltará [as tropas russas voltarão para onde estavam anteriormente estacionadas. Isto também significa ação militar, grande crise, desintegração da União Europeia e da NATO. Muitos países do antigo bloco de Leste voltará à esfera de influência russa]. E entrará no sul [este será o início de uma guerra nuclear], mas não serão como antes ou como mais tarde [estas ações militares não conduzirão a uma guerra nuclear global. Esta guerra só começará após o retorno do rei do norte, e por causa do conflito étnico], porque os habitantes das costas de Quitim [o distante Ocidente, ou para ser mais preciso, os americanos] virão contra ele, e (ele) se quebrará [mentalmente], e voltará atrás”. (Daniel 11:29, 30a) Este será um abate mútuo. A “poderosa espada” também será usada. (Apocalipse 6:4) Jesus o caracterizou assim: “coisas atemorizantes [φοβητρα] tanto [τε] quanto [και] extraordinárias [σημεια] do [απ] céu [ουρανου], poderosos [μεγαλα] serão [εσται].” É precisamente por causa disso haverá tremores significativos ao longo de todo o comprimento e largura das regiões [estrategicamente importantes], e fomes e pestes.
    Muitos dos manuscritos contém as palavras “e geadas” [και χειμωνες].
    A Peshitta Aramaica: “וסתוא רורבא נהוון” – “e haverá grandes geadas”. Nós chamamos isso hoje de “inverno nuclear”. (Lucas 21:11)
    Em Marcos 13:8 também há palavras de Jesus: “e desordens” [και ταραχαι].
    A Peshitta Aramaica: “ושגושיא” – “e confusão” (sobre o estado da ordem pública).
    Este sinal extremamente detalhado se encaixa em apenas uma guerra.
    Mas todas essas coisas serão apenas como as primeiras dores de um parto. (Mateus 24:8)
    Este será um sinal de que o “dia do Senhor” (o período de julgamento) realmente começou. (Apocalipse 1:10; 2 Tessalonicenses 2:2)

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.