Biden pondera punir Rússia por suspeita de ciberataque. Trump culpa a China, mas país diz que acusação é “uma farsa”

DNCC / EPA

Joe Biden

Joe Biden considera punir a Rússia pelo ciberataque às agências norte-americanas, através de sanções económicas ou retaliações com pirataria cibernética às infraestruturas russas.

O Presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, está a ponderar punir a Rússia pela alegada participação no ataque informático às agências do governo norte-americano. E pretende fazê-lo assim que assumir o cargo, em janeiro, considerando opções como novas sanções económicas ou retaliação com ciberataques às infraestruturas russas, escreve a agência Reuters.

Segundo uma fonte próxima, a resposta da equipa de Biden deverá ser forte o suficiente para causar um elevado prejuízo económico, financeiro ou tecnológico aos autores do ataque, mas deverá ser evitada a ascensão de um conflito entre dois adversários da Guerra Fria munidos com armas nucleares.

O objetivo principal de qualquer ação levada a cabo pelos EUA, que poderia também incluir esforços de contra-espionagem cibernética, seria criar uma dissuasão eficaz e diminuir a potência de futuros ataques russos, explicou a mesma fonte à Reuters.

Donald Trump apenas quebrou o silêncio sobre a situação este sábado, quase uma semana depois do sucedido, minimizando a sua importância e apontando a China como o possível autor do ciberataque às várias agências norte-americanas. As declarações de Trump contradizem as do seu secretário de Estado, Mike Pompeo, que também tinha responsabilizado a Rússia.

“A pirataria cibernética é muito maior nos media que difundem falsas notícias que na atualidade. Fui informado que tudo está totalmente sob controlo. A Rússia é o alvo favorito quando algo acontece nos fracassados meios de comunicação social, que por motivos financeiros estão petrificados com o debate sobre a possibilidade de ser a China (e pode ser!)”, escreveu Trump no Twitter.

O Governo chinês classificou como “uma farsa” a acusação do Presidente norte-americano, Donald Trump, de que o país asiático poderá ser responsável por um grande ataque cibernético contra os Estados Unidos.

O porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros, Wang Wenbin, não negou formalmente a tese do envolvimento de Pequim, mas afirmou que as acusações norte-americanas carecem de seriedade.

“As acusações norte-americanas contra a China sempre foram uma farsa e têm segundas intenções políticas”, disse, em conferência de imprensa.

Na passada segunda-feira, as autoridades norte-americanas anunciaram terem sido alvo de um ataque cibernético a uma escala nunca antes vista. A investida dos piratas informáticos atingiu agências governamentais especialmente ligadas “às redes de negócios”, não tendo afetado “funções essenciais de segurança nacional”.

A Agência de Segurança Cibernética e Infraestruturas dos Estados Unidos (CISA) alertou que este ataque cibernético representava um “sério risco” para o Governo federal, pois comprometeu “infraestruturas cruciais” no país e seria difícil de eliminar.

O ataque cibernético, que supostamente começou em março, usou atualizações desse software para invadir os sistemas de várias agências governamentais dos EUA, incluindo os departamentos do Tesouro, do Estado, do Comércio e da Segurança Interna.

Os autores do ataque teriam também tentado roubar segredos do Pentágono e do programa nuclear dos EUA em Los Alamos, a instalação onde a primeira bomba atómica foi criada.

  ZAP // Lusa

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Chefes das agências de inteligência dos EUA, nomeadamente James Clapper, diretor de Inteligência Nacional, James Comey, diretor do FBI, John Brennan, diretor da CIA, e Mike Rogers, diretor da NSA, informaram (isto não é segredo), que Putin tem dados comprometedores contra Trump, nomeadamente videos com putaria, feitos num hotel de Moscovo em 2013, além de outras acusações de suborno não especificadas.
    O “mistério” da complacência de Trump relativa a Putin, que o tem desde então, amarrado pelo tomates, está mais que explicado.

  2. Lá continua a porcaria da “Russofobia”. Isso já enjoa e não dá votos pá, mudem a ficha, a guerra fria já terminou. A Rússia quer cooperar com a Europa e fornecer gás a um terço do preço do que é fornecido pela América, só alguns Europeus ainda caem na armadilha de pagar as altas taxas que eles cobram. Felizmente alguns países desenvolvidos como a Alemanha já abriram os olhos e participam no desenvolvimento do gasoduto Russo que vai melhorar e muito no nível de vida Alemão.

    • Sabe a Nato os acordos dos países Europeus com os Estados Unidos fazem com que mesmo sujeitando os mercados estejam sempre de acordo com os Americanos, infelizmente é assim senão sofrem sanções dos EUA repare no caso das tecnologias 5G os Americanos logo ameaçaram Portugal se deixassem cá entrar o 5G.

    • Tens razão. O melhor é o Biden continuar a raiva contra a China. Rende mais dividendos.
      E o resto não comento, porque parece que temos aqui colaboradores do ZAP empenhado em riscar comentários incómodos a vermelho.

      • Caro leitor,
        A má educação incomoda. O insulto incomoda. A violência verbal incomoda.
        O ataque gratuito a quem faz e não ao que foi feito incomoda.
        A desinformação incomoda. Falar aos gritos incomoda.
        O desrespeito pelos princípios que o ZAP defende, tal como os assume no seu Estatuto Editorial, incomoda.
        Sim, a equipa do ZAP está encarregada de riscar comentários incómodos a vermelho.

      • Muito bem, vou reformular educadamente o meu comentário censurado.
        Chefes das agências de inteligência dos EUA, nomeadamente, James Clapper, diretor de Inteligência Nacional, James Comey, diretor do FBI, John Brennan, diretor da CIA, e Mike Rogers, diretor da NSA, informaram que a Rússia compilou dados pessoais comprometedores contra Trump, nomeadamente vídeos feitos em 2013 num hotel de Moscovo, onde deu largas á sua “masculinidade inventiva” com raparigas de boa família.
        Quando este herói se candidatou em em 2016, Putin deve ter visto uma excelente oportunidade para o manter agarrado pelos ditos, assegurando que, senão favorecesse os interesses russos, pelo menos não chateasse. Tinha em seu poder informações potencialmente prejudiciais para os dois partidos, mas só divulgou informações contra Hillary Clinton e os democratas.
        Um idiota necessário tinha caído do céu, e Trump ganhou as eleições, com evidente interferência russa, e o que se tem visto a seguir, é o comportamento “bizarro, e misterioso” deste presidente a evitar a todo o custo melindrar os russos, atacando (convenientemente) os chineses. Será necessário alguém ser super sobredotado para concluir o mais que evidente?
        Ps.
        1 -Concordo que a má educação incomoda, mas já tenho lido comentários muito piores que o meu, que só referiu as raparigas de boa familia, como “pu###s), e os órgão genitais do homem, como “tomates”.
        2- Não fiz qualquer ataque gratuito. O que escrevi, está, ou esteve, nos meios de comunicação, a alcance de qualquer pessoa que se queira informar. Eu não acrescentei nada.
        3- Idem, para a “desinformação”. Ou só será informação, a conveniente, aquela em que acreditamos e nos faz jeito?
        4- Será por ser diferente, que incomoda os Estatutos Editoriais da ZAP, ou do funcionário (a) da censura ?
        5 – Se não é, recomendo alguma parcimónia no uso do lápis vermelho de má memória.
        Finalmente gostaria de informar os senhores da ZAP, que, se não publicarem este comentário, apesar de terem todo o direito de não o fazer, eu irei publicá-lo em todos outros lugares onde puder.

RESPONDER

Governo avança com desconto de 10 cêntimos por litro nos combustíveis para as famílias

O Governo vai criar um desconto de dez cêntimos por litro nos combustíveis para todas as famílias, até 50 litros por mês. Uma medida que estará em vigor entre novembro deste ano e março do …

Inês Sousa Real, porta-voz do PAN

PAN já enviou memorando de entendimento ao Governo

O partido Pessoas–Animais–Natureza enviou ao Governo, esta sexta-feira, o memorando de entendimento com cerca de 60 propostas, no âmbito do Orçamento do Estado para 2022 (OE2022). "O PAN fez chegar ao Governo um memorando do qual …

Alterações ao Orçamento de 2021 custaram, afinal, muito mais do que o estimado pelo Governo

Apenas duas das 291 medidas adicionadas representaram um impacto anual de 88 milhões de euros, com o Governo a calcular, durante a especialidade, que a totalidade custaria 3,2 milhões de euros. As alterações feitas ao Orçamento …

Entre a pandemia e os preços da energia, Marcelo alerta que chumbo do OE criaria "mais um problema"

O Presidente da República reiterou, esta sexta-feira, que deseja evitar uma crise política criada por um eventual chumbo do Orçamento de Estado, porque "só juntaria um problema" à pandemia e à subida dos preços dos …

França dá a partir de dezembro "cheque-combustível" de 100 euros

França vai dar a partir de dezembro um “cheque-combustível” único de 100 euros a cerca de 36 milhões de condutores que ganham menos de 2.000 euros por mês devido à escalada dos preços do gasóleo …

Parlamento aprova extinção do SEF

A extinção do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) foi aprovada na Assembleia da República, esta sexta-feira, com os votos a favor do PS, BE e da deputada não-inscrita Joacine Katar Moreira. O texto final apresentado …

Mais oito mortes e 930 novos casos de covid-19. Incidência sobe

Portugal registou, esta sexta-feira, mais oito mortes e 930 casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 930 novos …

A ministra da Cultura, Graça Fonseca.

De "propaganda" a "manipulação populista". Tweets polémicos do Ministério da Cultura causam alvoroço nas redes sociais

O Ministério da Cultura, tutelado por Graça Fonseca, usou a conta oficial no Twitter para enaltecer os investimentos do Governo PS no setor, e foi mais longe, comparando-os aos do Governo PSD/CDS. Na terça-feira, foram publicados …

Parlamento aprova novo decreto sobre inseminação post mortem após veto de Marcelo

O Parlamento aprovou, esta sexta-feira, um novo decreto sobre a inseminação post mortem, com propostas de alteração do PS, BE, PCP, PAN e PEV para responder às dúvidas levantadas pelo Presidente da República no veto …

PJ faz buscas na provedoria da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa

A Polícia Judiciária (PJ) efetuou, na manhã desta sexta-feira, buscas na provedoria da Santa Casa de Misericórdia de Lisboa para "recuperação de documentação", no decurso de uma investigação da Unidade Nacional de Combate à Corrupção. Fonte …