Sem a pandemia, Benfica teria dois jogadores “praticamente vendidos por 200 milhões”

Tiago Petinga / Lusa

O presidente do Benfica, Luis Filipe Vieira

Luís Filipe Vieira disse que recebeu uma proposta de 60 milhões de euros por Vinícius, em janeiro. Caso não fosse a pandemia, o presidente benfiquista afiança que o clube teria encaixado 200 milhões de euros com a venda de dois jogadores.

Em entrevista à BTV, o presidente do SL Benfica, Luís Filipe Vieira, falou sobre a situação do emblema encarnado face à pandemia de covid-19. A retoma do campeonato, a OPA à SAD e o mercado de transferências foram alguns dos temas abordados.

“Estamos preparados para os próximos cinco meses. Importante é ter dinheiro, porque não sabemos o que vem aí. Não queremos incumprir com ninguém. Temos de manter, em que tenhamos de trabalhar vida e noite. Se não houver competições europeias vamos ter um problema gravíssimo. Até ao momento, 20 a 25 milhões de euros perdidos é certo“, disse o presidente benfiquista.

Porém, Luís Filipe Vieira negou a necessidade de vender jogadores e realçou que, ainda em janeiro, recebeu uma proposta de 60 milhões de euros por Carlos Vinícius.

“O Benfica este ano, se não fosse a pandemia, tinha dois jogadores praticamente vendidos por 100 milhões de euros cada um, 200 milhões. Que estava mais que previsto. Não vale a pena falar nisso, não adianta nada deste momento”, disse.

Ainda em relação à mercado, Vieira abordou a saída de Raul de Tomas, considerando que a sua contratação não foi erro dos encarnados.

“O RDT não foi uma má escolha nossa. Foi aprovado por todos e pelo nosso treinador também, ele tem que aprovar. O que sucede é que o RDT não vingou, não se adaptou em Portugal, mas o Tiago [Pinto] fez toda a negociação e conseguiu vendê-lo por mais dinheiro do que aquele porque o compramos. E com uma particularidade: não foi um erro nosso. O RDT está em Espanha e está a marcar golos e já se fala nele para a Seleção. Não foi erro nosso”, explicou à BTV.

Recentemente há rumores de que o Benfica está a estudar o regresso de David Luiz. Embora não esconda a vontade de poder contar com o defesa central brasileiro, Luís Filipe Vieira considera que “o dinheiro que ele ganha em Inglaterra é impensável o Benfica alguma vez poder pagar”. Mas, “se o David Luiz quando tiver 35 anos quiser, garanto que o recebemos”, acrescentou.

O líder benfiquista disse que, em contrapartida, o clube está a alinhavar o regresso de um outro jogador, cuja identidade não foi revelada.

“Tenho um jogador que vai acabar contrato com 27 anos ou 28 e já me disse que não renova e vai regressar ao Benfica. Não vou dizer quem é, não posso, mas esse vai voltar. Garanto-lhe. E volta com 27 anos. Logicamente que é um jovem que saiu. Isso deixa-me muito feliz que é sinal que se sentem como família dentro de casa do Benfica”, revelou.

Luís Filipe Vieira reforçou ainda a aposta do emblema da Luz na formação, recusando emprestar os jogadores mais jovens e reiterando que é necessário abrir espaço para eles na equipa principal. ” O Benfica não pode pensar que estes jovens são para emprestar, o Benfica tem de criar espaço para eles competirem”, disse.

Visão ‘à la Bayern’

Questionado sobre a OPA à SAD chumbada pela CMVM, o presidente do SL Benfica salientou a transparência com que sempre lidou com o processo.

“A OPA foi chumbada mas foi por uma parte técnica, os nossos juristas é que sabem, mas que não afeta a credibilidade do Benfica. Há uma coisa que a CMVM sabe: o Benfica foi completamente transparente, quem esteve nessa negociação foi transparente em toda a informação. A CMVM até realçou a inovação que era um clube a fazer uma OPA às suas próprias ações”, disse.

O Benfica tem de ter 95 ou 97 por cento da SAD. Anos mais tarde vão dizer que tive a visão certo. Não tenho três investidores, mas quero três baluartes como o Bayern Munique. Se desenvolvermos um projeto desse tipo não ficamos nas mãos deles, eles serão os fieis da balança para que nunca mais voltemos ao ponto em que estivemos”, acrescentou.

No que toca ao regresso do campeonato, Vieira disse que há muita hipocrisia no futebol e que alguns clubes não estavam interessados na retoma da competição.

“Há muita hipocrisia no futebol. Lógico que há gente que não estava interessada que o campeonato recomeçasse. Há uns que a internet vai abaixo quando estão a fazer o calendário dos jogos. Outros que dizem uma coisa e no outro dia dizem outra, ou então não diz frontalmente mas manda três ou quatro clubes a tentarem sondar uns e outros. Quem está no futebol sabe o que se passa. E vai ser assim, vai chegar a uma altura que o Benfica passa para a frente, e de certeza que não vamos fazer nada para parar o campeonato, queremos ganhar no campo e não na secretaria. Eu nunca disse a ninguém que se tivesse à frente queria ganhar na secretaria. O problema é a Liga dos Campeões, o problema é esse”, disse.

Em relação à polémica com Pedro Proença, o presidente benfiquista explicou que está em causa a carta enviada ao Presidente da República em que é abordada a possibilidade de transmitir os restantes jogos da Liga em sinal aberto.

“Fiquei indignado porque ninguém pode falar dos direitos que são nossos em nosso nome, sem darmos autorização para isso. Nunca tive conhecimento da carta nem o representante do Benfica na direção da Liga”, atirou.

“Denúncia anónima do ‘Mala Ciao’. Quem a fez? O FC Porto, claro”

“Acredito muito na justiça e que o Benfica não vai ser chamado por algo que não fez. Já me viraram a vida ao contrário. Sou alguém que incomoda e para alguns era bom não estar à frente do Benfica. Estou de consciência tranquila sobre todos esses processos. Eu nunca poderei ser condenado por algo que não fiz e por isso confio na justiça. Nunca mais me vou esquecer da denúncia anónima do ‘Mala Ciao’. Ridícula. Quem a fez? Os do costume. Norte. Se estou a falar do FC Porto? Claro”, disparou Luís Filipe Vieira.

O presidente benfiquista acusa, assim, o FC Porto de estar por trás da denúncia que deu origem ao processo ‘Mala Ciao’, que corre na justiça, agora em conjunto com os casos dos emails e vouchers.

“Nunca poderei ser condenado por ato que não fiz. Por isso confio na justiça. As pessoas da justiça sabem ler e ter a sensibilidade do que se passou e porquê”, acrescentou.

ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. SE o planeta fosse feito de ouro qualquer monte de terra era valioso.
    SE não existissem mais clubes no mundo… o Benfica era realmente único!
    SE todos tivéssemos um milhão de euros éramos todos milionários
    SE SE se se se ….

    • “SE todos tivéssemos um milhão de euros éramos todos milionários” mas de pouco nos valia porque os preços subiriam todos.

  2. Pois agora o Benfica passa só a vender aos 100 milhões, a esse preço vamos ter garantido certamente mais uns tantos bolas de ouro para o país dando continuidade ao Figo e Cristiano Ronaldo, só que na prática até agora os que saem do Seixal estão caindo lentamente no anonimato.

  3. Azar… Que chatice! A pandemia do Benfica… “o Benfica não vai pagar pelo que não fez…”, “… tenho um jogador…” Ou seja quando se trata de justiça fala em nome do Benfica, quando é de negócios fala em nome próprio. Vai-te catar!

RESPONDER

"Emergência arqueológica". O degelo dos Alpes está a "libertar" artefactos escondidos há milhares de anos

As alterações climáticas podem estar a ajudar os arqueólogos a encontrar artefactos escondidos nos glaciares do Alpes há milhares de anos. O derretimento dos glaciares dos Alpes está a "liberta" objetos que permaneceram congelados no tempo …

Thermite RS3 é o primeiro robô de combate a incêndios dos EUA (e está pronto a entrar ao serviço)

O Corpo de Bombeiros de Los Angeles, nos Estados Unidos, deu as boas-vindas ao mais recente membro da equipa: um bombeiro robótico. O Thermite RS3 é um rover de controlo remoto capaz de bombear milhares de …

Inventor dinamarquês que matou jornalista no seu submarino escapou da prisão (mas já foi apanhado)

O inventor dinamarquês Peter Madsen, condenado a prisão perpétua por torturar e assassinar a jornalista sueca Kim Wall, fugiu da prisão esta terça-feira.  As autoridades dinamarquesas capturaram-no minutos depois. Peter Madsen, o dinamarquês condenado a prisão …

Molécula descoberta por menina de 14 anos pode levar a uma cura para a covid-19

A jovem norte-americana de 14 anos, Anika Chebrolu, descobriu uma molécula que pode levar a uma potencial cura para a covid-19. Enquanto cientistas dos quatro cantos do mundo trabalham no desenvolvimento de uma vacina para a …

Cerca de 1.300 reclusos fogem de prisão no Congo após ataque do Estado Islâmico

Cerca de 1.300 reclusos escaparam de uma prisão na República Democrática do Congo na manhã de terça-feira, após um ataque reivindicado pelo Estado Islâmico, informou a Organização das Nações Unidas (ONU). Embora as autoridades locais tenham …

Amesterdão vai usar flores para impedir que os ciclistas estacionem bicicletas nas pontes

A cidade conhecida pelo uso de bicicletas, vai agora tomar uma medida em relação ao estacionamento destas nas pontes. Tudo para proteger as vistas para os seus famosos canais. Amesterdão orgulha-se de ser uma das cidades …

Morreu voluntário envolvido no ensaio da vacina de Oxford. Tinha 28 anos e era médico recém-formado

As autoridades de saúde brasileiras divulgaram esta quarta-feira a morte de um voluntário dos testes da vacina contra a covid-19, desenvolvida pelo laboratório AstraZeneca e pela Universidade de Oxford. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), …

Milo, o "comunicador de ação" que permite conversar em grupo durante atividades ao ar livre

Chegou o Milo, o novo aparelho que vai revolucionar as aventuras em grupo. Este pequeno dispositivo permite-lhe conversar com o seu grupo à distancia sem precisar de levar o smartphone para o meio da montanha, …

Roubar aos ricos para dar aos pobres. Misterioso grupo de hackers desviou dinheiro para doar à caridade

Um misterioso grupo de hackers, conhecidos como hackers Darkside, doou dinheiro a duas instituições de caridade - mas esse dinheiro foi roubado pelo mesmo grupo a grandes corporações através de um ataque de ransomware. Quase podia …

Desatualizados e com erros. IA vai vasculhar milhares de documentos da Casa Branca

O Escritório de Administração e Orçamento da Casa Branca (OMB) disse que as agências federais vão usar inteligência artificial (IA) para eliminar requisitos desatualizados, obsoletos e inconsistentes em dezenas de milhares de páginas de regulamentos …