Bélgica 3-0 Rússia | Diabos belgas à solta em São Petersburgo

Anatoly Maltsev / EPA

A Bélgica entrou com tudo nesta fase final do EURO 2020. Na noite deste sábado, os “diabos vermelhos” andaram à solta e silenciaram São Petersburgo.

A Bélgica entrou hoje com o pé direito no Campeonato da Europa de futebol e venceu a Rússia, por 3-0, fazendo jus ao estatuto de líder do ‘ranking’ FIFA e de candidata ao título.

Mesmo privados da ‘estrela’ De Bruyne, os belgas tiveram em Romelu Lukaku, que bisou, um dos trunfos para derrotar uma equipa russa que acabou castigada pelos erros cometidos.

A abertura do marcador, logo aos 10 minutos, ficou marcada pela polémica, num centro de Castaigne, que teve falha clamorosa de Semenov e permitiu a finalização de Lukaku, a beneficiar de posição muito duvidosa – o português João Pinheiro era um dos assistentes do VAR – para colocar os ‘diabos vermelhos’ na frente

Na celebração, o avançado correu na direção das câmaras com uma mensagem para o dinamarquês Eriksen, colega no Inter que horas antes sofreu grande susto, ao cair inanimado no relvado no jogo com a Finlândia – “Chris, adoro-te!“.

“Erros meus, má fortuna…”

“Erros meus, má fortuna…”, já cantava Amália Rodrigues: duas falhas da defensiva russa, dois golos da Bélgica. Lukaku aproveitou um corte defeituoso de Semenov para abrir o activo logo aos dez minutos.

Aos 34, Meunier – tinha entrado aos 27 na vaga do lesionado Castagne, que chocou de forma violenta com Kuzyaev, que também teve de abandonar o terreno de jogo –, dilatou o “score” na sequência de uma defesa incompleta de Shunin.

A superioridade dos homens de Roberto Martínez na primeira metade não deixava margem para quaisquer dúvidas: 67% da posse de bola, 13 acções na área contrária, sete remates (três foram ao alvo), dois golos, duas oportunidades flagrantes desperdiçadas e uma eficácia de passe a rondar os 90% (em 375 tentados, 337 chegaram ao destinatário).

Segunda parte em que a Bélgica soube controlar a vantagem, circulando a bola com tranquilidade, segurança e inteligência. Lukaku, a fechar as contas aos 88 minutos, bisou e dilatou a vantagem dos belgas para 3-0.

Os russos foram quase sempre inoperantes e poucas vezes conseguiram ameaçar com perigo o último reduto contrário. Em suma, exibição sólida, convincente e consistente de um dos candidatos ao título, a Bélgica.

Nos últimos 24 jogos que realizou, a selecção de Martínez apenas perdeu numa ocasião, diante da França das meias-finais do Mundial 2018. Em fases finais de Europeus, os russos não ganham há seis encontros consecutivos.

Melhor em Campo

Face à ausência de Kevin de Bruyne (lesionado) e com Eden Hazard a iniciar a partida no banco, o avançado do Inter de Milão Lukaku puxou dos galões e liderou o triunfo belga.

Rápido, letal a explorar a profundidade e sagaz a finalizar, Lukaku foi o MVP com um GoalPoint Rating de 8.1 e deixou água na boca para o que aí vem.

Com os dois tiros certeiros, atingiu a marca de 20 golos ao serviço da selecção nos últimos 15 encontros em que foi utilizado.

Esta noite, fez três remates, quatro passes valiosos, cinco acções com a bola na área russa e recuperou a posse em três ocasiões.

A nota apenas não foi ainda mais elevada devido aos sete maus controlos de bola que registou – registo negativo máximo em toda a partida.

Destaques da Bélgica

Meunier 7.6 – O azar de Castagne foi a sorte do ala-direito do Borussia Dortmund. Nos 65 minutos em que esteve em cena realizou um remate, marcou um golo, gizou uma assistência, dois passes para finalização, seis passes valiosos (máximo no encontro), recuperou a posse em seis ocasiões e falhou apenas quatro dos 40 passes feitos (90% de eficácia).

Boyata 6.1 – Seguro, formou com Vertonghen e Alderweireld um trio de respeito na defesa. Dos seus números, salientamos os cinco alívios que fez, dois desarmes, duas intercepções e as duas acções defensivas no meio-campo russo.

Vertonghen 5.9 – Abandonou o relvado aos 75 minutos devido a queixas físicas. Enquanto esteve em acção, o defensor “encarnado” registou a quarta melhor nota. Das suas acções, destacamos os quatro duelos aéreos defensivos que venceu e os quatro e as sete vezes em que recuperou a posse.

Destaques da Rússia

Mário Fernandes 5.7 – Foi a melhor unidade dos russos. O lateral-direito, que nasceu no Brasil, tentou remar contra a forte maré belga, acumulando um remate, três cruzamentos, cinco recuperações de posse, três desarmes e dois alívios.

Cheryshev 5.0 – O extremo do Valência foi uma espécie de espelho da exibição sem chama e imaginação dos russos. Esteve apenas 36 minutos em jogo e nunca conseguiu desequilibrar.

Resumo

ZAP // Lusa / GoalPoint

 


CLASSIFICAÇÃO DO GRUPOCalendário de Jogos patrocinado por Solverde

Calendário de jogos no Especial ZAP Euro 2020


PARTILHAR

RESPONDER

Rorhwerk, o maior instrumento musical do mundo

Rohrwerk, uma obra de arte efémera, é a maior "fábrica do som" do mundo

Uma espécie de "pavilhão do som". Alunos da Escola Politécnica de Lausanne (EPFL), na Suíça, criaram um novo instrumento musical, o maior alguma vez construído. Com 45 metros de altura, a obra de arte imponente …

Costa já pediu desculpas às confederações patronais. "Houve um lapso"

O primeiro-ministro afirmou, esta sexta-feira, que já apresentou um pedido de desculpas às confederações patronais por o Governo ter aprovado duas medidas na área do trabalho sem antes as ter apresentado em Concertação Social. À chegada …

Luxemburgo torna-se o primeiro país da Europa a legalizar o cultivo e consumo de canábis

O Governo luxemburguês anunciou, esta sexta-feira, que o país será a primeira nação do Velho Continente a legalizar o cultivo e o consumo de canábis. De acordo com a nova legislação, explica o jornal The …

Prisão preventiva para suspeitos da morte de jovem no metro das Laranjeiras

Os quatro suspeitos da morte de um jovem, na quarta-feira, na estação de metro das Laranjeiras, em Lisboa, ficaram em prisão preventiva, depois de presentes a primeiro interrogatório judicial. Os quatro arguidos, com idades entre os …

Cristiano vs. Salah: Klopp não queria comparar mas comparou

Treinador do Liverpool não acredita que vai encontrar um adversário debilitado: "Eles são capazes de fazer coisas incríveis". É o grande jogo de futebol no Reino Unido e um dos mais aguardados em todos os países: …

Bastonário dos Médicos considera direção executiva do SNS "um disparate"

O bastonário da Ordem dos Médicos considera que a criação da direção executiva do Serviço Nacional de Saúde, proposta no Estatuto do SNS aprovado esta quinta-feira, é "um disparate" e que há estruturas que podem …

João Leão no Parlamento: "A alternativa é um Orçamento apresentado pelo PSD"

O ministro das Finanças afirmou, esta sexta-feira, na Assembleia da República, que a alternativa à viabilização à esquerda da proposta de Orçamento do Estado para 2022 (OE2022) é um Orçamento feito pelo PSD. "A alternativa que …

Mais de 30 mil mulheres polacas recorreram a métodos de aborto ilegais ou no estrangeiro desde a alteração na lei

Proibição à interrupção voluntária da gravidez entrou em vigor no início deste ano e as  exceções só se aplicam a casos de violações, incestos ou quando a saúde da mãe está em risco. Pelo menos 34 …

Fenprof anuncia nova greve no dia 12 e concentração em frente ao Parlamento

A Federação Nacional dos Professores (Fenprof) anunciou, esta sexta-feira, a realização de uma concentração em frente à Assembleia da República no dia 5 de novembro e a adesão à greve nacional da Administração Pública marcada …

Luis Díaz será a prioridade do Newcastle

Valor de mercado será agora inacessível para os clubes italianos, escreve-se... em Itália. O novo Newcastle deverá atacar o mercado do futebol com estrondo, possivelmente já daqui a pouco mais de dois meses, e a prioridade …