Beber álcool não afeta a eficácia da vacina contra a covid-19 (mas é preciso ter moderação)

Depois de um longo ano e de muita expectativa, ser vacinado contra a covid-19 pode ser motivo de comemoração, o que para muitos pode significar beber uma bebida e brindar à imunidade recém-adquirida. Mas será que o álcool pode interferir na resposta imunológica?

Para já, não há evidências de que beber um ou dois copos de álcool possa reduzir a eficácia de qualquer uma das vacinas contra a covid-19.

Alguns estudos descobriram que o consumo a longo prazo de pequenas ou moderadas quantidades de álcool pode até beneficiar o sistema imunológico ao reduzir a inflamação.



Por outro lado, vários especialistas afirmam que o consumo excessivo de álcool, principalmente a longo prazo, pode suprimir o sistema imunológico e potencialmente interferir na resposta à vacina.

“Se a pessoa bebe moderadamente, não há risco de consumir álcool na altura em que vai tomar a vacina”, disse Ilhem Messaoudi, diretor do Centro de Pesquisa de Vírus da Universidade da Califórnia, que conduziu pesquisas sobre os efeitos de álcool na resposta imune.

Contudo, o investigador alerta: “é preciso estar ciente do que realmente significa beber com moderação. É perigoso beber grandes quantidades de álcool porque os efeitos em todos os sistemas biológicos, incluindo o sistema imunológico, são bastante graves e ocorrem com bastante rapidez quando se sai dessa zona moderada”.

O consumo moderado de álcool é geralmente definido como não mais do que dois copos por dia para homens e um copo por dia para mulheres, enquanto o consumo excessivo de álcool é definido como quatro ou mais copos de álcool por dia em ambos os sexos.

O The New York Times recorda que uma bebida padrão são 148 mililitros de vinho, 44 ​​mililitros de bebidas destiladas ou 355 mililitros de cerveja.

Tendo em conta os vários estudos feitos neste âmbito, uma coisa que fica clara é que o consumo excessivo de álcool prejudica a resposta imunológica e aumenta a suscetibilidade a infeções bacterianas e virais.

Isto impede que as células do sistema imunológico se movam para os locais de infeção e realizem as suas funções, como destruir vírus, bactérias e células infetadas, tornando mais fácil para os patogénicos invadirem as células e causar uma série de outros problemas.

Outro motivo para moderar o consumo de álcool é que beber excessivamente pode causar ressaca e essa condição pode amplificar os efeitos colaterais que a vacina pode ter, tal como a febre, mal-estar ou dores no corpo.

Ana Isabel Moura, ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Grande novidade… Já assim diziam os antepassados no que respeita ao tratamento das gripes: “Abifa-te, avinha-te e abafa-te!!”

RESPONDER

Juiz Carlos Alexandre aceita proposta de pagamento de caução de Joe Berardo

O juiz Carlos Alexandre aceitou, esta quarta-feira, a proposta e a forma de pagamento da caução de cinco milhões de euros apresentada pelo empresário madeirense no processo da Caixa Geral de Depósitos. A decisão favorável do …

Mais 13 mortes e 3452 casos de covid-19 nas últimas 24 horas

Portugal registou, esta quarta-feira, mais 13 mortes e 3452 casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 3452 novos …

MPT junta-se a PDR e pedem que Nós, Cidadãos! seja banido das autárquicas pelo TC

O MPT juntou-se ao PDR e ambos pedem que o Nós, Cidadãos! seja impedido de "apresentar candidaturas" às eleições autárquicas de setembro. Em junho, o PDR deu entrada com um pedido no Tribunal Constitucional (TC) para …

Relatório revela envolvimento da Igreja Católica em 100 casos de pedofilia na Polónia

Uma comissão estatal que analisou as denúncias de crimes de pedofilia registadas na Polónia entre 2017 e 2020 denunciou na terça-feira que quase um terço dos casos estudados, num total superior a 300 processos, envolvem …

Polícias voltam aos protestos por causa do subsídio de risco em dia de nova reunião com o Governo

Elementos da PSP e da GNR voltam esta quarta-feira aos protestos por causa do subsídio de risco, uma concentração que vai decorrer enquanto os sindicatos e associações socioprofissionais estão reunidos no Ministério da Administração Interna …

Vieira continua em domiciliária. MP vai pedir reforço de garantias de caução

O Ministério Público (MP) vai pedir reforço de garantias de caução por entender que o uso das ações da SAD do Benfica não é a forma apropriada. O Correio da Manhã avança, esta manhã, que o …

Investigadores suecos pagam 23 dólares a quem se vacinar contra a covid-19

Recompensa surge no âmbito de uma pesquisa que pretende avaliar o nível de eficácia de diferentes incentivos à vacinação contra a Covid-19. O estudo conta com a participação de 8.200 voluntários com menos de 60 …

Costa diz que Estado se curva "perante a memória" de Otelo. Mas BE condena ausência de luto nacional

O primeiro ministro, António Costa, e o presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, decidiram não declarar luto nacional pela morte de Otelo Saraiva de Carvalho, Capitão de Abril. A líder do BE e o …

Catarina Martins volta a bater o pé e Jerónimo sublinha: "Ainda não há Orçamento"

Marcelo Rebelo de Sousa recebeu, esta terça-feira, o Bloco de Esquerda, o PCP e o CDS, em mais uma ronda de reuniões com os partidos com assento parlamentar. Se o objetivo do Presidente da República era …

Simone Biles, Jogos Olímpicos de Tóquio 2020

Simone Biles. O ouro olímpico não é sinónimo de paz, muito menos interior

Na sequência do escândalo Nassar, a opinião pública dos EUA concordou que não valia tudo no caminho até ao ouro olímpico — principalmente quando está em causa a dignidade humana. Com a sua principal estrela …