Água da torneira, se faz favor (para todos menos para a Câmara de Beja)

Está em curso uma campanha promocional a favor da água da torneira. A população de Beja coloca reservas no consumo da água da rede pública, que “sabe mal”. Já os membros do executivo municipal insistem em não dar o exemplo, continuando a beber água mineral engarrafada.

Está em curso uma forte campanha promocional a favor da água da torneira, com vários vídeos no Facebook onde adolescentes e adultos pedem, às mesas de esplanadas, cafés ou restaurantes, “água da torneira se faz favor”.

Além disso, passou a ser disponibilizada nos serviços municipalizados água da torneira “aromatizada” com morangos, uma forma de proporcionar “uma nova e e diferenciada experiência aos seus clientes”, esclarece a EMAS.

A Empresa Municipal de Águas e Saneamento (EMAS) está a levar a cabo uma forte promoção da rede pública de abastecimento. No entanto, esta dinâmica promocional e o objetivo inerente à campanha não mudaram os hábitos dos sete membros do executivo municipal que continuam a beber água mineral engarrafada.

No início de maio, o Público confrontou Paulo Arsénio, presidente da Câmara de Beja, com esta contradição. O autarca admitiu a incongruência e disse que nas reuniões do executivo municipal passaria a ser disponibilizada água da rede pública – algo que ainda não acontece.

Em fevereiro, a EMAS reconhecia que “praticamente todos os habitantes no concelho (cerca de 20 mil consumidores) preferem beber água do garrafão“. Aliás, a população, de uma forma generalizada, considerava que a água fornecida na rede pública “não tinha qualidade para ser consumida, não devendo ser bebida nem utilizada na alimentação”.

A EMAS admitia que a água da rede pública “tinha um sabor mau“, mas garantia que “era de qualidade, uma vez que cumpria todas as regras de qualidade e segurança nacionais e europeias”.

De acordo com o jornal, este argumento suscitou dúvidas nos consumidores, quando confrontados com água barrenta das inúmeras ruturas que têm assolado a rede pública de abastecimento.

As desconfianças confirmaram-se quando a empresa Águas Públicas do Alentejo (agdA), entidade que fornece a água em alta, confirmou a presença de microalgas, cianobactérias e actionomicetes na rede pública.

A campanha, atualmente em curso, insiste para que a população beba “água da torneira à confiança”, conselho que se torna difícil de aceitar quando a população interiorizou que os esgotos são lançados na barragem do Roxo, de onde é captada a água utilizada na rede pública.

Acresce ainda o facto de a União Europeia já ter multado Portugal em três milhões de euros por não respeitar a legislação comunitária por continuar a lançar na bacia do Roxo efluentes domésticos sem qualquer tratamento.

O Público avança que vão ter de ser investidos cerca de 15 milhões de euros, até ao final deste ano, na construção de uma nova ETAR e uma nova ETA. A má qualidade da água do Roxo forçaram a AgdA a recorrer à água vinda do Alqueva, por considerar a ETA di Roxo “uma estrutura obsoleta”.

Mas debilidades do sistema não ficam por aqui, e estendem-se aos ramais domiciliários. A EMAS refere que acionou uma urgente “intervenção global de substituição de ramais, que está a decorrer simultaneamente e de forma contínua, com várias frentes de obra”

Em quatro meses já foram substituídos 245 ramais em 88 ruas do concelho de Beja. 85% das ruturas incidiam sobre ramais domiciliários.

ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

RESPONDER

É urgente moldar as áreas urbanas de África para suportar futuras pandemias

Quando o tema é a Covid-19, o poder das cidades provém do número de interações entre pessoas, empresas e mercados que estes centros populacionais permitem. Apesar de todas as suas virtudes, a verdade é que …

Incêndio em Chernobyl pode ter provocado valores de radiação acima do normal

Um fogo florestal atingiu este domingo a zona interditada da central nuclear de Chernobyl, mas as informações sobre o aumento dos níveis de radiação são contraditórias. O fogo já consumiu 100 hectares de floresta, disse Yehor …

Em pânico, os norte-americanos estão a comprar pintainhos para lidar com a pandemia

Todo o mundo está a ser afetado pela pandemia de covid-19, tendo os norte-americanos, inicialmente, corrido aos supermercados para comprar o máximo de papel higiénico possível. Porém, agora, o produto é outro. De acordo com o …

20 anos depois, aldeias no Peru ainda sofrem com derrame de mercúrio

Em junho de 2000, um camião derramou mercúrio, da mina de ouro Yanacocha, a maior da América Latina, em três aldeias do Peru. 20 anos depois, os moradores ainda sofrem as consequências deste acidente. Quando Francisca …

Caso BPP. Ex-banqueiro João Rendeiro acusado de nova burla

O Ministério Público (MP) acusou o ex-presidente e fundador do BPP, João Rendeiro, de mais um crime de burla qualificada no caso BPP, segundo avança o Correio da Manhã. A acusação relaciona-se, de acordo com o …

EUA "confiscam" na Tailândia 200 mil máscaras que iam para a Alemanha

A polícia de Berlim, na Alemanha, encomendou 200 mil máscaras cirúrgicas a uma empresa americana. Porém, foram "confiscadas" em Banguecoque, na Tailândia, e desviadas para os Estados Unidos. O ministro do Interior de Berlim considerou o …

Valência chega a acordo com Diogo Leite. Saída do FC Porto estará quase consumada

O Valência tem 20 milhões de euros para oferecer ao FC Porto em troca do defesa-central Diogo Leite, com quem já terá chegado a acordo. De acordo com o jornal desportivo A Bola, Diogo Leite já …

Jornais espanhóis fazem boicote às "conferências-farsas" do Governo

Os jornais espanhóis, como o Libertad Digital, o El Mundo, o ABC e o Vozpópuli, estão a boicotar as conferências de imprensa do governo de Espanha, acusando-o de filtrar as perguntas dos meios de comunicação. Tudo começou …

Número diário de óbitos desce em Espanha. Mais um campo de refugiados grego em quarentena

Em Espanha, o número diário de óbitos por infeção de covid-19 tem mantido uma tendência de subida. Já na Alemanha, há menos casos, mas mais mortes. Espanha continua a manter a tendência de descida do número …

Trump diz que o pior está para vir (mas admite aliviar restrições para ir à missa na Páscoa)

Este sábado, o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, admitiu que o pior ainda está para vir e que ainda “vai haver muitas mortes". Depois, disse que está a pensar aliviar as restrições para permitir …