Bebé nasceu “grávido” do irmão gémeo

rotorhead / SXC

Uma jovem de 19 anos deu à luz um bebé que tinha a crescer no estômago um gémeo parasita. Um caso de uma rara anomalia congénita que aconteceu na Índia.

Este gémeo parasita, que estava a crescer atrás do estômago do bebé, só foi detectado depois do seu nascimento, conta o jornal britânico The Independent.

Durante a gravidez, um exame de rotina feito num hospital da cidade de Mumbra, na Índia, permitiu detectar uma massa estranha no corpo do feto. Quando nasceu, foi feito novo exame, que revelou a presença de um gémeo parasita, com cerca de 7 centímetros.

O bebé foi operado para a extracção do feto do seu irmão que já tinha cabeça, um braço e pernas. Encontra-se em situação estável, prevendo-se que possa desenvolver-se normalmente.

O gémeo parasita “estava dentro de um saco fetal do recém-nascido”, conta ao jornal britânico Daily Mail o radiologista Bhavna Thorat que o detectou nos primeiros exames efectuados.

“Consegui ver ossos dos membros superiores e inferiores do feto”, acrescenta o especialista, que também viu “uma pequena cabeça com o cérebro no interior”, embora não tivesse “ossos do crânio”.

1 em cada 500 mil nascimentos

A rara anomalia congénita é conhecida como “feetus in fetu” e há “menos de 100 casos registados, em todo o mundo”, ocorrendo “apenas em 1 em cada 500 mil nascimentos”, conforme atesta o site científico IFLScience.

Em março do ano passado, uma bebé de 10 meses nasceu, na Costa do Marfim, com quatro pernas e com duas colunas vertebrais, tendo sido separada com êxito da gémea parasita.

Não se sabe porque é que este tipo de anomalia ocorre, mas acredita-se que os gémeos parasitas começam por crescer normalmente no útero, partilhando a placenta com os irmãos.

Contudo, durante o início da gravidez, um dos gémeos acaba por envolver o outro, tornando-se este segundo num “parasita”, uma vez que utiliza o fluxo sanguíneo do “hospedeiro” para sobreviver.

Os gémeos parasitas são caracterizados pela incapacidade de sobreviverem sem o irmão hospedeiro, faltando-lhes os órgãos necessários para isso. Podem também ser uma ameaça e pôr em causa a vida do irmão que os “aloja”.

Há alguns casos em que os gémeos parasitas crescem sem ser detectados, só sendo descobertos já na vida adulta dos seus “hospedeiros”.

SV, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Atletas que sorriem durante as corridas gastam menos oxigénio

Os atletas que sorriem gastam menos oxigénio, trabalham de forma mais económica e têm um nível de esforço menor, refere um estudo realizado pelas universidades de Ulster e Swansea, divulgado esta terça-feira. Os investigadores pediram a …

OMS analisa possíveis primeiros casos de infeção de animais para o homem

A Organização Mundial de Saúde (OMS) admite que pelo menos três infeções por Covid-19 nos Países Baixos possam ser os primeiros casos conhecidos de transmissão do novo coronavírus dos animais para o homem, tendo martas …

Na Suíça, é possível estar em teletrabalho e a empresa pagar parte da renda

O Tribunal Federal da Suíça condenou uma empresa de contabilidade a pagar parte da renda de casa a um funcionário que se encontrava em teletrabalho. Segundo revelou na segunda-feira o swissinfo e o Tages-Anzeiger, citados pelo …

Governo negoceia até mais 35 milhões em apoios para agricultura

A ministra da Agricultura disse hoje que está em curso a negociação de medidas adicionais para apoiar o setor agrícola, face ao impacto da covid-19, através do Programa de Desenvolvimento Rural (PDR), que podem mobilizar …

Moro não assinou exoneração de ex-diretor da Polícia, admite Presidência do Brasil

A Secretaria-Geral da Presidência brasileira admitiu na segunda-feira que o agora ex-ministro da Justiça Sergio Moro não assinou o decreto de exoneração de Maurício Valeixo da direção-geral da Polícia Federal, confirmando a versão original do …

Norte foi região que mais contribuiu para aumentar produtividade do trabalho no país

O Norte foi a região que mais contribuiu para aumentar a produtividade laboral entre 2000 e 2017, crescendo 20% quando a Área Metropolitana de Lisboa subiu 3,3%, revelou na segunda-feira a Comissão de Coordenação e …

Vai nascer uma praia fluvial nas margens do Alqueva em 2021

Uma nova praia fluvial começou a ser construída nas margens do Alqueva, devendo começar a funcionar no verão do próximo ano. Uma nova praia fluvial começou a ser construída nas margens do Alqueva, junto à aldeia …

Câmara de Bragança vai ajudar com até 100 euros a pagar renda

As famílias mais vulneráveis do concelho de Bragança vão poder contar com um apoio financeiro até 100 euros mensais para pagar a renda. A Câmara de Bragança vai ajudar as famílias do concelho em situação vulnerável …

Parlamento chumba lay-off para sócios-gerentes, mas acaba com teto de faturação ao apoio

A Comissão de Economia chumbou, esta terça-feira, o alargamento do lay-off simplificado aos sócios-gerentes. Por outro lado, aprovou o fim do teto de faturação para aceder ao apoio a estes portugueses. A proposta do PSD, BE …

Comissão Europeia admite que Portugal fica "em desvantagem" nas ajudas estatais

Margrethe Vestager, vice-presidente executiva da Comissão Europeia, admite que países como Portugal, com menor capacidade orçamental do que Estados-membros como Alemanha ou França, fiquem “em desvantagem” nas ajudas estatais em altura de crise gerada pela …