Bloco de Esquerda e PCP juntos por uma luta antiga: o fim das PPP na Saúde

Grupo Parlamentar do Partido Socialista / Facebook

Jamila Madeira, atual secretária de Estado Adjunta e da Saúde

O Bloco de Esquerda e o PCP estão determinados a insistir no fim da gestão privada na Saúde, já no arranque da próxima sessão legislativa.

Há um ano, os antigos parceiros da geringonça deram o seu apoio à aprovação da Lei de Bases da Saúde, convictos de que a sua regulamentação seria explícita sobre o fim da gestão privada na Saúde. No entanto, o decreto-lei do Governo não foi ao encontro das expectativas dos dois partidos.

Com o apoio das bancadas da direita, o PS chumbou todas as propostas de alteração que tinham como objetivo fixar uma gestão pública no Serviço Nacional de Saúde (SNS).

Agora, avança o jornal Público, o Bloco de Esquerda compromete-se a avançar com um projeto de lei que altere o decreto em vigor, já na próxima sessão legislativa.

Os bloquistas entendem que o Governo não respeitou o que foi aprovado na Lei de Bases da Saúde, que abriu as portas às parcerias público-privadas (PPP). Moisés Ferreira, deputado do BE, disse ao diário que rejeita o argumento do Governo de que não pode impedir por lei soluções de gestão privada para futuros executivos.

Da mesma forma, mas sem se comprometer com datas, o PCP garante que vai “continuar a sua luta e intervenção contra as PPP” já na próxima sessão legislativa. O primeiro passo será dado já no Orçamento do Estado para 2021.

Jorge Pires, da Comissão Política do Comité Central comunista, lembrou ao Público que em vez de pedir a cessação da vigência do decreto-lei, o PCP preferiu apresentar propostas de alteração, mostrando a sua disponibilidade para discutir o assunto apesar da sua discordância de base.

Temos razões para estarmos zangados com o PS nesta área. O que nos levou, à última hora, mesmo em cima do limite, a dar o voto favorável para aprovar a lei há um ano foi a promessa do Governo PS apresentar em 180 dias um decreto-lei em que definia a gestão pública. E depois o que apareceu foi um decreto a regulamentar as novas PPP. Isto retira a confiança” nos compromissos, admitiu.

Na altura, o PSD também pediu a apreciação parlamentar do diploma, mas com a intenção de ir mais longe na solução da gestão privada de hospitais, ao propor condições explícitas para a realização dos contratos de parcerias com privados. O matutino tentou saber qual a posição que vai tomar, mas o partido preferiu não antecipar.

Já o Iniciativa Liberal, que quis avançar nas condições para as PPP mas acabou por ver as suas propostas chumbadas, vai avançar na próxima sessão legislativa com o seu pacote legislativo para um sistema de saúde universal.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Veneno de tarântula pode ser benéfico no tratamento de dores viscerais

Uma equipa de investigadores australianos identificou dois peptídeos do veneno da tarântula, que podem ajudar a aliviar dores em órgãos do sistema digestivo. Há algum tempo que os cientistas investigam a funcionalidade do veneno em doenças, …

Cientistas propõem reciclar beatas de cigarro para fazer tijolos

Os cientistas afirmam que se apenas 2,5% dos tijolos produzidos em todo o mundo, anualmente, incluíssem 1% de beatas, seria possível reciclar todas as pontas de cigarro a nível global. Um grupo de investigadores da Escola …

Taxa de natalidade desce quase um terço em cidade chinesa

As autoridades chinesas reconheceram oficialmente que a taxa de nascimentos em Xinjiang, cidade situada no noroeste da China, desceu quase um terço em 2018, comparada com o ano anterior. De acordo com a CNN, o governo …

Dynetics revela o módulo lunar do programa Artemis (incluindo o interior)

A empresa norte-americana Dynetics revelou, no dia 15 de setembro, um modelo em escala real do módulo lunar especialmente projetado para levar os astronautas da NASA à Lua já em 2024, como parte do programa …

Polícia de Nova Iorque de origem tibetana acusado de espiar ao serviço da China

Um polícia nova-iorquino originário do Tibete foi acusado de espionagem pelas autoridades norte-americanas por, supostamente, ter recolhido para o Governo chinês informações sobre a comunidade tibetana em Nova Iorque. De acordo com a acusação das autoridades …

Football Leaks. PJ desconhecia acesso das autoridades francesas às provas

O inspetor da PJ, José Amador, revelou, esta terça-feira, que esta polícia não teve conhecimento do acesso das autoridades francesas às provas apreendidas a Rui Pinto durante a sua detenção na Hungria. Na quinta sessão do …

Aldeões ajudam tropas indianas que enfrentam militares chineses nos Himalaias

Cerca de 100 residentes da vila de Chushul atravessam o território indiano de Ladakh para chegar a um pico dos Himalaias conhecido como Black Top, a uma altitude de mais de 4500 metros, levando suprimentos …

Detido na Rússia líder religioso que diz ser a reencarnação de Jesus

O líder religioso, que diz ser a reencarnação de Jesus, foi detido, na Rússia, esta terça-feira, durante uma operação especial. De acordo com as imagens divulgadas pelo jornal The Guardian, vários agentes da polícia, armados e …

Covid-19: Universidade de Coimbra tem novo programa de rastreio aleatório para alunos e docentes

A Universidade de Coimbra (UC) preparou um Plano de Prevenção e Protocolo de Atuação para garantir o regresso às aulas em segurança para alunos, professores, docentes e comunidade. "Tendo em conta a situação pandémica que estamos …

Jogador substituído aos 14 segundos

Substituição insólita foi realizada na primeira divisão da Estónia. Jovem nem tocou na bola. Jogo da 21.ª jornada do campeonato nacional da Estónia, primeira divisão. O FCI Levadia recebe o JK Nõmme Kalju e vence por …