BE considera PCP “imprescindível a equilíbrio de forças” para governo de esquerda

Tiago Petinga / Lusa

Catarina Martins em conferência de imprensa

A líder do Bloco de Esquerda (BE) elegeu hoje o PCP como “imprescindível a um equilíbrio de forças” para um eventual “governo à esquerda no país” após as eleições de 6 de outubro.

Em entrevista à Antena 1, Catarina Martins insistiu na tese, repetida ao longo desta pré-campanha, de que uma maioria absoluta do PS seria “muito perigosa”, voltou a defender entendimentos à esquerda, entre bloquistas e comunistas, e fez um elogio ao papel dos comunistas.

“Nós temos gostado muito de trabalhar com o PCP e eu acho que o PCP é imprescindível a um equilíbrio de forças que permita um Governo à esquerda no país”, afirmou nesta entrevista à rádio pública, conduzida pela jornalista Natália Carvalho.

Quanto aos últimos quatro anos, reconheceu diferenças e divergências entre os dois partidos que foram “aliados” no apoio ao parlamentar ao executivo minoritário de António Costa, mas também os entendimentos.

“Nós valorizamos muito a convergência que temos tido com o PCP. Sabemos também das dificuldades, dos desacordos… Não me esqueço que o PCP votou conta a paridade entre homens e mulheres”, exemplificou.

A líder bloquista recordou que, após as legislativas de 2015, o BE “teria gostado de fazer uma negociação conjunta”, para viabilizar o executivo de António Costa, entre bloquistas e comunistas de um lado, com quase 20%, face aos “cerca de 30%” do PS.

“Poderia ter sido favorável”, admitiu Catarina Martins que relativizou a recusa do PCP a esta solução, para, logo a seguir, dizer: “Trabalhamos em conjunto quando é possível trabalhar em conjunto.”

De resto, a coordenadora dos bloquistas insistiu que as maiorias absolutas “são perigosas” e que “as pessoas lembram-se do que foram as maiorias absolutas no passado, sabem desse perigo”, numa referência às maioria do PSD (1987-1995) e do PS (2005-2009).

A exemplo do que já tinha feito no debate televisivo com o líder do PS e primeiro-ministro, António Costa, Catarina Martins exemplificou que, se os socialistas tivessem tido maioria absoluta, em 2015, “tinha descido a contribuição das empresas para a segurança social e congelado as pensões, o salário mínimo nacional não teria subido os 95 euros ao longo destes quatro anos”.

As legislativas para eleger os 230 deputados à Assembleia da República estão marcadas para 6 de outubro. Concorrem a esta eleição, a 16ª em democracia, um número recorde de forças políticas – 20 partidos e uma coligação.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Cientista diz que avanços científicos podem levar à extinção humana

A evolução da ciência e tecnologia pode ser fundamental para evitar catástrofes, mas, ironicamente, pode também ser a causadora do fim da nossa espécie. O estudo das mudanças climáticas baseia-se em simulações cada vez mais de …

A ilha mais remota do mundo tem nome português

Tristão da Cunha é uma ilha com apenas 250 habitantes, onde ninguém fala português. Não há hotel nem aeroporto. Há quem parta em busca de um lugar sossegado para evitar as grandes multidões turísticas. Caso esteja …

Costa não tinha dúvidas. O parecer da PGR sobre familiares é “absolutamente inequívoco”

O secretário-geral do PS, António Costa, defendeu hoje que o parecer da Procuradoria-Geral da República (PGR) sobre as incompatibilidades entre governantes e negócios com empresas de familiares é “absolutamente inequívoco”. “O parecer é absolutamente inequívoco sobre …

Jovens do mundo inteiro ocupam a ONU em inédita Cimeira do Clima

Mais de 500 jovens, representantes de mais de 140 países, ocuparam este sábado o espaço habitualmente destinado aos diplomatas da ONU. A United Nations Youth Climate Summit, primeira cimeira da juventude sobre o clima, em Nova …

Esta zebra nasceu com bolas em vez de riscas

No Quénia, foi avistada uma cria de zebra com uma particularidade: em vez de riscas, esta tinha bolinhas brancas. Habitualmente, as zebras com condições semelhantes acabam por não viver durante muito tempo. Um rara cria de …

Há rochas "saltitantes" e colapsos de penhascos no cometa da Rosetta

  Cientistas que analisam o tesouro de imagens obtidas pela missão da Rosetta da ESA descobriram mais evidências de curiosas rochas "saltitantes" e quedas dramáticas de penhascos. A Rosetta operou no Cometa 67P/Churyumov-Gerasimenko entre agosto de 2014 …

PS e BE afastados "porque dá jeito" (e os riscos de andar para trás)

O líder do PSD alertou este domingo para o distanciamento do PS em relação ao BE, porque “dá jeito para as eleições”, notando ser uma tentativa de “limpar” a proximidade dos últimos quatro anos e …

A KLM vai passar a "voar" de comboio

A KLM, que já tinha sugerido que se voasse menos e se viajasse mais de comboio, confirmou que vai retirar um dos voos Bruxelas-Amesterdão, passando os passageiros a efetuar a rota sobre carris, num comboio …

Cientistas fazem reconstrução facial de um guerreiro escocês do séc XV

Cientistas reconstruiram digitalmente o rosto daquele que terá sido um membro poderoso de um clã do século XV da Escócia, que terá morrido num violento conflito com um clã vizinho. Corria o ano de 1957 quando …

Estudo mostra que os golfinhos também já são resistentes aos antibióticos

Um novo estudo realizado nos Estados Unidos mostra que os golfinhos Tursiops truncatus também já mostram resistência aos antibióticos. Não é segredo que os seres humanos usam demasiados antibióticos, tanto que estamos a desenvolver uma resistência …