BCP continua em queda e acções já valem menos de 2 cêntimos

Millennium BCP

O Banco Comercial Português (BCP) continua a viver dias difíceis na Bolsa de Lisboa e, nas últimas horas, as suas acções atingiram valores mínimos históricos, abaixo dos dois cêntimos por título.

Nesta terça-feira, as acções do BCP desceram 8,36%, chegando aos 0,0185 euros (1,85 cêntimos), conforme aponta o Jornal de Negócios, referindo que se trata de “um novo mínimo histórico”.

Os títulos do banco estão em queda há cinco sessões consecutivas, tendo descido em 16 dos últimos 18 dias.

Nem as garantias do presidente executivo do BCP, Nuno Amado, de que não está previsto um aumento de capital contrariam a tendência de queda.

Na semana passada, em entrevista à Reuters, Amado disse que os “accionistas podem estar tranquilos” porque “não está a ser equacionada qualquer operação relacionada com o Novo Banco que implique aumentos de capital”.

O Jornal de Negócios explica que o banco está a ser penalizado por factores específicos que afectam a banca portuguesa, mas também pelos receios dos investidores com um eventual “Brexit”, a saída da Grã-Bretanha da União Europeia que vai a referendo a 23 de Junho.

ZAP

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Mas quem é que ainda desconhece que o chamado BCP tem pernas para andar? Basta trabalhar com eles para ver o seu desespero nas comissões que cobram, nas avaliações a 500€ ou lá próximo que levam e por aí a adiante. De duas uma: ou há um magnata banqueiro que esteja interessado a comprar o lixo que acumularam desde 2008, dar-lhe uma injecção de capital fresco, oleá-lo bem oleado e pô-lo novamente a andar com a maioria dos serviços em sistema de digitalização, chamando ao banco dos réus os ex-ministros, que nada sabiam nem sabem fazer, mesmo depois de serem ministros, e para que a culpa não morra solteira, como é useiro e beseiro neste país de m. ou caso contrário o “banquinho” que já foi da “opus dei” (e nesse tempo funcionava bem e barato) vai dar um estoiro que nem um sapo e será vendido por 100 ou 200 milhões de euros. E já não faltam corvos a sobrevoar o cadáver, mesmo tendo accionistas à antiga que são homens para pedir dinheiro, restaurar o esqueleto e pagar a quem devem.

  2. Que vergonha! Voltámos ao tempo de esconder o dinheiro com o conhecimento de três pessoas como se fazia nos últimos anos da monarquia e durante toda a primeira republica. Ainda há disso hoje no sobre-solo português por terem morrido entretanto os três “sabedores”, cujas vidas os foram afastando uns dos outros e a cobiça também…

  3. Ainda bem que aqui não se dá mais a mamar ao estado desde 2008. contas fechadas trabalho recusado e impostos por pagar e agora planta-se o que se come, colhe se o que se bebe e quem entrar aqui do estado é balazio nos peitos e enterra-se no monte de composto. ACABOU SE A MAMA. E tu escravo pago portugues ainda aí andas? ah acumulaste dividas derivado do teu consumo excessivo? querias a vida loca não era? temos pena.
    O meu salutar aos portugueses que estão por esta nossa nação a fora a fazer o mesmo. Recusar esta fraude piramidal, aos restantes que ainda papam que isto melhora? temos pena muito tempo tiveram para abrir a pestana agora é tudo para ir sanita abaixo (portugueses que não têm moral para recusar corrupção num simples salario baixo incluído) VENDIDOS TODOS VÒS 😀

RESPONDER

Ventura diz que Marcelo quer flexibilização das restrições no Natal

O líder e deputado único do Chega, André Ventura, afirmou esta quinta-feira que o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, manifestou a vontade de que haja alguma flexibilização das restrições à circulação no Natal. Após …

Governo do Brasil aponta início da vacinação entre janeiro e fevereiro

O ministro da Saúde do Brasil, Eduardo Pazuello, disse que o país vai começar a receber 15 milhões de doses de vacinas para a covid-19 entre janeiro e fevereiro de 2021, com mais cem milhões …

Solução para Novo Banco pode não passar por um OE retificativo, diz João Leão

O ministro de Estado e das Finanças, João Leão, disse que a alternativa à anulação da transferência de 476 milhões de euros para o Novo Banco não tem "necessariamente que passar" por um orçamento retificativo …

Plano de vacinação arranca em janeiro com três fases. 950 mil pessoas no primeiro grupo prioritário

Pessoas com mais de 50 anos com uma patologia frequente nos casos graves de covid-19, residentes e/ou internados em lares e profissionais de saúde integram o primeiro grupo prioritário para a administração da vacina de …

Segunda vaga de moratórias autorizada pela Autoridade Bancária Europeia

A Autoridade Bancária Europeia (EBA) autorizou a reabertura de moratórias de crédito, com efeitos a partir de 01 de outubro até 31 de março de 2021, dois meses após ter suspendido novas adesões. Num comunicado publicado …

Turquia alvo de críticas duras em reunião da NATO e em risco de sanções

A Turquia esteve esta quarta-feira sob um fogo de críticas na reunião virtual dos Ministros dos Negócios Estrangeiros (MNE) da NATO e, com a deceção manifestada pelos Estados Unidos, deve preparar-se para sanções económicas americanas …

O que Neymar mais quer é voltar a jogar com Messi. Só se vier a custo zero, diz o Barça

O internacional brasileiro Neymar, que alinha pelo PSG, confessou esta quarta-feira que o mais deseja é voltar a jogar com o astro argentino Lionel Messi, com quem partilhou balneário entre 2013 e 2017 no Barcelona. …

Ministro da Administração Interna e procuradora-geral da República vão ser ouvidos no Parlamento

Eduardo Cabrita será ouvido sobre o caso do cidadão ucraniano assassinado nas instalações do SEF e Lucília Gago sobre a "recente diretiva sobre os poderes hierárquicos" na magistratura do Ministério Público. A comissão de Assuntos Constitucionais …

Portugal regista mais 79 mortos e 3.772 novos casos de covid-19

Portugal contabiliza esta quinta-feira mais 79 mortos relacionados com o novo coronavírus, que provoca a covid-19, e 3.772 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS). Desde o início da …

França investiga 76 mesquitas por suspeita de radicalização islâmica

A França vai investigar nos próximos dias 76 mesquitas por suspeitas de radicalização islâmica, anunciou esta quarta-feira o ministro do Interior do país, Gerald Darmanin. Trata-se de 16 templos na região de Paris e 60 no …