A BBC corre o risco de extinção (e a culpa é da Netflix e do YouTube)

A BBC corre o risco de extinção se não recuperar rapidamente os espetadores mais jovens que escapam sobretudo para a Netflix e para o YouTube.

A BBC enfrenta a perspetiva de “não ser mais sustentável no modelo atual” se não recuperar os públicos jovens e jovens adultos, em migração acelerada para as concorrentes plataformas de streaming.

A OfCom, regulador britânico da comunicação social, aponta, de acordo com o semanário Expresso, para o perigo de “uma geração perdida” por parte do operador público britânico de rádio e televisão, perante a descida das audiências dos públicos com idades entre os 16 e os 24 anos, abaixo dos 50% registados pela primeira vez no histórico dos seus relatórios anuais.

O estudo mediu a audiência média semanal dos canais de televisão da BBC e assinalou 49% no target 16-24 anos, que desce aos 46% quando considerado apenas o género masculino. A redução da adesão dos jovens e jovens adultos verifica-se igualmente quando se analisa o indicador do tempo médio dedicado a assistir à oferta da BBC, que se fixa atualmente em uma hora e 12 minutos por dia, tendo decrescido cinco minutos face ao ano passado.

O relatório não se fica por medir e analisar os consumos da oferta dos canais lineares tradicionais da BBC. Considera e soma também o consumo da audiência através da distribuição levada a cabo pela plataforma digital desenvolvida pelo broacaster público: o iPlayer. Aqui também decresce. O acesso dos jovens entre os 15 e 24 anos, neste caso, perde dois pontos percentuais ao longo do último ano – dos 28% para os 26%.

Já a Netflix faz saber que as audiências entre os públicos jovens do Reino Unido treparam dos 56% para os 66%. A OfCom conclui que as iniciativas lançadas pela BBC para fazer face à migração dos mais jovens está longe de ser suficiente, pelo que convoca os executivos do canal a apresentarem um plano de maior detalhe destinado a melhorar a oferta a toda a sociedade britânica, incluindo os grupos menos satisfeitos.

O relatório assinala, de resto, que “a ausência de um plano claro e transparentemente articulado” torna difícil verificar quaisquer progressos. Sharon White, CEO da OfCom, considera que “a BBC ainda é uma parte vital e valorizada da cultura britânica. Mas estamos preocupados que uma nova geração esteja a abandonar os seus serviços. A BBC tem de adotar um plano mais ousado” para se conectar aos públicos jovens.

Por outro lado, fonte da BBC considera que a forma como o regulador britânico põe as coisas é “sensacionalista” e não reflete os mais recentes progressos do operador público.

Um porta-voz da BBC reagiu às conclusões do documento dizendo que a corporação “está a desenvolver um claro plano que vai ao encontro das necessidades dos mais jovens e das diversas audiências”. O plano assenta na energização do iPlayer, alargando o período de “catch-up” dos atuais 30 dias para doze meses e da renovação do serviço de streaming.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Mulan a preço premium estreia na Disney+ em setembro

A adaptação live-action de Mulan tem nova data de estreia. O anúncio foi feito pela Disney nesta terça-feira (4). O filme chega à plataforma de streaming Disney+ no dia 4 de setembro, estando disponível em …

Belgas trocam as voltas à pandemia e passam férias nas árvores

Enquanto uns passam o verão em casa, outros atrevem-se a ter uma experiência diferente. Alguns belgas estão a passar as noites de verão pendurados em árvores, em tendas em forma de lágrima. A pandemia de covid-19 …

Máscara inteligente traduz até oito línguas (mas não protege do coronavírus)

Esta máscara inteligente, criada por uma empresa japonesa, consegue traduzir o discurso do seu utilizador em várias línguas (mas, por si só, não o protege do novo coronavírus). Quando a pandemia de covid-19 transformou as máscaras …

Empresa fica com excedente de 40 mil quilos de frutos secos devido à covid-19

A GNS Foods, a empresa que nos últimos 30 anos forneceu os frutos secos à American Airlines, ficou com um excedente de 40 mil quilos por causa de restrições impostas devido à covid-19. Servir frutos secos …

Astronautas da NASA fizeram partidas por telefone para "matar" tempo durante o regresso à Terra

Os astronautas da NASA Bob Behnken e Doug Hurley fizeram algumas partidas por telefone durante o regresso à Terra a bordo cápsula Dragon, da empresa SpaceX de Elon Musk, num voo que foi duplamente histórico. …

Em plena pandemia, há um venezuelano que assegura os funerais no Peru

Ronald Marín é a última esperança para os habitantes de Comas, em Lima. O venezuelano é o único que realiza funerais católicos num cemitério longe do centro da capital, em plena pandemia. Vestido com uma túnica …

Covid-19 pôs mais de um milhão de portugueses em teletrabalho no 2.º trimestre

Um milhão de pessoas esteve em teletrabalho no segundo trimestre, sobretudo devido à covid-19, o equivalente a 23,1% da população empregada, enquanto mais de 600 mil não trabalharam nem no emprego nem em casa. De acordo …

Dia da Defesa Nacional regressa ao formato presencial a 2 de setembro

O Dia da Defesa Nacional, que está suspenso desde o dia 9 de março devido à pandemia de covid-19, irá regressar ao formato presencial a 2 de setembro, anunciou o Governo esta quarta-feira. Em comunicado, o …

Norte-americano detido depois de usar fundos da covid-19 para comprar um Lamborghini

As autoridades dos Estados Unidos detiveram um empresário que comprou um carro de luxo da marca Lamborghini com dinheiro que recebeu de programas federais para ajudar os afetados pelo novo coronavírus (covid-19). A notícia é …

FC Porto e Benfica disputam Supertaça a 23 de dezembro

O jogo da Supertaça, que vai opor o FC Porto ao Benfica e que deveria a abrir a temporada 2020/21, vai disputar-se a 23 de dezembro, anunciou, esta quarta-feira, a Federação Portuguesa de Futebol (FPF). Em …