Banco Central Europeu corta taxa de juros para 0%

WEF

O presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi

O presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi

O Banco Central Europeu (BCE) anunciou esta quinta-feira um corte em todas as suas taxas de juro, passando a taxa diretora para 0%, um novo mínimo histórico.

O BCE decidiu cortar a taxa de juro de referência de 0,5% para 0%, enquanto também desceu a taxa de depósitos para -0,40%, e a taxa de refinanciamento para 0,25%.

A taxa de juro directora do BCE, aplicada às principais operações de refinanciamento, estava em 0,05% desde setembro de 2014.

Na reunião de hoje, o BCE decidiu também reduzir a taxa de juro aplicável à facilidade permanente de cedência de liquidez para 0,25%, um corte de cinco pontos base, e a taxa de depósitos, que passa de -0,30% para -0,40%, um corte de 10 pontos base.

O presidente do Banco Central Europeu afirmou em conferência de imprensa esta quinta-feira que as taxas de juro na zona euro podem descer ainda mais.

“As taxas de juro vão ficar nos níveis atuais ou mais baixos por um longo período, para lá do fim do programa de compra de ativos”, que deve terminar em março de 2017, explicou Draghi.

O Conselho de Governadores do BCE decidiu ainda reforçar o programa de compra de dívida que lançou há um ano, passando o volume mensal de 60 mil milhões de euros para 80 mil milhões de euros.

Esta decisão, aprovada na reunião de política monetária do BCE, terá efeitos a partir de abril.

A instituição liderada por Mario Draghi vai também lançar a partir de junho quatro operações de refinanciamento de longo prazo, cada uma com uma maturidade de quatro anos.

Juros da dívida portuguesa a 10 anos abaixo dos 3%

Estas medidas servem para estimular a recuperação da zona euro, um pacote mais ambicioso do que o esperado e que já está a ter efeitos nos juros das dívidas europeias e nas bolsas.

As taxas de juros da dívida portuguesa estão a recuar em todos os prazos, com a taxa a 10 anos a cair para baixo da barreira dos 3%, em reação às decisões anunciadas pelo BCE.

Pelas 14h30, a taxa de juro da dívida pública portuguesa a dois anos recuava para 0,672% (0,706% na quarta-feira), a cinco anos baixava para 2,022% (2,040% ontem), e a 10 anos caía para 2,986% (3,147% antes).

Esta tendência de descida estende-se a outros países como Espanha, Irlanda, Itália e Grécia.

As bolsas europeias, que hoje arrancaram em alta ligeira, com os investidores a aguardarem pela reunião de política monetária do BCE, reagiram bem ao anúncio.

Depois de terem sido anunciadas as principais decisões da reunião de hoje do BCE, o euro caiu face ao dólar e às 13h20 negociava abaixo de 1,09 dólares, tendo entretanto recuperado terreno e sendo negociado nos 1,1088 dólares por volta das 15h.

Este afundamento era um efeito pretendido, já que o aumento do euro seria um peso na recuperação económica, ao tornar as importações mais baratas.

ZAP

PARTILHAR

RESPONDER

Grupo de cientistas questiona missão da OMS e pede investigação independente na China

Um grupo de cientistas está a pedir uma investigação independente sobre a origem do Sars-CoV-2, com acesso total aos registos da China. Um grupo de cientistas escreveu uma carta aberta, divulgada nos jornais Le Monde e …

Brasil a braços com uma tragédia anunciada. República Checa pede ajuda estrangeira

No Brasil, o número diário de mortes já ultrapassou o dos Estados Unidos. Alemanha, Suíça e Polónia estão a disponibilizar os seus hospitais para receber casos graves de covid-19 da República Checa. Em relação a número …

Iniciativa Liberal diz não a Moedas e avança com candidatura em Lisboa

Este sábado, a Iniciativa Liberal rejeitou integrar a megacolicação encabeçada por Carlos Moedas e anunciou um candidato próprio à Câmara de Lisboa.  Foi este sábado, na Praça do Município, que João Cotrim de Figueiredo, líder do …

Agente da PSP que chamou "aberração" a Ventura suspenso por 10 dias

A Direção Nacional da Polícia de Segurança Pública (PSP) confirmou a suspensão de dez dias a Manuel Morais, o agente que chamou "aberração" a André Ventura. O agente da PSP Manuel Morais vai iniciar, este sábado, …

1.007 novos casos e 26 mortes nas últimas 24 horas

Portugal registou este sábado 26 mortes e 1.007 novos casos de infeção nas últimas 24 horas, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS). O boletim epidemiológico deste sábado, divulgado pela Direção-Geral da Saúde, dá conta de 1.007 …

Publicada lista de entidades abrangidas por alargamento da ADSE

A ADSE já publicou a lista de entidades abrangidas pelo alargamento do subsistema de saúde da função pública aos trabalhadores com contrato individual de trabalho. As entidades reguladoras e a maioria das empresas municipais foram …

O "caminho ainda é longo", mas Portugal já administrou um milhão de vacinas

Esta sexta-feira, Portugal ultrapassou o marco do primeiro milhão de vacinas administradas, mas o "caminho ainda é longo". Portugal ultrapassou, esta sexta-feira, um milhão de vacinas contra a covid-19 administradas, uma marca que o secretário de …

Cavaco fala em "democracia amordaçada" (e na "vergonha" dos números da pandemia)

Este sábado, numa participação na Academia de Formação Política das Mulheres Sociais-Democratas, Cavaco Silva deixou duras críticas ao Executivo de António Costa, sublinhando que a pandemia mostrou um "SNS fragilizado por decisões erradas do governo". O …

Remédio contra piolhos está a ser usado contra covid-19. Infarmed e DGS investigam

"Centenas" de doentes de covid-19, em Portugal, têm sido tratados com o antiparasitário Ivermectina que é usado contra piolhos e lombrigas. Há médicos que o prescrevem e que também o tomam a título preventivo, embora …

Sporting bate recorde histórico, mas até o do 6-3 era melhor (quando Amorim não estava "do lado certo")

O Sporting não perde há 22 jogos e bateu o recorde de invencibilidade dos leões em jogos do campeonato que pertencia à equipa de 1981/1982. Um dado que deixa Ruben Amorim orgulhoso, mas o treinador …