Bancos “limparam” 2,4 mil milhões em malparado desde janeiro. Faltam 23 mil milhões

O crédito malparado no balanço dos bancos portugueses caiu 2,4 mil milhões de euros no primeiro semestre deste ano. Contudo, ainda falta ‘limpar’ 23 mil milhões.

O crédito malparado no balanço dos bancos portugueses caiu 2,4 mil milhões de euros no primeiro semestre deste ano, de acordo com dados esta quinta-feira divulgados pelo Banco de Portugal.

Segundo a publicação Sistema Bancário Português – desenvolvimentos recentes, em junho deste ano o valor bruto de crédito malparado ascendia a 23.447 milhões de euros, o que significa menos 2.409 milhões de euros do que no final de 2018. Já face ao valor de malparado no primeiro trimestre, a diminuição é de 982 milhões de euros.

A diminuição do malparado foi sobretudo no crédito a empresas. Quanto ao crédito malparado líquido de imparidades, este diminuiu no primeiro semestre 1.231 milhões de euros para 11.204 milhões de euros.

“Esta evolução traduziu-se numa redução do rácio de NPL [sigla para a expressão inglesa ‘non-performing loans’] total de 8,9% para 8,3% face ao trimestre anterior”, refere o banco central.

Já o valor do stock (saldo acumulado) de malparado líquido de imparidades passou de 4,3% para 4,0%.

Os maiores bancos portugueses têm vindo a fazer grandes vendas de crédito malparado com o objetivo de acelerar a diminuição, uma vez que estes ativos penalizam muito o balanço dos bancos e o sistema bancário português ainda tem um valor acima da média europeia. Essa venda de carteiras de crédito vai continuar no resto do ano.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Organização dos Jogos Olímpicos estima cerca de sete casos diários

Os organizadores dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio 2020 estimam que haverá cerca de sete casos de covid-19 por dia entre as pessoas envolvidas no evento, disse a emissora pública japonesa NHK. A estimativa foi …

Mais dois militares vão a julgamento por agressões em curso dos Comandos

Estão em causa dois cursos anteriores ao que levou à morte, em 2016, dos recrutas Hugo Abreu e Dylan da Silva. Um dos casos segue já para julgamento, o outro vai para a fase de …

Remodelação à vista (com saídas e trocas de pastas por "um Governo de combate")

O Governo de António Costa tem pela frente um mês de Julho decisivo que ficará marcado pela chegada dos fundos da bazuca europeia. E há dirigentes socialistas que acreditam que o primeiro-ministro deve aproveitar a …

Líderes da UE alertam Londres para respeitar acordo do Brexit

Os líderes da União Europeia (UE) alertaram o Governo britânico, este sábado, que os dois lados devem implementar o acordo do Brexit, numa reunião com o primeiro-ministro britânico à margem da cimeira do G7. A presidente …

Variante Delta está a crescer em Portugal. Lisboa e Vale do Tejo é a região mais afetada

As autoridades de saúde confirmam que já foi detetada, em Portugal, a transmissão comunitária da variante Delta do novo coronavírus. Esse cenário estará a ser mais evidente na região de Lisboa e Vale do Tejo. "Até …

Vírgula permite aos deputados receberem abono de exclusividade mesmo mantendo cargos em empresas

Um parecer da Comissão de Transparência permite aos deputados acumularem funções em empresas enquanto recebem o subsídio de exclusividade na Assembleia da República. Tudo por culpa de uma vírgula que desperta interpretações diversas. A situação é …

Grupo Espírito Santo só tem verbas para pagar 2,6% das dívidas

Os credores reclamam 11,5 mil milhões de euros em dívida, mas o império Espírito Santo só tem cerca de 300 milhões de euros. De acordo com o semanário Expresso, aquilo que resta do império Espírito Santo …

CTT reclamam dívidas de 67 milhões ao Estado

Os CTT iniciaram um processo de arbitragem contra o Estado, reclamando um total de 67 milhões de euros em compensações pelo impacto da pandemia de covid-19 e pela extensão unilateral do contrato de concessão. "Os CTT …

O candidato de Costa ao Porto só durou 24 horas (e a "asneira" pode sair-lhe cara)

Está lançada a confusão no PS Porto com a escolha do candidato do partido às próximas eleições autárquicas. O secretário de Estado da Mobilidade, Eduardo Pinheiro, não resistiu às reacções negativas à sua escolha para …

Mourinho Félix ao ataque. BdP "subjugou-se" à ex-ministra das Finanças

O antigo secretário de Estado Adjunto e das Finanças criticou, esta sexta-feira, a "falha grave" do Banco de Portugal (BdP) ao se ter subjugado à antiga ministra das Finanças quanto à capitalização inicial do Novo …