Baleias usam “redes de bolhas” para caçar as suas presas (e um vídeo raro prova-o)

Alguns cetáceos, como as baleias jubarte, usam “redes” para caçar as suas presas. Os animais mergulham e nadam em forma de anel em redor das suas presas, soprando bolhas à medida que avançam.

O anel ascendente forma uma coluna que captura os peixes, permitindo que outras baleias do grupo nadem por baixo, com as bocas abertas, através do cilindro da bolha para se deleitar.

Além das imagens dos drones que mostram uma impressionante vista aérea de um par de baleias jubarte a criar as redes de bolhas, biólogos marinhos da Universidade do Hawai, em Mānoa, prenderam câmaras e sensores nas baleias com recurso a ventosas para recolher uma grande quantidade de dados sobre o comportamento dos animais.

As baleias jubarte migratórias visitam o Alasca para se alimentar durante o verão, antes de voltar para as águas mais quentes do Hawai durante o inverno, onde se reproduzem e criam as suas criar

Durante esse período de reprodução, as baleias não comem, por isso precisam de armazenar enormes reservas de krill – conjunto de espécies de animais invertebrados semelhantes ao camarão – do Alasca para passar por esse período de alto custo energético.

Para descobrir a forma como as baleias usam essa técnica de caça para comer o suficiente, os investigadores equiparam-nas com câmaras e acelerómetros e gravaram vídeos de drones que os acompanhavam.

O que é fascinante sobre a alimentação com rede de bolhas é que, de acordo com o ScienceAlert, parece ser um comportamento aprendido. Nem todas as baleias jubarte caçam dessa maneira e as que o fazem podem ter técnicas variadas. Também é cooperativo, sendo que as baleias trabalham juntas para garantir que todas sejam alimentadas.

“As filmagens são bastante inovadoras”, disse Bejder, em comunicado. “Estamos a observar como estes animais estão a manipular as suas presas e a preparar a presa para captura. Isso permite obter novas ideias que realmente não tínhamos antes”.

As baleias de Bryde (Balaenoptera edeni) também se alimentam dessa maneira e os golfinhos (Tursiops) na costa da Flórida usam uma técnica de caça cooperativa semelhante chamada alimentação por anéis de lama, onde agitam um anel de sedimentos do chão de águas rasas para capturar peixes de cardume.

O número de baleias jubarte aumentou após a proibição da caça comercial de baleias em 1985 e o animal já não é considerado ameaçado. Porém, nos últimos cinco anos, houve um declínio substancial nas observações de baleias jubarte.

Esta investigação sobre técnicas de alimentação faz parte de uma tentativa de descobrir por que isso pode ocorrer, com possíveis causas, incluindo mudanças nas populações de alimentos, impactos antropogénicos no seu habitat e degradação climática.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Secretário da Defesa discorda de Trump no envio de tropas para conter distúrbios. Aliados europeus afastam-se

O Secretário norte-americano da Defesa, Mark Esper, rompeu na quarta-feira com o Presidente, Donald Trump, no apoio ao envio das forças armadas para as cidades e os estados que se recusarem "a tomar as medidas …

Vai "nascer" em Arouca a maior ponte suspensa do mundo. É a esperança para fazer renascer o turismo

O Turismo de Arouca está a enfrentar dificuldades devido à quebra gerada pela pandemia, mas os empresários aguardam com expectativa a abertura daquela que será a maior ponte suspensa do mundo, já descrita como "extraordinária". Ainda …

"Será difícil não voltar a adiar a abertura" dos centros comerciais na região de Lisboa

O presidente da Associação dos Médicos de Saúde Pública, Ricardo Mexia, considerou que "será difícil não voltar a adiar a abertura" dos centros comerciais na Grande Lisboa, tendo em conta os números da região nos …

Atraso na partilha de informação. Responsáveis da OMS recusam responder a perguntas sobre China

Os mais altos responsáveis da Organização Mundial de Saúde (OMS) recusaram-se esta quarta-feira a responder diretamente a perguntas sobre um atraso da China na partilha do mapa genético do novo coronavírus com a agência. Três perguntas …

Espanha reabre fronteiras a 22 de junho. Portugal diz que ainda não há uma decisão tomada

Espanha vai reabrir as fronteiras com Portugal e França a 22 de junho. O país tinha planeado abrir as fronteiras ao turismo estrangeiro a 1 de julho, mas decidiu adiantar a data. Porém, Portugal diz …

Conceição critica arbitragem, mas em Espanha fala-se de penálti de Pepe "que roça o escândalo"

Os 'dragões' perderam no primeiro jogo após a retoma do campeonato. Sérgio Conceição deixou críticas à arbitragem, mas em Espanha fala-se de um penálti escandaloso... de Pepe. O FC Porto ficou com a liderança da I …

Redução do IVA, abono para crianças e incentivos para comprar elétricos. O plano de 130 mil milhões de Merkel

A chanceler alemã, Angela Merkel, anunciou esta quinta-feira um pacote de estímulo de 130 mil milhões de euros para este ano e 2021, para impulsionar a economia do país, duramente atingida pela pandemia de covid-19. Entre …

De Jorge Jesus a Bruno de Carvalho. Rui Pinto terá espiado 72 pessoas e entidades

O português Rui Pinto terá espiado 72 pessoas e entidades, acusa o Tribunal da Relação de Lisboa. A defesa do denunciante criticou a manutenção da prisão preventiva. De acordo com o acórdão do Tribunal da Relação …

Empresas podem manter lay-off até ao fim de setembro. Apoio pode chegar a 85% do salário

Os traços gerais do plano do Governo para a retoma da economia e para tentar travar a escalada do desemprego foram apresentados aos parceiros sociais, esta terça-feira, por Ana Mendes Godinho, ministra do Trabalho, Solidariedade …

O próximo Wolves? Charlton pode tornar-se "português"

O consórcio português Corporate Football Organisation Portugal (CFO), liderado por Fernando Côrte-Real, está a estudar a compra do Charlton, clube que milita no Championship, o segundo escalão inglês. "A CFO Portugal já existe há pelo menos …