Avião comercial quase colidiu com avião militar russo

maxguitare / Flickr

Um avião comercial escandinavo que transportava 132 passageiros quase colidiu em março deste ano com um avião militar russo que voava sem comunicar as respetivas coordenadas, segundo um relatório internacional hoje divulgado.

O avião russo de reconhecimento “não transmitiu a respetiva posição”, aponta-se no relatório, em que este incidente é classificado como de “alto risco”.

“A colisão foi aparentemente evitada graças à boa visibilidade e ao sentido de alerta dos pilotos do avião de passageiros“, de acordo com o documento, divulgado pela ELN – Rede Europeia de Líderes para o desarmamento nuclear multilateral e a não proliferação, uma organização não partidária e sem fins lucrativos com sede em Londres.

Segundo a comunicação social sueca, no dia 03 de março, os dois aparelhos terão ficado separados por uma distância de 300 pés de altitude (90 metros) a cerca de 50 milhas (80 quilómetros) a sudeste da cidade sueca de Malmo.

O Boeing 737 da companhia Scandinavian Airlines (SAS) fazia a ligação entre Copenhaga e Roma.

A ELN referiu no mesmo relatório que se o incidente não tivesse sido evitado teria sido “comparável com a tragédia do voo MH17 no leste da Ucrânia”.

No acidente com o avião da Malaysia Airlines, ocorrido a 17 de julho deste ano, morreram 298 pessoas.

Escalada na crise da Ucrânia

O relatório intitulado na versão original “Dangerous Brinkmanship: Close Military Encounters Between Russia and the West in 2014” é da autoria da European Leadership Network for Multilateral Nuclear Disarmament and Non-Proliferation (ELN), que estudou os incidentes militares registados entre a Rússia e o Ocidente durante este ano.

No total, o relatório registou, até à data, 45 incidentes, quase todos ligados com atividades aéreas e navais em diferentes partes do mundo, incluindo no Pacífico.

A crise na Ucrânia aumentou o clima de tensão entre a Rússia e o Ocidente para o nível mais elevado desde o fim da Guerra Fria.

Nas últimas semanas, várias manobras aéreas russas (com caças, bombardeiros de longo curso e aviões de abastecimento) sobre a Europa (zona do Báltico, Mar do Norte e no Oceano Atlântico) suscitaram preocupação entre os membros da Aliança Atlântica.

Desde o início de 2014 até à data, a NATO levou a cabo mais de uma centena de interceções à aviação militar russa, o que triplica o número de registos do ano passado.

O último dirigente da antiga União Soviética, Mikhail Gorbachov, advertiu no sábado passado que o mundo estava “à beira de uma nova Guerra Fria”. Gorbachov falava num evento que assinalava o 25.º aniversário da queda do Muro de Berlim.

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Je n’apprécie pas le fait que vous avez utilisé ma photo sans mon avis. Les attributions de mes photos sur le site flickr sont:
    Pas d’utilisation commerciale- pas de modification, ce qui est le cas.
    Eu não aprecio o fato de que você usou a minha foto sem meu conhecimento. Os deveres de minhas fotos no site Flickr são:
    Nenhum uso comercialmente não mudar, o que é o caso.

RESPONDER

Disney+ alerta para estereótipos racistas. Filmes clássicos com avisos sobre "maus tratos"

Embora já exibisse mensagens padrão desde o ano passado, a nova plataforma de vídeo Disney+ mostra agora um aviso, que não pode ser passado à frente, no início de vários filmes clássicos - como Dumbo …

Curados da covid-19 continuam com sintomas meses depois de terem contraído o vírus

Um estudo da Universidade de Oxford indica que 64% dos pacientes hospitalizados com o novo coronavírus apresenta falta de ar 2 a 3 meses depois de serem infetados. E quase 40% tem sintomas de depressão. Já …

Portugal vai estar no Mundial sub-20 (sem jogar o apuramento)

Todas as fases do Europeu sub-19 foram canceladas e a seleção portuguesa foi uma das eleitas para participar no Mundial do próximo ano. Portugal já sabe que vai estar na fase final do Mundial sub-20 (se …

Novos implantes cardíacos podem salvar 10 mil vidas por ano

O chamado envelope antibiótico envolve o implante cardíaco e previne infeções no paciente. Por ano, morrem cerca de 10 mil pessoas devido a infeções geradas pelo implante. O pacemaker é um pequeno aparelho que é colocado …

Banda dá concerto com músicos e público envoltos em bolhas de plástico para evitar contágio

A banda norte-americana Flaming Lips utilizou bolhas insufláveis ​​de tamanho humano num concerto em Oklahoma, uma solução para proteger os músicos e o público do novo coronavírus, enquanto tenta encontrar uma forma segura para atuar …

EUA. Especialista diz que as próximas semanas "vão ser as mais negras de toda a pandemia"

Um especialista em doenças infecciosas disse que no caso dos Estados Unidos, as próximas seis a 12 semanas vão ser as mais negras de toda a pandemia de covid-19. Michael Osterholm, diretor do Centro de Investigação …

Chelsea inscreve... Petr Cech

Antigo guarda-redes poderá voltar aos relvados nesta época, embora seja pouco provável, para já. Petr Čech entrou em campo pela última vez em maio de 2019, há quase um ano e meio. Já tinha anunciado a …

Disparos de satélites e naves do Star Trek? Relatório revela como seria uma guerra no Espaço

A criação da Força Espacial dos Estados Unidos evocou todos os tipos de noções fantasiosas sobre o combate no Espaço. Assim, um novo relatório explica o que é física e praticamente possível quando se trata …

Japão prepara-se para lançar água tratada de Fukushima no mar

O Japão vai libertar mais de um milhão de toneladas de água tratada da usina nuclear de Fukushima no mar, numa operação que levará cerca de 30 anos para ficar concluída. Ambientalistas e pescadores locais …

Turismo de mergulho? Submarino da "frota perdida" de Hitler aguarda o seu destino no fundo do Mar Negro

Coberto por “redes fantasmas” deixadas por pescadores, os destroços de um submarino U-20 enviado para o Mar Negro pela Alemanha nazi tornou-se recentemente tema de um documentário produzido na Turquia. Localizado a uma profundidade de 20 …