Avião comercial quase colidiu com avião militar russo

maxguitare / Flickr

Um avião comercial escandinavo que transportava 132 passageiros quase colidiu em março deste ano com um avião militar russo que voava sem comunicar as respetivas coordenadas, segundo um relatório internacional hoje divulgado.

O avião russo de reconhecimento “não transmitiu a respetiva posição”, aponta-se no relatório, em que este incidente é classificado como de “alto risco”.

“A colisão foi aparentemente evitada graças à boa visibilidade e ao sentido de alerta dos pilotos do avião de passageiros“, de acordo com o documento, divulgado pela ELN – Rede Europeia de Líderes para o desarmamento nuclear multilateral e a não proliferação, uma organização não partidária e sem fins lucrativos com sede em Londres.

Segundo a comunicação social sueca, no dia 03 de março, os dois aparelhos terão ficado separados por uma distância de 300 pés de altitude (90 metros) a cerca de 50 milhas (80 quilómetros) a sudeste da cidade sueca de Malmo.

O Boeing 737 da companhia Scandinavian Airlines (SAS) fazia a ligação entre Copenhaga e Roma.

A ELN referiu no mesmo relatório que se o incidente não tivesse sido evitado teria sido “comparável com a tragédia do voo MH17 no leste da Ucrânia”.

No acidente com o avião da Malaysia Airlines, ocorrido a 17 de julho deste ano, morreram 298 pessoas.

Escalada na crise da Ucrânia

O relatório intitulado na versão original “Dangerous Brinkmanship: Close Military Encounters Between Russia and the West in 2014” é da autoria da European Leadership Network for Multilateral Nuclear Disarmament and Non-Proliferation (ELN), que estudou os incidentes militares registados entre a Rússia e o Ocidente durante este ano.

No total, o relatório registou, até à data, 45 incidentes, quase todos ligados com atividades aéreas e navais em diferentes partes do mundo, incluindo no Pacífico.

A crise na Ucrânia aumentou o clima de tensão entre a Rússia e o Ocidente para o nível mais elevado desde o fim da Guerra Fria.

Nas últimas semanas, várias manobras aéreas russas (com caças, bombardeiros de longo curso e aviões de abastecimento) sobre a Europa (zona do Báltico, Mar do Norte e no Oceano Atlântico) suscitaram preocupação entre os membros da Aliança Atlântica.

Desde o início de 2014 até à data, a NATO levou a cabo mais de uma centena de interceções à aviação militar russa, o que triplica o número de registos do ano passado.

O último dirigente da antiga União Soviética, Mikhail Gorbachov, advertiu no sábado passado que o mundo estava “à beira de uma nova Guerra Fria”. Gorbachov falava num evento que assinalava o 25.º aniversário da queda do Muro de Berlim.

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Je n’apprécie pas le fait que vous avez utilisé ma photo sans mon avis. Les attributions de mes photos sur le site flickr sont:
    Pas d’utilisation commerciale- pas de modification, ce qui est le cas.
    Eu não aprecio o fato de que você usou a minha foto sem meu conhecimento. Os deveres de minhas fotos no site Flickr são:
    Nenhum uso comercialmente não mudar, o que é o caso.

RESPONDER

Máscaras e luvas usadas para proteger contra covid-19 enchem rios europeus

Os principais rios da Europa estão cheios de máscaras cirúrgicas e luvas médicas descartadas por pessoas que utilizaram estes equipamentos para se protegem contra o novo coronavírus, denunciaram cientistas. Segundo noticiou na segunda-feira a agência AFP, …

Dez milhões de crianças "podem nunca voltar à escola" após coronavírus

A pandemia de coronavírus causou uma "emergência educacional sem precedentes", com 9,7 milhões de crianças afetadas pelo encerramento de escolas em risco de nunca voltar às aulas, alertou na segunda-feira a Organização Não Governamental (ONG) …

Nos Estados Unidos, há uma máquina obsoleta a dificultar a resposta à pandemia. Chama-se fax

O facto de vários departamentos de saúde pública norte-americanos ainda utilizarem o fax para trocarem informação com hospitais, centros de saúde e laboratórios que realizam testes de deteção do novo coronavírus é um grande problema …

Uber passa a estar disponível em todo o país

A plataforma de transporte pode, a partir desta terça-feira, ter operadores em todo o território nacional, considerando ser um passo importante num contexto em que o turismo interno ganha relevância, no âmbito da pandemia da …

Profissionais do SNS já trabalharam oito milhões de horas extra no primeiro semestre

No primeiro semestre de 2020, contam-se mais 1,2 milhões de horas suplementares trabalhadas, sendo que só em maio a subida foi superior a 471 mil. Segundo o Jornal de Notícias, nos primeiros seis meses deste ano, …

Rui Moreira diz que não é possível prevenir festejos de adeptos do FC Porto

O presidente da Câmara Municipal do Porto disse, esta terça-feira, não ser possível tomar medidas de prevenção em relação a possíveis festejos de adeptos do FC Porto pela conquista do título, pedindo apenas que se …

Mulher assintomática provoca surto de 71 infetados na China. Bastou entrar sozinha num elevador

A passagem de uma mulher infetada com covid-19, mas assintomática, por um elevador de um edifício habitacional na China deu origem a um surto de 71 contagiados. De acordo com o estudo publicado pelo Centro de …

Detido em França um dos pedófilos da "darknet" mais procurados do mundo

A polícia francesa prendeu um suspeito de gerir portais na "darknet" que permitiram a "milhares de internautas de todo o mundo ter acesso a fotografias ou vídeos de caráter pedopornográfico", anunciou, esta segunda-feira, o Ministério …

Mais seis mortes e 233 novos casos de covid-19 em Portugal

Portugal regista, esta terça-feira, mais seis mortes e 233 novos casos de infeção por covid-19 em relação a segunda-feira. Segundo o boletim diário da Direção-Geral de Saúde (DGS), dos 233 novos casos, 143 são na região …

Itália restitui a França obra de Banksy roubada do Bataclan

Itália anunciou, esta terça-feira, que vai devolver a França uma obra atribuída a Banksy, uma homenagem às vítimas dos ataques terroristas em Paris, em 2015, roubada em 2019 e encontrada numa quinta perto de Roma. Antes, …