Autoritarismo, “bullying” e assédio sexual nas praxes

Daniel Faria / Wikimedia

foto: Daniel Faria / Wikimedia

foto: Daniel Faria / Wikimedia

A investigadora do Centro de Estudos Sociais Catarina Martins defendeu na terça-feira à noite, em Coimbra, que a praxe potencia “lógicas de dominação de grupo e ‘bullying'” e considerou que a universidade tem de atuar.

“Há alunos que faltam às aulas porque estão na praxe e outros que não vão porque têm medo de ir à praxe”, afirmou Catarina Martins, à margem do debate “Sexismo e violência(s) na praxe académica”, que se realizou no Teatro da Cerca de São Bernardo.

A coação na praxe é “fortíssima”, sendo que esta prática potencia “o conservadorismo, a obediência cega e reproduz modelos de autoridades dominantes. É o poder pelo poder”, frisou a investigadora e docente da Faculdade de Letras.

Catarina Martins sublinhou que tem de ser feito um “trabalho de mudança das mentalidades“, através da discussão do tema, apesar de constatar que “os praxistas entendem a praxe quase como um dogma”, havendo um “elevado grau de fanatismo”.

“A Universidade de Coimbra deveria proibir a praxe, na medida em que é violadora dos direitos a uma boa formação dos alunos”, porque estes, segundo Catarina Martins, “são atemorizados”.

A praxe “tem no seu código genético o autoritarismo, as hierarquias, o sexismo. Pode ser abolida”, salientou.

A antropóloga Cátia Melo, outra das oradoras do debate organizado pela União de Mulheres Alternativa e Resposta (UMAR), criticou o facto de a praxe – “uma prática em que o preconceito e a discriminação são exponenciados”- estar também classificada como património imaterial da UNESCO.

A também membro do núcleo de Coimbra da UMAR considerou que há “assédio sexual“, no decorrer da praxe, e que a linguagem usada em canções e palavras de ordem é “extremamente violenta contra a mulher”.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Colômbia pede que a Venezuela seja declarada como país promotor do terrorismo

A Colômbia pediu esta segunda-feira aos EUA que declarem a Venezuela como país promotor do terrorismo por alegadamente "proteger" guerrilheiros colombianos do Exército de Libertação Nacional (ELN) e do Grupo Armado Residual (Gaor 33, composto …

Treze meses depois, Coreias voltam a falar ao telefone

As comunicações telefónicas estavam cortadas entre as duas Coreias desde junho de 2020, mas os dois países retomaram os contactos esta terça-feira. As duas Coreias retomaram esta terça-feira a comunicação telefónica 13 meses depois de ter …

Benfica: Kaio Jorge não quer jogar em Portugal (e alínea pode impedir saída)

Santos aceitou proposta vinda da Luz mas o jovem avançado prefere o campeonato italiano. E ainda há uma alínea no contrato que vai ser analisada. O Benfica apresentou uma proposta pela contratação de Kaio Jorge, com …

Quase 70% dos internados em UCI têm menos de 59 anos

Quase 70% dos doentes com covid-19 em unidades de cuidados intensivos (UCI) têm menos de 59 anos, revelou a Ordem dos Médicos, indicando que em enfermaria os doentes abaixo dessa faixa etária são cerca de …

Reunião no Infarmed. Especialistas propõem plano de quatro níveis (e a máscara cai no nível 2)

A sede da Autoridade Nacional do Medicamento (Infarmed), em Lisboa, voltou a acolher mais uma reunião de peritos esta terça-feira. Foi apresentada uma proposta de alteração da matriz de risco, assente em quatro níveis. Portugal não …

Mais de 11.300 suspeitas de reações adversas às vacinas registadas em Portugal

Mais de 11.300 suspeitas de reações adversas às vacinas contra a covid-19 foram registadas em Portugal e houve 68 casos de morte comunicados em idosos, mas não está demonstrada a relação causa-efeito, segundo o Infarmed. De …

Incêndios "sem precedentes" devastam Sardenha

Condições climatéricas adversas e severas, como altas temperaturas e ventos fortes, estiveram na origem dos incêndios florestais que se registaram em vários países do sul do continente europeu, como Itália, Espanha, França ou Grécia. A ilha …

Gabriel foi afastado do plantel e pode ser reforço de Rui Vitória

Jorge Jesus não conta com Gabriel para a próxima temporada e já colocou o médio a treinar à parte do plantel, acompanhado por um preparador físico. O Benfica está a trabalhar com o representante do jogador …

Governo quer reduzir para três o número de testemunhas em processos civis

O Governo quer reduzir para três o número máximo de testemunhas por cada facto que se queira ver provado em tribunal no âmbito de um processo, visando aumentar a celeridade e estabelecer um critério de …

Myanmar. Junta militar anula resultados das eleições de 2020

Militares entendem que a votação não foi "livre e justa". Anúncio da anulação das eleições de 2020 não foi acompanhado de uma data para a realização de um novo ato eleitoral — tal como seria …