Autoridades bascas desmantelam suicídio coletivo combinado nas redes sociais

Uma investigação levada a cabo pela Ertzaintza permitiu deter na Argentina o presumível indutor de um suicídio coletivo. O jovem tem 17 anos e estava sob tutela psiquiátrica.

Segundo o El País, uma patrulha da Ertzaintza, autoridade do País Basco, uma comunidade autónoma de Espanha, permitiu “furar” um suicídio coletivo que tinha sido combinado através da internet por um grupo de pessoas residentes em vários países, numa operação qeu acabou com a detenção do presumível autor na Argentina, um jovem de 17 anos.

Entre as vítimas, cujo número total e as nacionalidades ainda não foi dado a conhecer, já que a investigação prossegue, está uma rapariga de Guipúscoa, no País Basco.

A operação mobilizou organismos internacionais, como a Interpol, assim como órgãos judiciais e unidades especializadas de ambos os lados do Atlântico.

A investigação da Ertzaintza começou a 19 de julho, quando agentes especialistas em investigação criminal uma chamada para um suicídio coletivo de um grupo de pessoas de vários países, que teria lugar no final do ano.

Pouco depois, os agentes souberam que o presumível indutor tinha adiantado a data para 17 de agosto, aniversário de morte de um amigo íntimo.

Especialistas em delitos contra pessoas e tecnologias de informação da Ertzaintza analisaram o rasto deixado pelos grupos nas redes sociais e remeteram solicitações urgentes de informação para as empresas administradoras dos serviços de internet em questão.

A colaboração destas permitiu identificar o presumível indutor do suicídio, localizado na Argentina. Entre as pessoas identificadas pela Ertzaintza como integrantes do grupo figurava uma jovem de Guipúscoa, da qual não foram revelados mais dados.

Através da Interpol, a Ertzaintza pôs-se em contacto com as autoridades argentinas e, a 11 de agosto, seis dias antes da data combinada, agentes da Polícia Federal argentina detiveram o presumível indutor em sua casa.

Na habitação do menor, além de material informático, foram encontradas facas e gases cheias de sangue. O jovem encontrava-se sob a tutela de especialistas psiquiátricos.

A investigação permanece aberta para identificar todos os implicados, e descartar a existência de outros grupos que poderão ter sido criados pelo menor com as mesmas intenções. O Departamento de Segurança destaca que o fator que mais condicionou a investigação foi o pouco tempo disponível para localizar o presumível indutor antes de o grupo poder consumar as suas intenções.

A Ertzaintza indicou que, ainda que semelhante ao jogo da Baleia Azul, também orientado para levar outras pessoas a cometer suicídio, este caso apresenta uma diferença fundamental: não há fases progressivas nas quais a vítima se encaminha individualmente até à morte.

Aqui, pelo contrário, o presumível indutor trata de alcançar um compromisso de grupo para consumar de forma conjunta o suicídio de todos os seus integrantes.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Cavidade gigante no espaço lança nova luz sobre a formação estelar

Astrónomos que analisaram mapas 3D das formas e tamanhos de nuvens moleculares próximas descobriram uma cavidade gigantesca no espaço. O vazio em forma de esfera, descrito na revista The Astrophysical Journal Letters, abrange cerca de 150 …

Professor que fazia vídeos obscenos foi suspenso

O Ministério da Educação suspendeu o professor de Economia e Direito da Escola Secundária Eça de Queirós, na Póvoa de Varzim, que terá um canal de YouTube com vídeos obscenos. O docente da Secundária Eça de …

Bolsonaro quis apostar caixa de uísque com Boris Johnson por “anticorpos”

O Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, revelou na quinta-feira que tentou "apostar uma caixa de uísque" com o primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, alegando ter mais anticorpos para a covid-19 do que o britânico. A sugestão …

O que esperar da noite eleitoral, com base nas sondagens

Para além do poder local, muito está em jogo nas próximas eleições autárquicas, com algumas direções nacionais a fazerem depender seu futuro do resultado alcançado no domingo. Enquanto as urnas não abrem, uma ronda pelas …

Vulcão, La Palma

Vulcão nas Canárias com períodos mais explosivos já devastou 240 hectares

O vulcão Cumbre Vieja, na ilha de La Palma (Canárias) mantém-se ativo, apresentando períodos mais explosivos e tendo já devastado cerca de 240 hectares de terrenos num perímetro de cerca de 16 quilómetros. Dados também fornecidos …

IVAucher só poderá ser utilizado em 1% dos restaurantes e hotéis

A apenas uma semana do início da segunda fase do IVAucher, só 1.500 empresas de restauração, alojamento e cultura, de um total de 118 mil, estão inscritas no programa. Até ao fim de agosto, os consumidores …

"Ganhámos com a covid-19". Depois do "ridículo", Secretário de Estado explica-se

O Secretário de Estado da Internacionalização, Eurico Brilhante Dias, entrou na campanha eleitoral pelos piores motivos. Tudo porque disse que "ganhámos com a covid". Uma frase que já veio explicar depois de ter sido arrasado, …

Fora dos planos de Jesus, Gabriel pode estar de saída para o Qatar

O Al-Gharafa quer Gabriel por empréstimo com duração de uma temporada. O negócio está perto de se concretizar e envolve uma opção de compra de 6 milhões de euros. O Benfica continua à procura de solução …

Ex-presidente da Catalunha detido em Itália (e pode vir aí mais uma derrota para Espanha)

Carles Puigdemont, o ex-presidente da Catalunha, foi detido em Itália, na Sardenha. O também eurodeputado era alvo de um mandado internacional e vai tentar, mais uma vez, escapar à extradição para Espanha. Fontes contactadas pela agência …

Detida boliviana investigada pelo acidente do avião que transportava o Chapecoense

A Polícia Federal do Brasil deteve na quinta-feira uma cidadã boliviana sob investigação pelo desastre aéreo ocorrido em 2016, no qual morreram 71 pessoas, incluindo futebolistas, treinadores e diretores do Chapecoense. Segundo a polícia de Corumbá, …