Austrália investe 313 milhões na proteção da Grande Barreira de Coral

Richard Ling / Flickr

O ministro do Ambiente e da Energia da Austrália, Josh Frydenberg, anunciou este domingo um investimento de 500 milhões de dólares australianos – 313 milhões de euros – para proteger a Grande Barreira, o maior sistema de coral do mundo.

O Parque Marítimo da Grande Barreira passará a receber 6,3 milhões de euros anuais adicionais para “manter e paliar o trabalho essencial” na área declarada Património da Humanidade, acrescentou o governante.

“O Governo vai investir mais de 500 milhões de dólares australianos, o investimento maior alguma vez feito, para proteger os recifes e assegurar a sua viabilidade e a dos 64 mil postos de trabalho que dependem da Grande Barreira”, disse Frydenberg, citado pela EFE.

O ministro salientou estar a falar de “um amplo leque de iniciativas novas, tendo em conta os melhores conselhos dos especialistas, trabalhando de forma mais estreita com a autoridade do Parque Marítimo da Grande Barreira de Coral para garantir que o recife tem as melhores oportunidades de futuro”.

A Grande Barreira, que acolhe 400 tipos de colar, 1.500 espécies de peixes e 4.000 variedades de moluscos, cria anualmente cerca de 4.000 milhões de euros às economias da Austrália e de Queensland.

O maior recife de coral do mundo começou a deteriorar-se na década de 1990 pelo duplo impacto do aquecimento da água do mar e do aumento da sua acidez devido à maior presença de dióxido de carbono na atmosfera.

Em janeiro, o governo central anunciou um investimento do equivalente a 37,5 milhões de euros para aumentar o pessoal e os barcos que combatem a praga de estrelas-do-mar que comem os corais da Grande Barreira.

Este apoio oferecia também incentivos aos agricultores para a redução da contaminação gerada pela sua atividade e que confina com a área marítima onde se encontram os recifes.

A 19 de abril, um estudo revelou que a Grande Barreira de Coral sofreu um “colapso catastrófico”, que acusava um dos branqueamentos mais destrutivos.

De acordo com o estudo publicado então na revista científica Nature, um terço dos corais de superfície da Grande Barreira morreu em 2016, devido ao aumento das temperaturas.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Ainda bem que a grande barreira de corral não esta em Portugal, porque se estivesse, la teriamos o Centeno a discursar para a barreira de coral dizendo que teria de esperar uns tempos ate que o défice baixasse….

  2. Mas mesmo assim seria dificil esse projecto ser aprovado na AR visto que seria dinheiro que ja nao estaria disponivel para ser gamado pelos ladrões do cistume

RESPONDER

Abstenção do PCP no OE2021? É um excelente indicador, diz Costa

O primeiro-ministro, António Costa, considerou um “excelente indicador” o PCP ter anunciado a abstenção no Orçamento do Estado de 2021 (OE2021) e resultado de um entendimento “para ter um bom orçamento para o próximo ano”. “É …

Egito abre restaurante com vista de luxo para as pirâmides de Gizé

O Egito inaugurou um novo restaurante com vista panorâmica para as pirâmides. O investimento faz parte de uma tentativa de reavivar o turismo no país. O Egito revelou novas instalações para os visitantes no planalto nas …

Novo recorde. Portugal regista mais 3.669 casos de covid-19

Portugal regista este sábado 3.669 novos casos de infeção com o novo coronavírus, responsável pela covid-19, o valor diário mais elevado desde o início da pandemia, e mais 21 mortes relacionadas com a covid-19, segundo …

Câmara do Porto encerra cemitérios nos dias 31 de outubro e 1 e 2 de novembro

O presidente da Câmara do Porto anunciou o encerramento dos cemitérios em 31 de outubro e 1 e 2 de novembro, justificando a decisão com a necessidade de desviar meios para cumprir a proibição de …

Rui Vitória de saída do Al Nassr

O treinador português Rui Vitória está de saída do Al Nassr, avança este sábado o canal árabe 24Sports. A saída de Rui Vitória, que em janeiro de 2019 deixou o comando técnico do Benfica, surge …

Casamento com 200 pessoas autorizado em Arruda dos Vinhos. Câmara contesta

O presidente da Câmara de Arruda dos Vinhos criticou a decisão da autoridade de saúde de autorizar a realização de um casamento “com cerca de 200 pessoas”, considerando que vai colocar a população do concelho …

Novo Banco desmente demissão de gestores após polémicas com Fundo de Resolução e Vieira

O Novo Banco veio a público desmentir a notícia do Público que alega que três gestores de topo da instituição se demitiram, após divergências internas envolvendo várias polémicas relacionadas com o Fundo de Resolução, com …

Milhões da bazuka europeia só chegam em junho

Portugal e os restantes Estados-membros das União Europeia (UE) só deverão receber os respetivos fundos da bazuka europeia de apoio à retoma no pós-pandemia na segunda metade de 2021, em meados de junho. A confirmar-se …

Braço de ferro entre Costistas e Nunistas novamente adiado

O PS voltou a adiar, agora de 31 de Outubro para 7 de Novembro, a reunião da Comissão Nacional que decidirá a orientação do partido face às eleições presidenciais. Fica assim adiado o braço-de-ferro entre …

Cercas sanitárias e recolher obrigatório. Governo avalia novas medidas na próxima semana

O Ministério da Saúde, liderado por Marta Temido, vai voltar a reunir na próxima semana com o Conselho Nacional de Saúde Pública (CNSP), num encontro em que serão discutidas novas medidas para travar a propagação …