Depois dos incêndios, Austrália está prestes a enfrentar uma “bonança” de aranhas mortais

Depois dos incêndios florestais que assolaram o país, os australianos começaram a implorar por chuva. O bónus de aranhas mortais não estava incluído no pedido, mas os especialistas do Australian Reptile Park acreditam que é muito provável que estas criaturas se proliferem.

A Austrália já teve de lidar com incêndios florestais extremos, inundações, tempestades de areia e até granizo. Agora, um grupo de especialistas está alertar para o perigo de aranhas mortais se proliferarem no país, devido às “condições perfeitas” que existem atualmente.

“Estamos a emitir uma mensagem de alerta ao público, já que as recentes condições de clima húmido, seguidas de dias quentes, criaram as condições perfeitas para que as aranhas-teia-de-funil prosperem”, lê-se numa publicação no Facebook do Australian Reptile Park.

Ainda que pareça assustador, esta não é uma experiência totalmente nova para Sydney. A Austrália é a casa de, pelo menos, 40 espécies de aranha-teia-de-funil. Uma delas é considerada a aranha mais letal para os seres humanos.

Quando o clima fica húmido, estes aracnídeos abandonam as suas tocas. As aranhas macho desta espécie têm um veneno seis vezes mais potente do que as fêmeas – e, segundo os especialistas, os machos são os únicos observados até agora.

No entanto, segundo o Science Alert, o Australian Reptile Park está preparado. Desde que o programa anti-veneno começou, na década de 1980, não houve uma única morte humana provocada por uma aranha-teia-de-funil.

Todos os anos, são relatadas entre 30 e 40 picadas, mas o veneno das aranhas que vivem neste parque australiano é usado para criar um antiveneno que já salvou centenas de vidas. Para o produzir, os cientistas retiram o veneno das aranhas, injetam-no num coelho e, de seguida, usam o anticorpo que este mamífero produz posteriormente para desenvolver um soro que evita um ataque semelhante em humanos.

Se por um lado a perspetiva de uma “bonança” de aranhas mortais na Austrália parece assustadora, também é emocionante: o parque está a pedir a todos os corajosos para capturarem as aranha-teia-de-funil que encontrarem.

No vídeo publicado no Facebook, um funcionário do parque explica como capturar estas criaturas velozes: basta usar um recipiente e uma colher (ou outro utensílio semelhante). Uma vez presa no recipiente, o especialista aconselha a colocar um pouco de algodão embebido em água, para que o animal não desidrate.

“Ao doar uma aranha ao parque de répteis, está a contribuir para salvar a vida das pessoas”, remata.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Jackson Martínez recorda penálti falhado: "Adeptos do Benfica pensam que me vendi"

Os adeptos do Benfica não esquecem o penálti falhado por Jackson Martínez frente ao FC Porto, esta temporada. O golo teria colocado o Portimonense na frente do marcador. Em entrevista ao jornal Record, o avançado do …

"Solidariedade não é dar dinheiro." Holanda finca o pé e até critica Itália por "internar os mais velhos"

Há um novo braço-de-ferro na União Europeia (UE) entre os países do Norte e do Sul. Tudo por causa dos famigerados "coronabonds", instrumentos de dívida comum que países como Portugal, Espanha e Itália defendem para …

Vaga de doentes graves nas urgências poderá deixar SNS "inacessível"

Uma vaga de doentes graves às urgências, a juntar a cirurgias e consultas reagendadas, pode vir a deixar o SNS "inacessível" no futuro, alerta o presidente da Associação de Administradores Hospitalares. As idas à urgência nas …

CDS quer cheque de emergência para empresas encerradas

Uma das medidas, apresentadas por Francisco Rodrigues dos Santos, é a atribuição, às pequenas e médias empresas “encerradas ou com a actividade suspensa, um cheque de emergência no valor máximo de 15 mil euros”. O CDS …

Espanha regista 832 mortos nas últimas 24 horas. É o dia mais mortífero no país

A Espanha registou, nas últimas 24 horas, 832 mortos com o novo coronavírus, o maior número de vítimas mortais num só dia, elevando o balanço total para 5.690, de acordo com a última atualização das …

"O Brasil não pode parar". Bolsonaro compra campanha contra o isolamento social

Jair Bolsonaro gastou cerca de 800 mil euros numa campanha contra o isolamento social com o mote "O Brasil Não Pode Parar". O presidente brasileiro tem desvalorizado a pandemia de covid-19. Face à pandemia de covid-19, …

Crise leva Costa a reforçar intenções de voto. Ventura chega ao quarto lugar

Na mais recente sondagem às intenções de voto, os portugueses mostram estar de confiança reforçada em António Costa. O Chega ganha força e chega ao quarto lugar. Numa sondagem que apenas capta os primeiros dias do …

Descoberta criatura que pode ser o antepassado de quase todos os animais

Cientistas podem ter descoberto um dos primeiros ancestrais da árvore genealógica: uma criatura semelhante a um verme chamado Ikaria wariootia. Segundo a revista Newsweek, a minúscula criatura, parecida com um verme, é o exemplar mais antigo …

Bombardeamento israelita em Gaza em plena crise do novo coronavírus

O exército israelita bombardeou hoje postos do movimento radical Hamas em Gaza, em represália contra o disparo de um míssil, no primeiro confronto registado no enclave palestiniano em pleno surto do novo coronavírus, noticiou a …

Avião com material médico vindo da China chegou sem ventiladores e reagentes

O avião da Hi Fly que aterrou esta sexta-feira em Lisboa com material médico para ajudar Portugal a mitigar a pandemia de covid-19 chegou apenas com 24 das 35 toneladas previstas, faltando os reagentes para …