Bruxelas quer aumentar vida útil dos eletrodomésticos

A Comissão Europeia adotou esta terça-feira regras para tornar os eletrodomésticos mais fáceis de reparar, reciclar, com menos consumo de energia para prolongar a sua vida útil, apontando poupanças nas emissões de gases poluentes.

Frigoríficos, máquinas de lavar louça e roupa, televisões e monitores, fontes de alimentação, motores elétricos, frigoríficos de venda ao público, transformadores e máquinas de soldar são os produtos que, a partir de 2021, terão que estar no mercado com as novas regras.

Entre elas, a garantia de haver peças de substituição durante prazos mínimos de sete a dez anos após a compra, de poderem ser entregues com rapidez e de poderem ser montadas sem a necessidade de ferramentas especiais ou sem o risco de danificar o equipamento durante a reparação.

Os fabricantes terão também que garantir manuais de reparação para profissionais e para consumidores. No caso de máquinas de lavar e secar roupa, deverão consumir menos 711 milhões de metros cúbicos por ano até 2030.

Monique Goyens, diretora da Associação de Consumidores Europeia, comentou que é essencial abandonar a “cultura do deitar fora”, que acaba com os recursos naturais e esvazia os bolsos dos consumidores”.

O responsável pela pasta do Emprego, Crescimento, Investimento e Competitividade europeu, Jyrki Katainen, afirmou que as medidas “podem poupar aos lares europeus uma média de 150 euros por ano e contribuir para uma poupança de energia equivalente ao consumo total anual da Dinamarca em 2030”.

Essa poupança evitará a emissão para atmosfera de 46 milhões de toneladas de gases como dióxido de carbono, um contributo para “uma União Europeia completamente descarbonizada em 2050”.

O diretor da associação europeia da indústria dos eletrodomésticos, Paolo Falcioni, destacou que é preciso que “as autoridades supervisoras do mercado tenham recursos suficientes e coordenação para enfrentar novas dificuldades em verificar o cumprimento da lei”.

Estas medidas vêm juntar-se às novas regras adotadas em março deste ano para as etiquetas de eficiência energética dos produtos, que se espera consigam até 2020 uma poupança de 150 milhões de toneladas de petróleo – o equivalente ao consumo de energia primário de Itália – e de 285 euros por ano aos consumidores.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Belíssima ideia. Os chineses não vão gostar, mas isso é problema deles.
    Em termos ambientais isto é um passo em frente dos muito grandes.

  2. A cultura do “Deita Fora” tem acabado também com os técnicos que reparavam este tipo de equipamentos.
    Devemos considerar que a “Reciclagem” é o conceito que menos contribui para a sustentabilidade do meio ambiente, ao contrário da sustentabilidade do capitalismo que sai a ganhar em tudo, vende equipamentos novos e utiliza matéria prima com custos mais baixos.
    Seria bom pensar-se na “Reutilização” dos equipamentos, para isso é precisa a manutenção.
    Mais importante seria a “Redução” do consumo desenfreado, com base no prolongamento da vida útil dos equipamentos. Mais uma vez precisamos dos técnicos de manutenção, o que faz com que exista mais emprego (vamos ver se o grande capital não interfere neste nicho de mercado, como já acontece, e permite que os técnicos proliferem).
    Aplaudo a ideia, assim esta vá avante…

  3. E devia fazer o mesmo nos carros. As marcas deveriam ser proibidas de lançar novos modelos que não contivessem soluções tecnologicamente muito mais eficientes ao nível ambiental (vamos imaginas que consumissem menos 20% de combustível ou fossem totalmente elétricos), antes de um período de 8 anos.

RESPONDER

Benfica e Aves têm acordos secretos "à margem da lei" para transferência de jogadores

SL Benfica e Desportivo das Aves mantêm acordos "secretos" e "à margem da lei" para a transferência de jogadores, segundo a manchete do jornal Público deste sábado. A Vila das Aves é um destino frequente para …

Sócrates troca subvenção vitalícia de 2 mil euros por salário chorudo como consultor

O ex-primeiro-ministro José Sócrates voltou ao mercado de trabalho em Março deste ano, para trabalhar como consultar numa empresa privada. Perdeu, assim, o direito à subvenção vitalícia de 2372 euros brutos, uma vez que estará …

Suspeito de rapto de Maddie investigado por desaparecimento de criança no Algarve

O novo suspeito no caso do desaparecimento de Madeleine McCann está a ser investigado pelo desaparecimento de uma criança alemã no Algarve, em 1996. Christian B., está detido na Alemanha por abuso sexual de menores, entre …

Trabalhadores em lay-off podem perder dois a três salários em 2020

Feitas as contas com base nas linhas gerais do Programa de Estabilização Económica e Social, os trabalhadores em lay-off podem perder dois a três salários em 2020. O lay-off simplificado veio trazer uma solução rápida para …

Misterioso líquido descoberto dentro de pote em forma de cisne num túmulo chinês

Uma equipa de arqueólogos encontrou um misterioso líquido dentro de um pote de bronze em forma de cisne. O artefacto foi descoberto dentro de um túmulo chinês com mais de 2 mil anos. Um antigo túmulo …

Trump criticado após dizer que queda no desemprego é um "ótimo dia" para George Floyd

O Presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, disse esta sexta-feira que a queda inesperada do desemprego marca “um ótimo dia” para George Floyd, o afro-americano cuja morte às mãos da polícia desencadeou protestos em …

Depois de Trump, Bolsonaro ameaça retirar Brasil da OMS

O Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, ameaçou na sexta-feira retirar o país da Organização Mundial da Saúde (OMS), após acusar a entidade de atuar de forma "política", "partidária" e "ideológica" num momento de pandemia de covid-19. “Eu …

Cientistas podem ter finalmente descoberto como funciona a anestesia geral

Cientistas podem ter descoberto, finalmente, como é que os anestésicos fazem as pessoas perder a consciência. A anestesia geral foi usada, pela primeira vez, em 1848, no Hospital Geral de Massachusetts, nos Estados Unidos, num paciente …

Com semáforos e muitas regras, arranca oficialmente a época balnear

A época balnear arranca hoje em todas as praias do Algarve, Almada, Cascais e na praia da Nazaré, com regras de distanciamento social e lotação máxima definida, devido à pandemia da covid-19, e com apelos …

Reabertura dos estádios em cima da mesa. Tudo depende dos adeptos

A reabertura dos estádios de futebol em Portugal vai depender do comportamento dos adeptos, indicou esta sexta-feira a diretora-geral da Saúde, Graça Freitas. Na habitual conferência de imprensa de atualização da informação relativa à evolução da …