Ator de “O Padrinho” afirma que Marilyn Monroe foi assassinada (e sabe quem é o culpado)

Apesar de a morte de Marilyn Monroe ter sido declarada como uma overdose de barbitúricos, o falecimento de uma das maiores estrelas de Hollywood sempre esteve rodeado de mistério.

O ator Gianni Russo, mais conhecido pelo seu desempenho como Carlo Rizzi no filme “O Padrinho”, vem a público afirmar que a atriz foi assassinada.

Gianni Russo, que alega ter tido um caso esporádico com a atriz, que terá começado quando este tinha 16 anos e Marilyn Monroe tinha 33, afirma que a estrela foi mandada matar por Robert Kennedy, para que esta nunca viesse a público falar acerca do seu envolvimento com John F. Kennedy e com o próprio Bobby Kennedy.

“Teve de ser o Bobby. Mais ninguém a mataria. A máfia não o teria feito, eles gostavam dela. Era a rapariga das festas. Deem-lhe uns comprimidos, umas bebidas e ela lixa toda a gente”, afirmou o ator de 75 anos ao New York Post.

O ator de “O Padrinho” possui uma fotografia com Marilyn Monroe apenas três dias antes da sua morte, a 5 de agosto de 1962, tirada num resort na fronteira entre os estados da Califórnia e do Nevada. Segundo Gianni Russo, a morte da atriz foi pouco depois desse encontro no resort devido a Marilyn Monroe ter descoberto planos da máfia para chantagear JFK, o presidente dos EUA na época.

Tal como relata no seu livro de memórias, Hollywood Godfather, Gianni Russo explica que existia um plano para filmar Marilyn Monroe a ter relações sexuais a três com Robert Kennedy e John F. Kennedy nesse mesmo resort. O intuito era gravar os três e conseguir que o presidente dos Estados Unidos acedesse a pedidos da máfia para invadir Cuba e devolver a gestão dos casino ao crime organizado.

O plano nunca foi avante mas, alegadamente, a atriz descobriu tudo e ameaçou contar à imprensa, escreve a revista MAGG. Segundo Gianni Russo, Robert Kennedy soube das intenções de Marilyn Monroe e planeou a morte dela para que nunca nada se soubesse.

“Um homem apelidado de ‘Médico’, que fez vários assassinatos para a máfia, injetou ar numa veia perto da zona púbica da Marilyn. Ela morreu na consequência de um embolismo, mas foi feito para parecer uma overdose de drogas”, afirma Gianni Russo.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Responsável pelo RGPD demitido por Medina trabalhava há 33 anos na Câmara de Lisboa

O encarregado de proteção de dados da Câmara Municipal de Lisboa, que o presidente Fernando Medina exonerou devido à polémica da partilha de dados de ativistas com a embaixada da Rússia, trabalhava na autarquia há …

Portugal quase a entrar na "zona vermelha de risco". Variante Delta prevalece em Lisboa e Vale do Tejo

A região de Lisboa está sobre pressão há algumas semanas, mas o resto do país também está prestes a entrar numa situação epidemiológica menos boa. A incidência nacional encontra-se próxima dos 120 casos por 100 …

Pandemia continua a "empurrar" reclusos para fora das grades. Já saíram 2850

As cadeias portuguesas continuam a soltar reclusos que ainda não cumpriram toda a pena, numa altura em que não existem praticamente casos de infecção por covid-19 no sistema prisional. O regime especial de perdão das penas, …

Condutor de carrinha atropela participantes em desfile LGBT (e faz um morto)

O condutor de uma carrinha atropelou pessoas que desfilavam numa marcha de "orgulho gay" em Wilton Manors, perto de Fort Lauderdale na Florida, causando pelo menos um morto e ferindo outra. As autoridades estão ainda a …

Descoberta "pequena Pompeia" no sótão de um antigo cinema em Verona

Arqueólogos descobriram uma "Pompeia em miniatura" no sótão de um antigo cinema no centro histórico da cidade italiana de Verona. Segundo a agência italiana Ansa, autoridades da Superintendência de Arqueologia, Belas Artes e Paisagismo de Verona, …

Colapso de escola na Bélgica matou afinal quatro portugueses

As autoridades belgas confirmaram este domingo a morte de cinco pessoas, entre as quais quatro portugueses, no desabamento de uma escola em obras na cidade de Antuérpia. No balanço de sábado, as autoridades belgas registaram mais …

Chega e IL dizem que cerco na AML é "inconstitucional". Ventura recorre ao Supremo Tribunal Administrativo

André Ventura, líder do Chega, contestou a decisão do Governo de limitar a circulação na AML. Considerando que a medida é inconstitucional, entregou uma "Intimação para proteção de direitos, liberdade e garantias" no Supremo Tribunal …

Há 50 mil anos, humanos e neandertais relacionaram-se no deserto de Negev

Uma recente descoberta no deserto do Negev, no centro de Israel, revelou detalhes importantes sobre o desenvolvimento da cultura humana na região, de acordo com um novo estudo publicado na revista PNAS. Por toda a Ásia, …

Costa reeleito líder do PS com 94% dos votos aponta a vitória nas autárquicas

António Costa foi reeleito no sábado secretário-geral do PS, com 94% dos votos, para um novo mandato de dois anos, de acordo com resultados provisórios divulgados hoje pela Comissão Organizadora do Congresso (COC) do PS. O …

"Pessoas como nós". Presidente da República alerta contra indiferença no Dia Mundial do Refugiado

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, alertou contra a indiferença e os "discursos oportunistas" numa mensagem alusiva ao Dia Mundial do Refugiado, que hoje se assinala. “Este ano sob o mote ‘Juntos cuidamos, aprendemos …