Há luas que fogem dos seus planetas (e a nossa pode fazer o mesmo)

Uma equipa internacional de investigadores propôs um novo tipo hipotético de mundo chamado “ploonet”: uma antiga lua que escapou da órbita do planeta hospedeiro e começou a circundar a sua estrela hospedeira.

Os cientistas já tinham proposto o termo “lua-lua” para descrever luas que podem orbitar outras luas em sistemas solares distantes. Agora, outra equipa de cientistas deu o nome de “ploonet” para luas de planetas gigantes que orbitam estrelas quentes. Sob certas circunstâncias, estas luas abandonam as órbitas, tornando-se satélites da estrela hospedeira. A lua “desencaixa-se” e tem uma órbita como a de um planeta.

Ploonets ainda não foram detetados. Mas podem produzir assinaturas que os telescópios caçadores de planetas poderiam identificar, de acordo com o novo estudo publicado a 27 de junho no arXiv.

Para o estudo, os cientistas criaram modelos de computador para testar cenários que poderiam transformar uma lua em órbita num ploonet em órbita. Os astrónomos descobriram que, se uma lua está a circundar um tipo de exoplaneta conhecido como “Júpiter quente” – um enorme gigante de gás perto de uma estrela – a ligação gravitacional entre estrela e planeta poderia ser suficientemente poderosa para arrancar a lua do seu planeta.

Orbitar uma estrela próxima seria stressante para um pequeno ploonet. A sua atmosfera poderia evaporar-se e o mundo perderia parte da sua massa, criando uma assinatura distinta na luz emitida pela vizinhança da estrela Essa é a assinatura que os telescópios podem detetar.

De facto, observações recentes de misteriosas emissões de luz em redor de estrelas quentes distantes poderiam ser explicadas pela aparição e mortes prolongadas de ploonets rebeldes.

Alguns poderiam sustentar as suas órbitas durante centenas de milhões de anos. Ao acumular material do disco de poeira e gás ao redor da sua estrela, um ploonet poderia até mesmo construir o seu corpo até que eventualmente se tornasse um pequeno planeta.

No entanto, a vida da maioria dos ploonets seria relativamente curta. A maioria dos objetos simulados desapareceu num milhão de anos, nunca tendo chegado a tornar-se num planeta. Em vez disso, desintegraram-se durante colisões com os seus ex-planetas, foram devorados por estrelas em atos de “canibalismo planetário” ou foram ejetados da órbita para o espaço.

A equipa acredita, de acordo com o Futurism, que os ploonets poderiam explicar vários fenómenos astronómicos incomuns. A água de uma lua gelada pode evaporar à medida que escapa da órbita do seu planeta e move-se em direção à sua estrela, por exemplo, dando ao ploonet uma cauda de cometa. A passagem do tal ploonet através da sua estrela pode explicar por que algumas estrelas parecem piscar.

Enquanto isso, um ploonet que eventualmente colidiu com seu antigo hospedeiro poderia criar detritos que poderiam explicar os estranhos anéis encontrados em torno de alguns exoplanetas. “Essas estruturas [anéis e cintilação] foram descobertas, foram observadas”, disse o investigador Mario Sucerquia ao Science News. “Acabámos de propor um mecanismo natural para as explicar”.

A nossa Lua é uma boa candidata a tornar-se um ploonet, uma vez que se afasta da Terra quatro centímetros por ano. Por outro lado, se o ritmo se mantiver constante, o nosso satélite não se soltará da órbita da Terra durante pelo menos 5 mil milhões de anos.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Nada me admira que com tanta porcaria que por cá se faz que a nossa Lua comece a andar com a lua e se safe daqui para fora!

RESPONDER

Veneno de caracol marinho usado para criar insulina híbrida promissora no tratamento da diabetes

Cientistas criaram uma versão minimalista e híbrida de insulina, a partir da hormona humana e de um caracol marinho, que pode vir a melhorar o tratamento da diabetes, divulgou a universidade norte-americana de Ciências da …

Sequelas da covid-19 em doentes mais graves ainda estão por compreender

O acompanhamento depois da alta para doentes que estiveram internados com covid-19 é um dos grandes desafios do sistema de saúde para compreender que sequelas, por enquanto desconhecidas, a doença poderá deixar. “Só daqui a seis …

Criança nasce com duas bocas nos EUA. É o 35.º caso registado desde 1900

A menina, nascida nos Estados Unidos, foi operada ao seis meses para remover a cavidade oral secundária, que incluía dentes, língua e um lábio. Uma bebé nasceu nos Estados Unidos com duas bocas, devido a uma …

Funcionários do Facebook em "greve virtual" face à recusa de Zuckerberg em agir contra Trump

Os funcionários do Facebook estão insatisfeitos com a decisão do fundador da rede social de manter uma postura neutra perante as recentes publicações do Presidente dos Estados Unidos. De acordo com o jornal The Guardian, os …

Inteligência Artificial recria "verdadeiro" rosto de Napoleão Bonaparte

Recorrendo a uma técnica de Inteligência Artificial, um artista holandês criou um retrato em alta definição do imperador francês Napoleão Bonaparte. O fotógrafo freelancer holandês Bas Uterwijk, cujo pseudónimo é Gandbrood, recorreu a uma rede neuronal …

"Apito" da covid-19. Novo teste deteta novo coronavírus em apenas um minuto

Uma equipa de cientistas da Universidade Ben-Gurion, em Israel, desenvolveu um novo dispositivo que é capaz de detetar a presença do novo coronavírus no organismo humano em apenas um minuto. O novo teste, desenvolvido pelos investigadores …

"We Call it Alentejo". Novo filme promocional destaca as maravilhas alentejanas

A gastronomia e vinhos, as pequenas aldeias, a sustentabilidade e a natureza são atributos do Alentejo evidenciados no mais recente filme promocional do território, lançado pela agência regional de promoção turística para chamar visitantes estrangeiros. Com …

Curandeiro convocou cerca de 100 pessoas para se abraçarem contra a "farsa" da pandemia

Josep Pàmies, um agricultor espanhol defensor das terapias alternativas, convocou cerca de 100 pessoas a abraçarem-se a beijarem-se contra a "farsa" da pandemia. No sábado, cerca de uma centena de pessoas juntaram-se em Balanguer, na província …

Rússia anuncia início de ensaios clínicos de uma vacina contra a covid-19

A Rússia vai começar os ensaios clínicos de uma vacina contra a covid-19 em 50 soldados que se ofereceram para participar nos testes, anunciou esta terça-feira o Ministério da Defesa. "Para verificar a segurança e eficácia …

Montenegro tem uma carta na manga para promover o turismo

Para incentivar o turismo, Montenegro tem a intenção de usar a carta da segurança sanitária para convencer os turistas estrangeiros a visitar o país. No dia 25 de maio, Montenegro declarou-se um "país livre de coronavírus" …