Há luas que fogem dos seus planetas (e a nossa pode fazer o mesmo)

Uma equipa internacional de investigadores propôs um novo tipo hipotético de mundo chamado “ploonet”: uma antiga lua que escapou da órbita do planeta hospedeiro e começou a circundar a sua estrela hospedeira.

Os cientistas já tinham proposto o termo “lua-lua” para descrever luas que podem orbitar outras luas em sistemas solares distantes. Agora, outra equipa de cientistas deu o nome de “ploonet” para luas de planetas gigantes que orbitam estrelas quentes. Sob certas circunstâncias, estas luas abandonam as órbitas, tornando-se satélites da estrela hospedeira. A lua “desencaixa-se” e tem uma órbita como a de um planeta.

Ploonets ainda não foram detetados. Mas podem produzir assinaturas que os telescópios caçadores de planetas poderiam identificar, de acordo com o novo estudo publicado a 27 de junho no arXiv.

Para o estudo, os cientistas criaram modelos de computador para testar cenários que poderiam transformar uma lua em órbita num ploonet em órbita. Os astrónomos descobriram que, se uma lua está a circundar um tipo de exoplaneta conhecido como “Júpiter quente” – um enorme gigante de gás perto de uma estrela – a ligação gravitacional entre estrela e planeta poderia ser suficientemente poderosa para arrancar a lua do seu planeta.

Orbitar uma estrela próxima seria stressante para um pequeno ploonet. A sua atmosfera poderia evaporar-se e o mundo perderia parte da sua massa, criando uma assinatura distinta na luz emitida pela vizinhança da estrela Essa é a assinatura que os telescópios podem detetar.

De facto, observações recentes de misteriosas emissões de luz em redor de estrelas quentes distantes poderiam ser explicadas pela aparição e mortes prolongadas de ploonets rebeldes.

Alguns poderiam sustentar as suas órbitas durante centenas de milhões de anos. Ao acumular material do disco de poeira e gás ao redor da sua estrela, um ploonet poderia até mesmo construir o seu corpo até que eventualmente se tornasse um pequeno planeta.

No entanto, a vida da maioria dos ploonets seria relativamente curta. A maioria dos objetos simulados desapareceu num milhão de anos, nunca tendo chegado a tornar-se num planeta. Em vez disso, desintegraram-se durante colisões com os seus ex-planetas, foram devorados por estrelas em atos de “canibalismo planetário” ou foram ejetados da órbita para o espaço.

A equipa acredita, de acordo com o Futurism, que os ploonets poderiam explicar vários fenómenos astronómicos incomuns. A água de uma lua gelada pode evaporar à medida que escapa da órbita do seu planeta e move-se em direção à sua estrela, por exemplo, dando ao ploonet uma cauda de cometa. A passagem do tal ploonet através da sua estrela pode explicar por que algumas estrelas parecem piscar.

Enquanto isso, um ploonet que eventualmente colidiu com seu antigo hospedeiro poderia criar detritos que poderiam explicar os estranhos anéis encontrados em torno de alguns exoplanetas. “Essas estruturas [anéis e cintilação] foram descobertas, foram observadas”, disse o investigador Mario Sucerquia ao Science News. “Acabámos de propor um mecanismo natural para as explicar”.

A nossa Lua é uma boa candidata a tornar-se um ploonet, uma vez que se afasta da Terra quatro centímetros por ano. Por outro lado, se o ritmo se mantiver constante, o nosso satélite não se soltará da órbita da Terra durante pelo menos 5 mil milhões de anos.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Nada me admira que com tanta porcaria que por cá se faz que a nossa Lua comece a andar com a lua e se safe daqui para fora!

RESPONDER

NASA revela novos fatos espaciais que os astronautas vão levar para a Lua (e são pura ficção científica)

A NASA apresentou na terça-feira, na sua sede, em Washington, Estados Unidos, os novos fatos espaciais que os astronautas da missão Artemis vão usar em 2024, quando voltarem à Lua. Fatos feitos em modelos 3D, à …

Panama Papers. Mossack Fonseca não gostou do filme e processou Netflix por difamação

A dupla de sócios do escritório de advogados Mossack Fonseca, envolvido no caso “Panama Papers”, moveu um processo em tribunal por difamação contra a Netflix. A plataforma anuncia a estreia, para esta sexta-feira, do filme “Laundromat: …

Porsche e Boeing unem-se em projeto de táxi aéreo premium

A Porsche e a Boeing estão a unir esforços para explorar o mercado de mobilidade área urbana. Aproveitando os seus pontos fortes, as duas empresas prometem desenvolver um táxi aéreo para o futuro. Numa verdadeira fusão …

Fotografia com pombos? Na Tailândia, há "profissionais" contratados para assustá-los

A área de uma das portas da cidade, Tha Pae, parte do que resta da muralha vermelha que protegia a cidade antiga em Chiang Mai, na Tailândia, é uma das maiores atrações turísticas locais. Os turistas …

Sky News lança canal sem qualquer notícia sobre o Brexit

O canal Sky News Brexit-Free foi esta quarta-feira para o ar às 17h horas, sendo que os seus programas serão transmitidos até às 22h, de segunda a sexta-feira. O grupo de televisão britânico Sky vai lançou …

Vacina contra o cancro da mama pode estar disponível dentro de 8 anos

Investigadores da Clínica Mayo desenvolveram uma vacina contra o cancro ovário e da mama que poderá estar disponível comercialmente dentro de apenas oito anos. A ideia da vacina é estimular o próprio sistema imunológico dos pacientes …

Busca pelo avião de Amelia Earhart só encontrou chapéus, detritos de um naufrágio e uma lata de refrigerante

A mais recente busca pelos restos do avião de Amelia Earhart, a famosa aviadora americana que desapareceu sobre o Pacífico em 1937, terminou sem resultados. De acordo com o jornal norte-americano The New York Times, a investigação …

Protestos em Hong Kong. LeBron acusado de apoiar regime chinês

A super estrela do basquetebol LeBron James juntou-se à polémica entre a NBA e a China, após apelidar de “mal-informado” o treinador dos Houston Rockets, Daryl Morey, que expressou apoio aos manifestantes em Hong Kong …

Acordo para o Brexit está "prestes a ficar fechado"

A chanceler alemã, Angela Merkel, e o Presidente francês, Emmanuel Macron, disseram esta quarta-feira que um acordo para o Brexit está em finalização e poderá ser apresentado quinta-feira para aprovação no Conselho Europeu. "Quero acreditar que …

Em Chernobyl, estão a desaparecer "as memórias que as pessoas deixaram para trás"

Chernobyl é, atualmente, a maior atração internacional da Ucrânia e o novo presidente, Volodymyr Zelenski, já apresentou um projeto para trazer ainda mais turistas. No entanto, estão a desaparecer "as memórias que as pessoas deixaram …