AstraZeneca só pode voltar a exportar vacinas depois de cumpridos os contratos com a UE

John Thys / EPA

Ursula Von der Leyen, a presidente da Comissão Europeia

Esta quinta-feira, numa conferência de imprensa após a reunião com os líderes dos 27, Ursula von der Leyen, presidente da Comissão Europeia, disse que a AstraZeneca tem de assegurar os seus compromissos no fornecimento de vacinas para a União Europeia antes de poder exportar doses.

“Temos de garantir aos nossos cidadãos que eles têm acesso ao que lhes é devido e por isso concordámos que as empresas farmacêuticas têm de honrar os contratos com UE antes de poderem exportar para outras regiões no mundo – e este é, claro, o caso da AstraZeneca”, disse von der Leyen, citada pelo Expresso.

A presidente da Comissão Europeia afirmou ainda que “teríamos sido muito mais rápidos na entrega de vacinas se as farmacêuticas tivessem cumprido o acordado”.

“A AstraZeneca entregou menos doses do que aquelas a que o contrata a obrigava”, sublinhou.

Os 27 querem acelerar a produção de vacinas e garantir que as farmacêuticas com as quais foram fechados contratos cumprem as entregas. Da mesma forma, querem reciprocidade e garantir que não são os únicos a pagar as quebras de produção da AstraZeneca.

Aos jornalistas, von der Leyen falou também na questão da transparência, garantindo que a UE tem mecanismos para ir avaliando se todas as empresas estão a cumprir o acordado.

“Em primeiro lugar queremos transparência. Temos orgulho que a UE seja das mais abertas regiões do mundo no que toca a vacinas e produtos farmacêuticos. Convidamos todos a juntarem-se a nós nesta transparência porque sabemos que temos cadeias de abastecimento pelo mundo todo que têm de permanecer intactas”, disse.

“Na questão da reciprocidade é importante que exista transparência para sabermos quantas vacinas estão a ir para países que também as produzem”, acrescentou.

Dados divulgados esta tarde pela responsável revelam que 18,2 milhões adultos dos perto de 400 milhões de cidadãos da UE receberam já a segunda dose da vacina contra a covid-19, levando assim a que só 4,1% da população europeia esteja completamente imunizada.

A meta de Bruxelas é que, até final do verão, 70% da população adulta esteja vacinada.

Datados de final desta semana, os dados demonstram também que foram já administradas 62 milhões de doses de vacinas em relação às 88 milhões distribuídas.

Atualmente, estão aprovadas quatro vacinas na UE: Pfizer/BioNTech, Moderna, AstraZeneca e Janssen (grupo Johnson & Johnson).

Até ao final deste primeiro trimestre, de acordo com Bruxelas, chegarão à UE quase 100 milhões de doses de vacinas, a grande parte da Pfizer/BioNTech (66 milhões, mais do que os 65 milhões inicialmente acordadas), da AstraZeneca (30 milhões de um total de 120 milhões inicialmente acordadas) e da Moderna (10 milhões).

Para o segundo trimestre, a expectativa do executivo comunitário é que cheguem 360 milhões de doses à UE, principalmente da Pfizer/BioNTech (200 milhões), da AstraZeneca (70 milhões de um total de 180 milhões inicialmente acordadas), da Janssen (55 milhões) e da Moderna (35 milhões).

Liliana Malainho, ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Cientistas criam material de "auto-reparação" mais resistente do mundo (e é perfeito para ecrãs de telemóveis)

Investigadores do Instituto Indiano de Educação e Investigação Científica (IISER, na sigla em inglês) podem ter encontrado o material perfeito para fazer os ecrãs de smartphones: transparente, resistente e que a capacidade de se "auto-curar" …

"A bitcoin vai criar a paz mundial"

A rainha das moedas digitais, se não construir a paz no planeta, vai ajudar na pacificação entre os seres humanos. É a opinião de Jack Dorsey. É o centro de atenções de muitos investidores, é o …

"Burrolandia". Parque temático de burros no México está a tentar salvar estes animais

Um parque temático de burros no México serve de santuário a estes animais que estão aos poucos a desaparecer no país. "O burro ajudou o homem por muito tempo. É hora de retribuirmos o favor", …

Uma mão robótica que joga Super Mario Bros na Nintendo? Sim, existe

Uma equipa de investigadores da Universidade de Maryland, nos Estados Unidos, imprimiu em 3D peças para criar uma mão robótica capaz de jogar Super Mario Bros na Nintendo.  A mão robótica é totalmente montada com circuitos …

"Narco Drones" apanhados a entregar drogas numa prisão chilena

Reclusos e cúmplices no exterior estão a usar drones para contrabandear droga para a prisão mais antiga do Chile. As autoridades chilenas descobriram que o esquema de contrabando tinha como objetivo transportar drogas para a Ex …

Erupção do vulcão Etna causa problemas económicos na Sicília

Nos últimos meses, o vulcão Etna tem estado em constante erupção e o custo de limpeza das cinzas está a deixar muitas cidades da Sicília à beira da falência. O vulcão Etna – um dos mais …

Argentina cria documento de identidade para pessoas não binárias

O Presidente da Argentina anunciou, esta semana, que o país tem um novo documento de identidade para incluir pessoas não binárias. É o primeiro país da América Latina a fazê-lo. De acordo com o chefe de …

Costa diz que Portugal vai ter "o dobro" de fundos comunitários para investir

O primeiro-ministro afirmou, este sábado, que Portugal vai contar, nos próximos sete anos, com "o dobro" de fundos comunitários para investimento, considerando que esta "é uma oportunidade única" que não pode ser desperdiçada. "Vamos ter a …

Chinesa morre após salvar a filha de deslizamento de terra. Bebé esteve 24 horas nos escombros

Uma mulher morreu após salvar o seu bebé quando um deslizamento de terra e uma forte inundação atingiram a sua casa na China, revelam as equipas de resgate. Como noticia a BBC, a bebé foi resgatada …

Caso Ihor. IGAI pede expulsão do ex-diretor de fronteiras do SEF

A Inspeção-Geral da Administração Interna (IGAI) já entregou ao ministro Eduardo Cabrita o relatório final do processo disciplinar contra o inspetor coordenador do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) António Sérgio Henriques, que propõe a …